terça-feira, 30 de setembro de 2008

Deitando no Divã - Ansiedade

O que fazer quando um sentimento nos deixa inquietas? Um sentimento daqueles que nos faz devorar chocolates, balançar o pé ininterruptamente, roer unhas, arrancar as pontas duplas do cabelo, andar de um lado para o outro... e ter a angustia da espera.

Uma leitora recorreu ao Divã para pedir nossos pitecos sobre essa sensação. Relatemos o caso:

Oi oi pessoas!!!
Então, num momento de quase total desespero, venho contar o meu causo.
Não sei se vcs estão tratando só de questões amorosas [não recordo dos
outros no momento], mas o meu problema é a ansiedade. E isso atrapalha
em tudo, lógico! A ansiedade me fez ficar mais "destemida", ou, na
verdade, me deixou mais impulsiva e acabo deixando os joguinhos da
sedução de lado e digo logo a que vim. Por um lado isso é bom, eu sei,
mas sempre assusta... Meu caso de ansiedade esses dias nem tem sido
questão do "coração", mas sim por excesso de coisas pra fazer. Essa tal
de era da informação tá me dando um trabalho do caramba!!! Sempre com
muito a fazer e pouco tempo ou habilidade pra administrar o mesmo.
Aí eu pergunto: como eu me livro da ansiedade absurda?? Qdo eu tou em
crise assim, desconto tudo na comida, e no sono. Não consigo me
concentrar e fico logo noiada e sem ânimo.
Brigadinha, people!


Primeiramente , o caso foi parcialmente discutido na sexta-feira, Anna e Marie encontraram-se e apontaram alguns itens interessantes pra você tentar controlar isso, até porque somos vítimas da ansiedade e tentamos desenvolver algumas técnicas pra “dominá-la” hohoho. E depois o Sr. Andreas meteu (ui) como sempre (uiii) o bedelho na conversa...

- pode parecer besteira, mas funciona. Ter uma agenda e organizar os afazeres, anotar tudo dá uma sensação de domínio sobre o tempo. Ainda que não consiga cumprir tudo, ou que tenha que apagar determinadas tarefas, ou ainda que prefira não usar agenda... um caderno, um bloquinho ajudam muito! Ao terminar uma tarefa, risque do lugar onde anotou; proporciona uma sensação de alívio por ter conseguido dar conta de determinada coisa e o nível de cobranças (internas, principalmente) baixa. Além do que se uma tarefa é esquecida, o pânico se alastra para todas as outras tarefas!

- conseguindo uma “organização” pela agenda, um segundo passo seria saber dar umas pausas nas leituras, estudos, etc. Assim, coisa de 10 minutos, pra ouvir uma música, ler um gibi (por que não?!), pintar, desenhar, fazer um carinho no cachorro, mandar uma sms pro pretê, olhar pro teto, qualquer coisa... por mais determinadas que estivermos, temos que saber parar alguns momentos.

- no quesito “comida” vale tentar fazer algumas substituições: ao invés de apelar pra doces coloridos e mega-calórcos, uma gelatina, que quase não engorda e você pode comer bastaaaaaante!
Bom, é um exercício interessante comprar uma caixa de bombons e deixá-la no seu quarto, tentando comer um ou dois por dia; conseguir isso é conseguir domar a ansiedade e sua via de escape, que é na comilança (apesar de ser algo meio difícil, a sensação de conseguir manter um ritmo e controle é ótima).

- pra cada vez que você perceber que se controlou, agiu de forma menos impulsiva e tals, se dê um presente, nem que seja um auto-elogio, um brinco, alguma coisa que simbolize uma vitória.

- o sono é bom, mas em excesso a gente deve ficar esperto. Porque pode ser uma forma de evitar o dia-a-dia tão temido. Pode dormir, mas estabeleça que a cochilada da tarde deve durar X horas e não se estender até a hora em que der vontade de levantar; use o bom e velho despertador e nada de recorrer ao “recurso soneca”. Dormir é ótimo, mas um sono bem dosado, não aquele sono-fuga nem aquele que temos por desânimo e coisas do tipo.

- às vezes a ansiedade pra que as coisas aconteçam acaba nos paralisando; às vezes vamos ao outro extremo, e saímos fazendo tudo conforme dá vontade, na louca, sem pensar nem um pouquinho. É bom, antes de falar, saber o que se vai falar, não simplesmente ficar naquela logorréia ou gaguejando; pra isso é uma dica escrever aquilo que se quer transmitir, organizar bem as idéias antes de falar serve de boa estratégia. Também, antes de sair dando piti ou falando poucas e boas pra alguém, pense, mas pense muito e com carinho, pra ter uma visão realista da coisa e não fazer uma intervenção errada (e bizarra) na vida de outra pessoa.

- outra forma de ajudar a controlar a ansiedade é dar o verdadeiro valor às coisas. Como assim? Simples: dar banho no cachorro é tão importante quanto estudar para aquela prova? Então se der menos atenção a um problema pequeno pode-se ajudar a evitar o estresse. Qual pode ser deixado para depois, ou quem sabe, delegado para outra pessoa? Delegar funções é característica de um bom líder!

