quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Cultura da Magreza


Como eu disse no post “do que os homens gostam”, vou abordar uma vertente que acredito que seja muito importante nesse tema, e uma importância que pra mim é quase social, pois esse é um assunto que tem muito a ser dito e creio que muito a ser mudado no comportamento humano atual.
Estou falando dos padrões de beleza que hoje são “ditados” pela mídia, que sempre variou entre as épocas e fases da história, mas da nossa fase contemporânea, eu chamo de “Cultura da Magreza”, ou seja, dentre tantos outros valores embutidos nos valores de beleza atual, está o de ser magro como uma necessidade básica, para as mulheres, pneuzinho aqui, um acúmulo de gordura ali ou qualquer coisa do gênero, é como se fosse o fim do mundo, mas será que é assim? Estou certo de quando lerem eu dizendo isso, claro que vão pensar “ué, mas é óbvio que isso é péssimo!”. Pois bem, pois agora eu volto ao tema, “do que os homens gostam”? Mais do que isso, ser sempre magra é bom para o que? Isso influencia aonde? Eu não sei, então eu vou falar sobre a questão de relacionamento homem-mulher e as inverdades implícitas nessa cultura ditatorial e as conseqüências negativas que podem ocasionar.

Dando a minha visão masculina e mais do que isso, a visão de muitos homens, pois nós conversamos queridas leitoras, e descobrimos os nossos gostos em comum e os que não são comuns e vejo como essa coisa da beleza estar nas mulheres magras é balela, alias, é muiiita balela, já cansei de ouvir comentários do tipo “aquela menina é bonita? Afff ela não tem nada” e endossando isso, vem aquela frase clássica “mulher tem que ter onde pegar”. Mas, se formos pensar, a beleza é totalmente subjetiva e está intrinsecamente ligada ao gosto pessoal e este gosto não é vinculado a padrões de beleza “comprados” pelos veículos de comunicação, não é uma questão das magras serem menos bonitas, ou das gordas serem mais bonitas, mas sim, do que cada mulher tem como sua beleza pessoal e o que cada homem gosta, pois nós não gostamos das mesmas coisas, já conheci gurias que pra mim eram um exemplo de beleza e que outros caras achavam “sem graça” e o inverso também já aconteceu.
Uma amiga minha uma vez me disse que se sentiu mal dentro da sala de aula, pois sempre se achava mais feia que as outras meninas, que eram “patricinhas, loirinhas, gostosinhas do cabelo liso” como ela disse, e ela era “morena, gordinha e do cabelo ruim”, quando eu ouvi aquilo vindo de uma menina que eu achava muito bonita, achei até por uns instantes que ela estava brincando, mas era sério, alias, muitooo sério, porque ela estava se deixando influenciar pelo modelo “malhação” e esquecendo das belezas de verdade. Agora vejam vocês, um caso como esses, uma menina pode ficar traumatizada por isso, se sentir mal, ter comportamentos depressivos, anti-sociais e uma porção de outras coisas negativas, e a troco de que? Eu respondo: A troco de valores sociais equivocadamente passados à diante. Uma menina bonita, inteligente pode ter problemas sérios pessoais por causa disso.
Antes que venha alguma guria aqui e diga “ahhhh, mas eu to cheinha mesmo” ou “ahhh, mas eu não sou bonita” eu respondo antes... besteira!!!
Se tem uma coisa que eu aprendi a duras penas, é que a beleza não pode ser medida, sofri por muitos anos por me considerar o cara mais feio do mundo, mas depois de alguns anos, eu percebo que eu posso ser a pessoa mais feia do mundo pra muita gente, pode ser pra muita gente messsmo, que seja, mas sei que sempre haverão pessoas que me acharão bonito, que dentre as minhas características e minhas “qualidades” encontrará algo de que gostam! Portanto, não podemos viver nessa mentira para nós mesmos que somos “isso ou aquilo”.

