terça-feira, 17 de agosto de 2010

Um Sábado Rosa Choque

Eu e Anna estudamos juntos na faculdade e conhecemos a Marie através de minha amiga de algum tempo, a Black Cat, que disse que ela seria uma pessoa muito legal pra juntar à equipe do Divã. Nos encontramos na lanchonete/padaria/buteco próximo à facul e vimos que ela era “das nossas” e ela começou a fazer parte do time! Os 3 solteiros e vagais, decidimos que deveríamos fazer algum programa, alguma balada e tentamos marcar algumas vezes, até que finalmente saímos em um sábado, a programação foi: Cultura, culinária e balada.

Nos encontramos de tarde no Centro Cultural Vergueiro, lugar na região central de Sampa que tem várias coisas interessantes culturais, nesse dia fomos assistir à amostra de Cinema Russo (hahaha isso mesmo) e eu insisti e consegui levar meu irmão junto conosco.
Entramos atrasados no meio da primeira sessão, com um filme de guerra em Preto e Branco, eu e meu irmãos sentamos ao lado de um tiozinho que ficava fazendo barulhos esquisitíssimos com a boca e com os braços, as meninas sentadas atrás de nós rachavam o bico enquanto tentávamos assistir ao filme com aquele incomodo. Não demorou muito e percebemos que o filme era bem chato, mas resistimos até o final.O segundo filme que encaramos, começou conosco descobrindo pelos ingressos que ele seria legendado em espanhol, que beleza! Anna com seu sangue latino se sentiu em casa, nós, uns peixes fora d’água, mas fomos lá.
O filme dessa vez era colorido, o tema? Guerra! E fomos aos poucos conseguindo acompanhar a película, se ainda fosse dito em inglês, dava pra arriscar, mas em russo não rola, né?
E também surgiram figuras estranhas na sessão (amostras escusas e gratuitas da nisso), primeiro um casal na nossa frente, que sacou uma garrafa de vinho e começaram a tragar tudo, se beijar de forma meio escandalosa e vira e mexe eles batiam no joelho da Marie (ou seria no meu? rs) Além deles, surgiu um cara no meio da sessão, com uma baita mala de viagem, de dar inveja a muitos soldados do exército e se acomodou, ficou uma meia-hora lá e quando o filme chegava ao seu clímax, ele se levantou, pegou sua bagagem-casa e saiu e a gente olhando com cara de “ué?” Mas ao final do filme, não é que esse era legal?
Após essa sessão proveitosa, contactamos nossa amiga Black Cat e fomos lá na Rua Augusta comer comida mexicana!
Eu nunca tinha comido e me surpreendi por ser tão bom! A Cat estava com o então cônjuge e alguns amigos, ficamos um bom tempo lá (boa parte do tempo de pé, porque o lugar é um ovo), eu consegui sujar minha camiseta de chocolate e depois de boas risadas, resolvemos partir, não convencemos a Black Cat de ir para a balada, mas fizemos uma parada em sua pra Anna e a Marie se produzirem pra noite (ui).
Eu e meu irmão, próximos de casa nessa parada, quase desistimos da última etapa do sábado, mas fomos nessa, destino: Balada anos 80 a Autobahn, no centrão aqui, ao lado do metrô Anhangabaú, em uma noite especial, comemoração dos 50 anos da Madonna!

Lá fomos nós, a Marie que conhecia, eu sou meio por fora e nunca tinha ouvido falar... é uma balada meio chick para os que eu costumava ir.Anna, com pretensões de flertar com estranhos, foi a primeira a sumir do grupo, foi laçada por um rapaz e sumiu com ele beijos e balada adentro.
Havia um tempo que eu dizia a Marie que ela combinava com meu irmão, que ele se encaixava no perfil nerd de óculos que a atrai e eis que ela me diz que eu tinha razão e ela tava afim dele. Arrastei o Sr. Ribeiro 2 (hahaha) para o bar e falei da Marie. Eles logo se aproximaram e não demorou muito pra eu vê-los se pegando.Euzinho, havia visto uma guria passando por mim e cismei com ela, ela ficou próximo de nós (do lado da Marie) numa rodinha com mais 2 amigas e nem me olhou, então desisti, resignei-me a ser o único a não “faturar” na balada e fui dar uma volta! Depois de uma meia-hora, voltei aonde estávamos e não havia mais ninguém lá, exceto a guria sem as amigas. Respirei fundo e fui dançar com ela e pouco tempo depois já estávamos nos beijando.
Depois de um bom tempo, saímos da pista e fomos nos conhecer mesmo.
Final da balada, encontro Anna largada nos sofazinhos e Marie com meu irmão próximos e com o dia pra amanhecer, partimos.
Porque contei essa história? Porque isso foi no dia 16/08/2008, completou-se ontem 2 anos desse episódio e pensei como o Divã já existia ativamente naquela época e como ele influenciou as nossas vidas. A Marie está com o agora seu noivo, o Sr. Curie conhecido antes como meu irmão e eu estou com aquela garota da balada, a Sra. Ribeiro, que não temos nenhum contrato nos firmando, mas que já estamos morando juntos há 9 meses.
E por conta do aniversário dessa data, relatei aqui como foi aquele dia Rosa Choque. Pena que não temos fotos do dia, mas ele estará guardado conosco.

Beijos
Andreas

PS. E a Anna com o carinha? O velho truque do número falso do celular e byebye guri. rss
Madonna, o som que nos embalou aquele dia!!!!!

8 comentários:

Pollyanna Carvalho disse...

ooo \o/ . E as pessoas não levam a balada a sério!!!!

hehehe

Andreas Ribeiro disse...

R: É verdade Pollyanna!!! dizem que não se pode namorar "pessoas de balada"!! Claro que eu discordo rs

Daia.BSilva disse...

Olôko! Que legal, um dia que marcou a vida de vocês "para sempre"! :)

Andreas Ribeiro disse...

R: Foi sim Daia, uma data muito legal e achei que era um bom momento desse compartilhamento etnografico com vocês rss

Marie Curie disse...

Andy, que fofo esse post para nós! Pois é, quando tem que acontecer não tem essa de lugar ideal, primeiro encontro perfeito. Fazemos aniversário de namoro no mesmo dia (você e seu irmão, gauhuahuaha!) e ano que vem estaremos comemorando a despedida de solteiro!!! Bjus rosa choque pra vcs Sr e Sra Ribeiro!!!

Os: agora o Sr Ribeiro 2, antes seu irmão, será o Sr Curie! hauhauhaa!

Ah, vc esqueceu d falar que a Anna acabou é dormindo no sofá da balada!

::::FER:::: disse...

eu sou super nostalgico to sempre relembrando minah epoca de baladas e tals... gostei me indentifiquei muito .......


:::FER:::

Marie Curie disse...

Na verdade, a nossa música é Like a Prayer da Madonna, que eu disse que existia e vcs ficaram rindo da minha cara achando q era surto de bêbada! muito mau vc, Andreas!

http://www.youtube.com/watch?v=lA983t3Rdzs

Natalia disse...

Não sei se receberam meu comentário, mas lá vai tudo de novo.

Uma amiga coincidemente gostou e postou o blog de vcs no twitter, eu entrei pra xeretar e tb gostei.. e ai vi que vocês postaram sobre o tollocos (restaurante de comida mexicana). rrsss

Eu estou fazendo o meu tcc de marketing sobre ele, será que vocês me ajudarariam respondendo uma pesquisa? Não leva nem 5 minutos

O link é esse http://migre.me/1j763 fizemos no googledocs, não terão problema algum.. pode clicar sem medo.

Thhhkkkssss

Bjs

Naty