- Pra ajudar no controle da ansiedade, você pode “testar” a verdade daquilo que nos angustia. Por exemplo, as vezes só o fato de saber que pode entrar um tanto de serviço, nos deixa já uma pilha, ou então imaginar que o nosso pretê vai reclamar disso ou daquilo, ou então que a empregada vai faltar amanhã e a sua tia vai chegar na semana seguinte com seus 7 primos malas... mas peraí... isso vai acontecer mesmo? Será que as coisas não vão mudar, o pretê não achou nada disso, o serviço não vingará e a tia decidiu ir pro Marrocos? Então nada de ansiedade por coisas que não são ainda concretas.

- a ansiedade no amor pode ser diminuída com exposições homeopáticas ao pretê. Explico. Assim como o exemplo do bombom, de comer um por dia e se sentir controlada, o mesmo pode ser com um “ah, hoje só darei um oi e um oi somente!”. Controle, afinal.

- É importante também não ficar imaginando a reação do outro... Não imagine o que seu chefe vai falar do trabalho que você está fazendo, não faça diálogos consigo mesma tentando saber qual vai ser a resposta do pretê e nem pense no q sua mãe vai dizer quando você sair com aquela mini-saia escandalosa... porque toda essa imaginação fica gerando angustia e ansiedade do que virá dos outros... então faça e deixa que a reação venha.

PS. Pra quem quiser participar dessa coluna e contribuir para o Divã, e nós do Divã tentarmos ajudar você também, envie seu caso/história/dúvida/angústia para nós no e-mail divarosachoque@gmail.com e nós analisaremos e postaremos assim que possível!! sempre sem idenficicação e sem expor alguém, mais detalhes veja mais sobre nossa coluna DEITANDO NO DIVÃ.


Posts Relacionados - Ansiedade.

26 comentários:

Bem Resolvida disse...

Aqui quem escreve é uma pessoa que foi diagnosticada por 2 neurologistas como tendo transtorno de ansiedade (http://pt.wikipedia.org/wiki/Transtorno_da_ansiedade)
mexo alguma coisa sem parar dependendo da situação...ontem enquanto discutia com SN sobre o que sentimos, o futuro da relação (que relação?) mexia meus pés descontroladamente....mas amém há mais de 10 anos parei de roer as unhas....

difícil dar alguma dica, mesmo sendo uma ansiosa, mas o que eu tento fazer é ter auto-controle. Se quero fazer alguma coisa que sei que me fará mal, evito. não faço. Tento me segurar....e assim vou levando.....

MELISSA S disse...

As meninas disseram tudo... Não dá para abraçar o mundo... O lance é fazer o q é possível e não se culpar pelo que deixou de ser feito... A vida tb precisa de edição, prioridades. Quanto à falar aquilo que vc quer logo de cara, e q assusta as pessoas, tb é uma escolha. Ousada, mas uma escolha. Vc poderia segurar a onda e ser estrategista ou mandar a real e ser mais autêntica. Eu acho que pessoas autênticas são sempre mais interessantes. Se quem estiver com vc, não achar o mesmo, parta pra outra... Afinal, existem tantos homens no mundo, não é mesmo? Bjs e boa sorte!

Máah Castro disse...

Eu já tive problemas com ansiedade, chega ser disconfortante e normalmente rende á grandes TIC's.
Por causa disso tambem eu engordei horrores... Um medico me indicou tomar um calmante, fraquinho só pra tirar todo aquele sentimento de andiedade que eu tinha, e depois organizar meu tempo melhor e sempre tentar deixar um espaço pra diversões á parte. Como á leitura de um bom livro, algumas horas assistindo filme...

É impossivel fazer tudo de uma só vez, mas se vc não se controlar e acima de tudo controlar seu tempo, essas crises de ansiedade nunca vão sumir.

Mariana Valente disse...

hahahahaha eu adorei o comentário sobre as doses homeopáticas... eu sou uma pessoa super ansiosa tbm, daquelas de ter dor de barriga antes de algo importante e no dia a dia, com problemas sentimentais ou acadêmicos, eu curava a minha ansiedade com doces... e taí os 834983984934 kilos a mais! oh tristeza!!! fora as crises histéricas de riso (vcs nunca viram né, hahahahaha) e a excessiva sudorese das mãos... mas aos poucos vamos cuidando de td...

adorei o post, beijocas!

Delirios de mulher disse...

Já tive um GRANDE problema com ansiedade,e esse problema incluía : insônia,comilança entre outras coisas péssimas.
Até toamr remédio pra dormir eu já tomei.
Aprendi a controlar.
Graças a Deus.
Uma dica é arranjar um tempo pra fazer exercícios físicos.
Cansam e aliviam o estress.

Bjs

Anônimo disse...

http://www.bolsademulher.com/forum/amor/f9/71967/

ADORO³!

Raquel El-Bachá disse...

Nossa! Esse post caiu como uma luva para mim! Eu sempre fui ansiosa, mas ultimamente essa sensação triplicou. Meus remédios já não fazem mais efeito e, por isso, já estou parando aos poucos de tomá-los. Vou por em práticas as dicas que vcs deram aqui para ver se eu fico mais calminha, zen. A ansiedade me mata, principalmente no final de semana.
Beijos.