Pra terminar meu post, vou falar sobre aquele assunto que é o amigo e o inimigo das mulheres, da relação de amor e ódio com o que passa de solução pra problema num piscar d’olhos, os famosos Regimes!
É impressionante a quantidade de modalidades, jeitos e formas de se fazer um regime.
Da água, do biscoito, do chá, da sopa, dos carboidratos, dos peptídeos ou sei lá mais do que, surge pra cobrir todos os “gostos” e pra sempre as mulheres terem mais uma esperança, tendo em vista que, se eu não emagreci, é porque o regime da banana não era bom, mas agora eu farei o do espinafre refogado e minha vida vai ser outra. Talvez seja outra, porque as mulheres ficam por muitas vezes se alimentando mal, sem um acompanhamento de um nutricionista, não respeitando os valores do próprio corpo, não entendo os próprios limites e pondo em risco a própria saúde. Todos sabem que isso pode acarretar em coisas mais sérias, nas doenças que hoje em dia estão em alta, e até mesmo são “cultuadas” em alguns grupos, a Anorexia e a Bulimia! Quando eu digo para alguém que tem que ter cuidado com isso e tals, parece que eu estou fazendo “discurso de pai” e que isso não vai acontecer... mas isso vem acontecendo, muito, com muitas mulheres (e até entre homens isso está começando a surgir) e essas são doenças que tem como princípio, esse conceito da cultura da magreza, vejam se há casos de bulímicas em séculos passados, quando mulheres magras não eram muito conceituadas.
Dentre as meninas que eu vejo fazerem regime, pelo menos 80% eu digo que NÃO PRECISAM!! Mas quem sou eu pra dizer, não é? Claro que sim, cada um tem o direito de fazer aquilo que te fará se sentir mais à vontade, mas eu estou na posição daquele que vê a mulher e sua beleza, e aí eu afirmo que não precisa e daquele que está vendo os valores culturais implícitos nisso , portanto, meninas, antes de pensarem seriamente nisso e antes de se meterem nessa de “preciso emagrecer”, “preciso de um regime” e “nunca mais como aquele chocolate”, pensem seriamente do que vocês precisam mesmo, saibam valorizar a sua beleza natural, sem ter que forçar para engordar/emagrecer ou para ficar assim ou assada.

Do que vocês realmente precisam para ficarem bem? De um regime, de uma luta contra a balança só para poder mostrar à próxima que você pode ser magra? Ou de se valorizarem como são e poder mostrar suas belezas sem se envergonhar de nada, visto que não será passível de vergonha se você realmente crer nisso.

O Andreas fica por aqui e adorará ouvir a opinião feminina sobre o tema! Sintam-se à vontade de me criticar, se for o caso!

Beijos

20 comentários:

Anna Oh! disse...

Andreas, querido... já tivemos vários arranca-rabos com essa temática, mas imagem é uma coisa ferrada, qdo vc encasqueta q não tá bem, difícil tirar essa idéia da cabeça. Já passei por regimes q acabaram com isso e tive alguns transtorneos alimentares. Não me orgulho nem um pouco disso, porque, qto mais eu emagrecia, mais insatisfeita ficava... e se engordasse, tb ficava insatisfeita. D uma certa forma, admito q isso é uma doença, pq eu às vezes não sei distinguir o normal do abuso de alimentos, e daí rolam as tais "orgias alimentares". Hj eu até tento me gostar da forma q sou, mesmo já tendo ouvido d vc e d outras pessoas d q "não é pra tudo isso". Às vezes é, pq às vezes a imagem distorce... às vezes não é, eu não sei. É uma oscilação e uma luta interna mto gde...é um trabalho ferrado em cima de auto-estima, confiança e controle... e, lógico q tem influências externas, mas existem questões subjetivas pra essas neuras... yo creo.
Ainda assim, o post foi mto bom e pretendo reler sempre q me der um piti.
Bjus

B. disse...

Adorei o post! ano passado fiz um super trabalho na escola sobre isso e me surpreendi muito com as coisas que vi!
Muito interessante!
bjs

canseidexuxu disse...

