quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Ansiedade

Título simples pra um problema complexo. Nem sempre identificamos a sensação, a sensação que mal é sentida, mas que nos impulsiona a atitudes. E assim vivemos de ansiedade.
Esperamos o ônibus, o telefonema, a proposta de emprego e a banda passar. Esperamos. E justamente por termos que esperar começamos a gerar em nosso interior a tal da sensação. Nem sempre o que esperamos é algo concreto; às vezes só esperamos que o tempo passe bem rápido. Ás vezes só esperamos que alguma coisa, qualquer coisa aconteça. E assim, esfolamos o esmalte das unhas roendo-as, gastamos as tampas em compras, comemos desenfreadamente, fumamos cigarros e mais cigarros, olhamos mais e mais no relógio.
De onde vem? E por que nos tortura tanto? Por que tentamos nos acalmar com atos impensados e, nessas, fazemos muita besteira?!
Sei que alguns carinhas também sofrem desse mal, mas concebo a ansiedade como um problema predominantemente feminino. Temos vontade de que tudo aconteça, logo. O mais rápido possível.
Diz meu escritor preferido em O Tempo e o Vento, que as mulheres nasceram para esperar. Ao me deparar com tal fala, fiquei surpresa. Ora, nós não somos construtores da nossa própria história? Então por que raios haveríamos de esperar?
Hoje entendo o Erico. Nascemos justamente para aprender a esperar. A lidar melhor com isso, que tanto nos incomoda, que tanto nos transtorna.
Não existe uma receita mágica parar pararmos de sofrer desse mal que nos acomete; tampouco para nos livrarmos dele permanentemente. O que podemos fazer é nos distrairmos de formas saudáveis, moderando a fome, o vício, os impulsos; usando toooda essa energia para correr, escrever, desenhar, qualquer coisa; tentar fazer com que o “problema” gerador de ansiedade não ocupe todos os seus pensamentos e tempo.
O friozinho na barriga é o ponto gostoso e saudável disso, sofrimento já é outra coisa.

***********

QUASE FAMOSOS

Nosso querido Divã está aqui, ó, nessa lista de blogs femininos do Sintaliga.
Vale a pena conferir e cadastrar seu blog também!

**********

22 comentários:

Rose disse...

Anna, bom ver vc lá em casa, viu?
Qto a ansiedade é bom esse sentimento, desde que não corroemos as unhas depois de feitas...rsrsrsrsrsrsr.
Não sou feminista aos extremos, tenho meu lado homem e o lado gay.Logo sou um pouquinho de tudo, mas que sou feminina, isso sou...Bastante.Entendeu?
Um beijoquito,e já te linkei,ok?

canseidexuxu disse...

Ansiedade...

Uma vez eu li uma frase muito boa, não lembro direito, mas a idéia que passava era: "esperar é reconhecer-se imcompleto". Perfeito neh? A gente não está feliz com o que tem, está sempre olhando adiante para se completar de alguma forma.

Deveríamos curtir mais o presente. Então ouvi outra frase, mais ou menos assim: "Adoro quando tenho que esperar, é tempo livre!". Não é perfeita também? Resume o tipo de atitude (saudável!) que deveríamos ter diante de momentos assim.

Valorizar o presente. Deveríamos fazer mais isso...

Beijos!
Xu

Mariana disse...

Ansiedade é um sentimento um tanto ruim, muitas vezes elas nos faz comer ou parar de fazer isso... Eu já tive, alias ainda tenho problemas com ela, cheguei a tomar até calmantes ((cruzes)) por causa disso e sinceramente, não é legal você sentir todo esse friuzinho mesmo sabendo que é algo normal.
rs
Beijinhos

olhos de clarice disse...

Oi Ana!
Bom saber que vc visita o meu blog tb... achei o seu link por acaso na net e gostei muito, principalmente dessa sensibilidade em escrever tão bem sobre as pequenas coisas.
beijos e até. Helô.

Rejane disse...

Ansiedade é até bom as vezes... ajuda a dar um tempero. Mas nada fora do limite!

Bacana seu blog!

Bjos.

MELISSA S disse...

Ah, ansiedade... Ela é ruim por um lado, mas por outro tempera a vida, né? Beijos

Carrie disse...

eu sou extremamente ansiosa. Sofro desse mal, que como já foi publicado inclusive pela revista "superinteressante" é o "mal do século".
Algo complicado de se lidar e de se curar...