BelaCavalcanti disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BelaCavalcanti disse...

kkkkkkkkkkkkkkk ADORO assustar o meu "prete"! na verdade, ele nem sabe o quanto..... isso por que ele ainda nem é meu prete e nem sabe o quao eu me divirto assustando o coitado (rsrs) Morre de medo, deve ficar nervoso kkkk imagine se me visse à la simone de beauvoir, tete à tete. Ele é um lindo, verdade seja dita. AMOOOO!Vou casar com ele!!!!(rsrs) acho que ele vai suar PACAS na hr "H". rsrs. mas ele é meu,não tem pra mais ninguém.

BelaCavalcanti disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BelaCavalcanti disse...

kkkkkkkkkkkkkkk ADORO assustar o meu "prete"! na verdade, ele nem sabe o quanto..... isso por que ele ainda nem é meu prete e nem sabe o quao eu me divirto assustando o coitado (rsrs) Morre de medo, deve ficar nervoso kkkk imagine se me visse à la simone de beauvoir, tete à tete. Ele é um lindo, verdade seja dita. AMOOOO!Vou casar com ele!!!!(rsrs) acho que ele vai suar PACAS na hr "H". rsrs. mas ele é meu,não tem pra mais ninguém.

Camilla disse...

Nossa, vou deitar nesse divã fácil fácil...

BelaCavalcanti disse...

Gostou da overdose, hein? kkkkkkkkkkk acho que alguem mais curtiu também kkkkkkkkkkkkk PASSA!!! ansiedade passa com a idade kkkkkkkkkkkkkkk ai, ce so da gargalhada.

jade disse...

Eu tbm sou muito ansiosa isso c certeza já me prejudicou algumas vezes eu tento trab esse meu lado ansioso pensando e muito antes de tomar atitudes precipitadas ou sair falando a primeira coisa q penso,nem sempre consigo,preciso melhorar e muito ainda,

bjus.

Renata - Mulheres Separadas disse...

Eu sou SUUUPER ansiosa, acho que vou ter que deitar no divã também. bjs

Maite Lemos disse...

Adorei o blog.
ja linkei.
Passem lá pra me visitar.
www.pensoemtudo.blogspot.com
bjnho

Juliana Dacoregio disse...

Dá logo uma Ritalina pra essa moça!

Jhennifer Cavassola disse...

Estou com problemas com ansiedade. A distancia da familia, ficar em casa enquanto o maridão está no trabalho, sei la.. muitas coisas tem levado a isso. Amei a dicas de vocês. Muitas já tinha lido a respeito. E é verdade, quanto mais a gente sabe que tem ansiedade, mais fica. Tive um problema com insônia que foi um terror. Passa no meu blog, tem postagem nova e quem sabe vcs podem me aconselhar a respeito.

Beijos

Gabi disse...

MUITO BOM POST!!!
eu tenho ansiedade e embora as dicas não sejam tudo...
pode ter certeza que ajuda horrores

bjos

Alice ainda mora aqui disse...

É como os 12 passos. O difícir mesmo é dar o primeiro. Provavelmente tenho o mesmo distúrbio que a bem resolvida lá de ciiima. To numa fase de tentandos. tentando nao roer unha, não fumar, não comer doce. Mas confesso que nao tá dando mt certo... Enfim, um dia de cada vez...

Srta. Bia disse...

Outra coisa comum é que as vezes somos ansiosas e nem percebemos. é esse desejo insano de ver tudo se resolver de não aguentar esperar, ainda mais hoje em dia com tantas coisas para fazer. o bom também é assumir que não dá para fazer tudo, que as vezes vai furar com os amigos, deixar uma tarefa para depois, somos todos humanos.
mas achei a técnica da caixa de bombom bem arriscada...rs.

Lari Bernardi disse...

Também sou ansiosa...

quanto menos coisa pra fazer, mais ansiosa eu fico.

e na vida amoosa, o medo vence a ansiedade... sempre...

;*

Jhennifer Cavassola disse...

obrigada pela atenção e carinho minha linda! :)
Fica com Deus, beijos

Jhennifer Cavassola disse...

Olá! Criei um sistema de bate-papo no meu blog. Fica logo abaixo de todas as psotagens. A primeira vez é preciso clicar sobre o nome que está usando, (é sempre o primeiro) e mudar o nick. Chamem amigos, aproveite! É tipo bate-papo uol, da até pra conversar no modo privado. Caso queira conhecer a sala o endereço é: http://xat.com/mulherdiferente

Beijos

Luana Pinheiro disse...

Acredito que a ansiedade seja um problema que atinge quase todas as mulheres. São tantas coisas pra fazer, em tão pouco tempo, e ainda temos o problema do perfeccionismo, que nos difere dos homens. Um prato cheio para termos um ataque de nervos! Achei as dicas bem interessantes, acho que vou adaptar algumas na minha vida!

Loira e Morena disse...

Adorei as dicas...
Sou mega ansiosa tbm!!!..rs

Beijocas da loira