Oi Andreas,

Minha opinião é a seguinte: tenha uma vida balanceada. Se vc se alimenta normal, com variedade e coisas sáudáveis na maior parte das refeições (sem dieta), faz exercício que te dá (pelo menos um pouco de) prazer e tem um tempinho por dia pra esvaziar a cabeça e relaxar, tudo vai pro lugar!

Quando fazemos isso, o corpo fica ao nosso favor, nem de mais, nem de menos, a auto-estima fica em dia e consequentemente o bem-estar se instala em todos os sentidos!

Não adianta se sentir linda na marra se vc não faz exercícios nunca! Pq fica sem as substâncias benéficas que o corpo produz com movimento, começa a ficar flácida e depressiva. Não adianta forçar a auto-estima se vc se empanturra de doce e farinha branca! Isso te deixa sem brilho e começa a acumular porcaria, tanto no lado mental como no físico!

Por isso que a ditadura tá errada. Mas vc se acomodar num estilo de vida ocioso esperando bem-estar, tbm é loucura.

Beijos! E ótimo post, assunto polêmico! :)

Xu

Black Cat disse...

Concordo com a Srta Anna. É difícil você se aceitar como é e entender que a beleza está no seu natural, e que a confiança te torna mais bonita e atraente. Vamos a um exemplo. Você, Andreas, me conheceu pesando 72 kilos, nos meus 1.85 de altura. Me viu passar pelos 98 kilos e voltar aos recentes 76kg (que insistem em não descer mais! hahaha).
Durante o período mais "cheinha", ouvi de um milhão de pessoas, inclusive de você, que eu não estava gorda, e sim que sou grande. Agora, por favor... alguém me defina esse ser "grande"?
Isso não entrou na minha cabeça... no way! E só fui atraz de um regime porque eu sabia que não era o meu normal, e hoje estou bem mais segura e sem paranóias (apesar de querer eliminar mais uns números, hahaha).
O que eu quero dizer com tudo isso é que depende do que cada um está sentindo. Temos que pensar na gente! Em como somos e não como queremos ser iguais aos outros.
Ah, sei lá... esse comentário ficou um pouco confuso... ahauihaui
Mas meninas, quem quizer a dica emagrecedora me procure (sem ficar bravo Andreas!) :P

Bem Resolvida disse...

Bom eu nunca fiz regime e nunca me preocupei em comer menos, mas o biotipo da minha familía é de pessoas magras e sei que mesmo comendo um boi inteiro não vou engordar, e por isso eu como, mas mesmo se eu tivesse tendência a engordar eu acho que não me escravizaria aos regimes e dietas, mas sim procuraria fazer exercícios.
O que eu ouço de mulheres comentando de seus regimes e dietas...mulheres QUE NÃO PRECISAM...me faz virar de costas pra elas e revirar os olhos. Aqui no trabalho teve uma menina de 22 anos que chegou ao cúmulo de fazer lipo pra tirar pneus. Detalhe: Ela é ainda mais magra do que eu, não tem bunda, não tem cintura, não tem peitos E NUNCA TEVE PNEUS!!
hoje e dia a sociedade exige mais das mulheres em relação ao corpo e elas acabam exigindo mais e mais delas mesmas....
Eu não exijo isso de mim, embora as vezes eu cisme que estou com alguma barriguinha mas é só "umas horas acompanhada" que a cisma passa...pq eu vejo que a cisma não tem razão de ser...
concordo com vc. 80% das mulheres que fazem regime não precisam.....
ótimo assunto.
bjs!

marcella disse...