Bjussssss

Carrie*

jade disse...

Ansiedade é bom mas tem q medir,é um pouco difícil eu sei por experiência própria mas quando bate a ansiedade eu tento na medida do possível, focar minha atenção em outras atividade,mas nem sempre dá certo.

Samantha disse...

Nossa concordo plenamento q a ansiedade é feminina rs... Eu sou mto anciosa e isso já me causou mtos problemas, inclusive bancários rs... É qm espera sempre cansa hauhauhau

bjao

Tata disse...

Anninha,
ânsiedade... sofro desse mal...kkkk
~Estou sempre querendo as coisas pra agora , já!!!
mas tbm sei me controlar..
Acho que equilíbrio é a palavra chave.
Saber enxergar até onde ir com a ânsiedade.
Mas por outro lado existe um tipo de ãnsiedade que é ótimo! Aquele de se sentir borboletas no estômago!Adoro essa!
bjim

Garotas de Vinte e Poucos disse...

Anna,
qdo estou anisosa, minha imagem é igualzinha essa da foto, devorando unhas, dedos, mãos.....

bjo
*lala*

Youko Watanabe disse...

Olá Anna...
Obrigado pela visita ao meu blog =)
Eu sofro dessa ansiedade desenfreada que me tira até o sono, a fome, ou me dá mais fome ainda...
Adorei o blog, vou linkar pra não perder de vista.

Ah, e eu como blogueira, já apanhei na escola.. li esse post e nossa, como vc disse tudo menina... nem acredito!
Vc escreve super bem..

Beijos

Renata - Mulheres Separadas disse...

Às vezes fico pensando o que seria do mundo sem a ansiedade. Lógico que encontro muitos prós, mas seria um mundinho bem chatinho, não acham?

Lígia Scalise disse...

Ai menina, nem me fala nessa bendita ansiedade. Tô numa fase up dela, de não saber mais a diferença do coração e do estômago.Dentro de mim deve estar tudo revirado... Bem, isso não é terapia, então, o que me resta é fazer promessa, ocupar a cabeça, ler, escrever, qq coisa. Aliás, preciso de uma boa benzedeira pra tirar a zica.. Conhece alguma? Beijo

Marie Curie disse...

Ansiedade, pra mim, é tudo aquilo que me foge ao controle! Mania de revisar, revirar, enfim, ver se tudo está rolando conforme o planejado. E nessa, como vc mesma disse linda, vai-se a banda. Fico tão cansada que no fim nem aproveito direito o que estava me dando tanta dor de cabeça. É, sou ansiosa sim. Demais até. Como seria bom se a vida já tivesse uns cortes direto pra parte boa, mas olha só, Anna, de vez em quando a espera FAZ PARTE da coisa boa! hihihi! Eu só estou falando isso por que não estou ansiosa no momento, mas quando estiver... comentarei aqui novamente! Bjos linda,adoreeeei o post!

Raquel El-Bachá disse...

Eu mesmo sou extremamente ansiosa. Ontem estava procurando o que fazer e ligando para as minhas amigas de noite para que a ansiedade não me matasse. Ansiedade para falar com alguém que não merece. Consegui me segurar. Ufa!
Parece que é um mal que atinge todas as mulheres. Minha mãe, minha irmã e minhas amigas são todas assim.
Beijos.

Anna Oh! disse...

Feedback:

ROSE: Thanx pelo link =) Sempre que dá tempo vou passear no blog dos nossos leitores. Assim q organizarmos um espaço, colocaremos mais links, ainda tá numa pseudo-reformulação ehehehe.
O blog não é feminiiista assim, até pq tem mulheres - e um homem com opini~]oes e visões de mundo bem distintas. MAs eu particularmente sou, militante! hauahauahaauhauE só não queimo sutiã pq tá caro.
Qto à ansiedade, deve estar um pouco presente sim, como motivadora e pra dar um "tempero" pras coisas. Mas o exagero, ah, aí não tem como.
Bjões!

CANSEI DE XUXU: tá poética tb... adorei as frases, e é bem por aí! O presente deveria ser mais vivido, aproveitado ao invés de desejarmos tanto q ele passe logo.