Andreas...
Minha primeira vez aqui.
esse seu post ta sob medida pra mim rs.
Vamos la...
tenho um metro e meio... e de uns anos pra ca, engordei 10kg... E isso é um verdadeiros dilema, pq nao importa onde vou, quem me ve, comenta. nossa, vc engordou.
por ser pequenininha, mignonzinha, e talz... os homens sempre correram atras de mim... agora q engordei, bem, isso diminuiu horrores.... pq a sociedade é MUITO preconceituosa e infelizmente quem esta acima do peso é excluido socialmente, fica recluso a um limbo social. luto muito contra isso... pq é dificil lidar com a vaidade. mas fico revoltada, pq eu nao sou apenas isso q ta por fora, que é efemero. ACABA!
sou uma menina inteligente, cheia de qualidades... mas a sociedade insiste em ver apenas o superficial. e isso, pq eu peso modicos 55kg...
enfim, acho super valido emagrecer por saude... mas essa ditadura da magreza tem q ter um fim. esse padrao estetico é brutal, forma uma legiao de recalcados, infelizes e cheios de traumas e complexos.... Acredito que é preciso fazer algo, mas nao sei o q... pq qd falo isso para as pessoas, elas debocham, nao levam a serio...

ai, desculpa o desabafo rsrsrsrs

E abaixo a ditadura da magreza!

Miranda Priestly disse...

não vejo beleza nessa magreza exagerada.

Marie Curie disse...

Ai andreas, isso é pq eu não comia desde domingo? Eu tava doente, tá, hahaha! Mas agora já está normalizando, o estômago parou de doer!
Bem, mas olha, adorei seu post! Mesmo por que eu encaixo certinho. Para todos que me veem ao vivo, reparam que sou acima do peso. Um bocado até. Mas também sabem que eu controlo alimentação, fiz academia por um ano, corro, caminho, danço quase todo fim de semana, tenho um peso estável e vivi assim minha vida toda. É claro que eu pensava logo:poxa, sou feia, é por isso que eu nunca vou arranjar ninguém, e o sentimento piora quando a menina bonita pega o cara que você tá afim ou quando se estuda em uma escola cheia dessas pseudo patys, que não dão sossego nunca. Eu cresci uma menininha insegura, triste, e foi no ensino médio, foradaquele meio, que recebi os primeiros elogios, que aprendi que tem muito mais do que a "estampa", que eu era engraçada, doce... enfim. Quando levamos umas pancadas da vida sempre abhamos que á culpa é de algo que podemos reformar, como cabelo, peso, espinhas, sei lá. Mas no fim, aprendi que de vez em quando merda acontece, oras bolas! E não é sempre nossa culpa! Então hoje é claro que de vez em quando bate uma deprezinha, mas aprendia me vlorizar,a me ver bonita, a compensar por outros lados (humor, sinceridade) e tento usar isso ao meu favor. è uma luta constante, mas vamos que vamos!
Bjos, parabéns de novo Andreas!

Mulherzinha Sim! disse...

Anna e Marie, o Mulherzinha Sim! está de cara nova e eu gostaria muito de suas opiniões.
E o resto do pessoal, cadê a visitinha? hehehe

Beijosssssssssss
_______ * _____

Mulherzinha Sim!

Relata as aventuras de mulheres bonitas, independentes, profissionais de sucesso em suas carreiras e à procura de um grande amor. Ou pelo menos, um Homem para chamar de Seu!

Filosofias de botequim sobre namoros, ficantes, amizade colorida, comportamento e tudo o mais relacionado a esta atmosfera terão vez aqui.A idéia é abstrair um pouco das mazelas de ser solteira, dos homens que encontramos por aí e dar risada ou palpites de coisas que só nós, mulheres, vivenciamos e entendemos.

*•·• -=|KÅ®ÎÑÅ|=- •·•* disse...

hsuasuahsuhsuhsuahsua
Se inspirou em mim Andreas? Só pq eu te falo todos os sagrados dias q eu tô gorda ou que engordei ?!?! É? É? É? hahahahah =D

"Dentre as meninas que eu vejo fazerem regime, pelo menos 80% eu digo que NÃO PRECISAM!!" ...ainda bem q eu tô nos 20% né... fiu*
ihihihihihihiih

Eu sei q eu não sou goooorrrrdaaaaa... mas eu me acho... mais cheinha do q eu gostaria... rsrsrs... e também eu sou baixinha né... tudo fica mais dramático!!! se eu tivesse 1,70/75 não reclamaria de pesar meus 54,55,56,57 kg [meu peso esta variando nessa faixa :S]...