MARIANA: em casos extremos precisa de tratamento medicamentoso mesmo. MAs daí só trabalhando com psicólogo e psiquiatra pra avaliar se há tal necessidade. Às vezes o q poderia ser bom torna-se uma tortura =/

OLHOS DE CLARICE: Owwwnnn, obrigada! Como disse, vou xeretando sempre nos blogs das leitoras ;)

REJANE: exatamente! Perfeita a colocação, pq sem ela tudo seria previsível e monótono...

MELISSA S: e essa dualidade, a tentativa de equilibrar os pólos nos deixa meio malucas às vezes heheheeh.

CARRIE: acho q é um dos males do século mesmo. Ela, a depressão, a indiferença... o problema tb é qdo a indústria farmacêutica manda pau em remédios indiscriminadamente, induzindo (bom, pagando) pra q médicos nos entupam de coisas sendo q às vezes uma terapia resolveria. São temas bem emergentes. Lidar com a ansiedade é difícil mesmo, mas qdo percebemos q ela não está tão forte assim e pode ser controlada, vamos aprendendo alidar com ela.

JADE: nem sempre dá certo sim, mas qto mais vc tenta não se focar nela, mais aprende a lidar com seus sentimentos... ainda q sejam fortes, impulsivos e tudo mais.

SAMANTHA: ui, a ansiedade somada ao acrtão de crédito é uma união bem perigosa!

TATA: é saber dosar mesmo. Ai, as borboletas...

GAROTAS DE VINTE E POUCOS / LALA: hauahauahau, foto perfeita. eu não desconto nas unhas, mas tenho umas alergias q afloram com a ansiedade. Péssimo.

YOUKO: Ah, obrigada pelo link e pelo elogio =)
Passe sempre por aqui sim, é mto bem-vinda! Ah, descontar a ansiedade na comida tb nos leva a perdição... mas vamos aprendendo, né?

RENATA: certamente. A graça de algo acontecer tem muito da expectativa q depositamos nele.

LÍGIA: Olha, benzedeira eu não conheço, mas se eu tivesse um vidrinho de florais de Bach certamente viraria num gole só! hauahauahauahuah

MARIE: a graça de esperar é a expectativa de algo bom, ou da bomba logo, né?

Anna Oh! disse...

RAQUEL: ah, mas pelo menos vc ligou pra amigas, pessoas q merecem!
Conheci só uns 2 caras ansioooosos assim, de competirem com mulher de igual pra igual, mas na maioria das vezes, é a gente se roendo mesmo!

Andreas Ribeiro disse...

Então... de fato... naum acomete somente as mulheres... porém, parece que vcs são campeãs mesmo!!!

Tenho uns anseios as vezes, dessa coisa de esperar a pessoa ligar, aparecer, etc... mas nada q chegue a me fazer corroer/gastar/consumir

Beijão anninha!!!!

Mariana Valente disse...

Demorei mas apareci!!!
Entonces... acho que as mulheres são ansiosas por natureza mesmo!!! eu sou um exemplo de ansiedade pura... ansiedade pré-prova, pré-encontro, pré qqer coisa que vc possa imaginar... e isso me faz perder noites de sono e dá até assim um dessaranjo intestinal de vez em quando ahauahuahuahauhauhauahauhauha!!!

é bom tentarmos controlar esse lado, já cansei de passar vergonha com as mãos suadas e frias!!! (pelo menos aqui posso dar a desculap do calor uebaaaaa)

adorei o texto e eu tbm sou sua fã! vamos montar o fã-clube da Anna??? \o/

beijocas!

bee disse...

Entendo bem como é ..
ansiedades ansiedades --'
elevam nossas manias, são ações involuntárias..
Adorei o blog (:
Parabéns, consegue prender muita gente lendo-o :D
:*

Anna Oh! disse...

Continuando de novo...

ANDREAS: hauahauahau, fui contemplada com o título de Carrie devido aos chiliques q minha ansiedade me faz ter. Ow, vc é tão calmo, não te imagino com chiliques, sério.

MARIANA VALENTE: opa, fã clube? Eu quero! Mas ter vc e nossa cambada rosa-choque como amigosjá vale mais do q qqr fã clube. Minha ansiedade tb dá desarranjos intestinais... principalmente qdo se une a algum episódio de consumo abusivo de chocolates... ai.

BEE: Muchas gracias. O lgel dos textos é q, ao publicar, mtas vezes temos a impressão d q só nós passamos por isso... e dpois vemos q vááárias leitoras se identificam. Surpreende!