Com fé em Deus, se minha gastrite ajudar, se o Hipotiroidismo não atrapalhar... chego aos 51 ou 52 hsuahsuahsua

=))

Mulherzinha Sim! disse...

Black cat, obrigada pela visita e pela opinião. Como é esse lance de deixar as colunas divididas em porcentagem? Eu não sei...

Beijos

Marie Curie disse...

hoje me sinto especialmente inspirada andreas, e, por Deus, seu post tá muito completo, então vou deixar mais uma divagação por aqui.
Do mesmo jeito que muitas vezes nos arrumamos pra outras mulheres, a opinião delas nos importa, entende? Dói mas é verdade... tem momentos em que nos preocupamos tanto em "encaixar", em só tocar a nossa vidinha sem ser incomodada que ser parecido com todo mundo é confortador. Hoje me destaco, me acho mais bonita,mas ainda tem a menininha de antes gritando na minha orelha que o melhor é fazer o que as outras pessoas querem esperam de vc, dos padrões, por que assim as coisas serão mais fáceis. Complicado...
Bjus de novo Andreas!

teaguentanosalto disse...

Precisei fazer um seminário semestre passado, e podíamos escolher o tema, escolhemos exatamente isso! Aqui está todo nosso trabalho praticamente huahau realmente é incrível o número de meninas que está ganhando bulimia e anorexia, nós , no trabalho, fixamos mt na mídia, o quão a mídia influencia jovens atualmente!
uma vez fui ficar com um guri, na praia.. e eu estava com vergonha pq estava uns quilinhos acima e ele mesmo disse que mulher tem que tar uns quilinhos a cima, se nao não tem graça hahaha ufa! a gente é boba, e nos preocupamos demais.. o negócio é se sentir bem e nada mais! adorei o post! parabéns! beijos, L.

Samantha disse...

Andreas, pra começar tb acho beleza um conceito subjetivo, acho q quanto mais somos amigas das pessoas mais as achamos bonitas. Mas as mulheres tem um inimigo ferrenho quando se trata de peso, o espelho, na maioria das vezes nao gostamos do que vemos e para isso temos os famosos regimes, eu sou o tipo de garota que o peso flutua como o indíce BOVESPA, e por questões de saúde e de um pai que fla q eu to explodindo eu to sempre de regime.
Já tentei ser do tipo desencanada, "foda-se, sou gordinha mas sou feliz", não durou um ano essa postura, estamos sempre procurando estarmos melhores, pros homens sim, mas principalmente pra gente...

bjao

Andreas Ribeiro disse...

Brigadooo pára as meninas que comentaram no post... esse tema tem sido bastante abordado nos trabalhos acadêmicos... isso é bom

Canseidexuxu: concordo que a alimentação tem q ser balanceada e junta de exercícios, agora vamos convencer as menina de regime quanto a isso

Black Cat: eu te conheci dos 2 jeitos sim e não tinha problema nem em um, nem em outro, oras...

Bem Resolvida: pois é, eu tbm naum engordo, nem se comer uma boiada toda... vou fazer um regime de engorda... uhauhauhauha brincadeira

Marcella, seja bem-vinda!! volte mais vezes ao nosso divã... hehe... pois é, mas esse "preconceito" vai gerando outros, pois cada um que se deixar levar por esses ideais estéticos vai acarretar em problemas

Marieee: Num tem q ter deprezinhas não flor!!! bola pra frente q é nóiss e nada de pensar no q a vizinha vai dizer

Karina: vc faz parte dos 80% ¬¬'.. histética... hahahahaa

Samantha: é, não tem jeito disso não estar vinculado a auto-estima... mas precisamos conter ao máximo isso... se não... já viu aonde vamos parar

teaguentonosalto: hahaha é isso ae!!! tem que ter onde pegar, como vamos ter a pegada assim? hehe

Beijosss
Andy

Ana Julia disse...

Andreas, concordo c/ tudo q vc escreveu. Engraçado que hoje postei sobre minha alimentação, dieta, etc... só que tem um detalhe: eu não quero ser magra... acho feio mesmo. Quero ser sarada, sou praticante de musculação e faço pq amo (se não amasse, garanto que não estaria há quase 5 anos fazendo musculação). Mas tb não deixo de aproveitar as delícias da vida por conta disso (hahahaha... essa é a parte mais complicada, adoro comer)! e apesar de não ser sarada (ainda), já me sinto linda, de bem comigo mesma e é isso que conta, né?!

Mariana Valente disse...

Andreas querido... acho que vc já enjoou de me ouvir contando as calorias né??? hahahahaha... Falando sério agora, eu acho que se a pessoa resolve emagrecer e até faz dietas loucas (como eu por exemplo) tem que ser por um motivo próprio, dela não estar se sentindo bem com o seu corpo, questão de dar um UP na auto-estima... Não porque alguem chamou vc de gorda ou porque vc quer ficar igual às meninas da revista, malhação, modelos anoréxicas e tal... No meu caso por exemplo, eu nunca fui magrinha, não tenho corpo pra ser mignonzinho, minha estrutura óssea é de gente grande, fiz 10 anos de natação... Imagina esse trambolhão de 1m80 magricela? Ia ficar uma graaaaaaaaça!!! Em dois dias emagreci 2kg, e fiquei mais feliz comigo mesma, pois estou alcançando meu objetivo, não pra parecer com alguem mas pra me sentir mais bonita... Afinal, quem vê blog nao vê barriga né??? (hahahahahahahahaha)

Beijos da Mari neurótica que conta calorias

BelaCavalcanti disse...

ANDREAS: Ótimo seu texto, amigo, mas comigo não tem jeito, tenho PAVOR a gordura!!! Acho mulher gorda HORRÍVEL!!! Tenho uma luta ETERNA contra a baçança - visto que quase TODO santo dia alguém me telefona pra sair = beber, comer... PHODA! Malho quinem uma louca, faço nataçao, amo sport. Mas se não trancar a boca e ficar em casa quietinha à noite, durante os quatro dias da semana (segunda à quinta) engorda MESMO!!!

Rosa Canela disse...

Olá Andreas ..adorei o tema de hoje..
Mais acho que contrario um pouco a maioria das mulheres, sempre fui gordinha ..sempre mesmo e nunca tive nenhum problema com isso, por incrivel que pareça em época nenhuma da minha vida ..
Mais concordo quando diz que este padrão de beleza que a sociedade impõe é absurdo, mesmo por que mesmo que eu emagrecese 40 kilos jamais ficaria com o corpo da Juliana Paes ..cada um tem seu biotipo, não prego tb o relaxo com o corpo, mais não fico maquinando formas mirabolantes de emagrecer , quando axo que esta fazendo mal, que estou me sentindo mais cansada e tal fecho a boca manero nas besteiras e cervejinhas e emagreço assim sem culpa sem pressão por conta de um corpo perfeito.
há amigos que dizem que se eu emagrecer vou perder a graça ...rsrs ...

Acho de verdade que o importante mesmo é estar de bem com vc ...reconhecer seus limites e o que realmente espera do seu corpo..

Por que acreditem não existe ser mais insatisfeito com TUDO do que a MULHER...rsrs

Beijosss

Rosa

letícia disse...

gente eu acho muito engraçado isso .. todas as meninas que eu conheço querem emagrecer (nem que seja um pouco + querem) e fazem de tudo pra q isso aconteça e adivinha só .. não acontece ! eu acho isso mto engeraçado pq no meu caso , eu como de tudo , do tamnho da fome que eu estiver , não vou além dos meus limites nos exercícios físicos nem nada e SEMPRE fui muito magra ... acho q eu sou um dos únicos casos no mundo shushuhsu