sexta-feira, 19 de junho de 2009

Dia dos namorados... atrasado!

Por Anna O. & Andreas Ribeiro
(de volta ao planeta Terra)

Olá novamente queridas(os) leitoras (es)!!!!
Como vocês sabem, o dia dos namorados já passou... mas nós viemos aqui, atrasados na maior cara lavada, justamente pra falar dos atrasos nessa data.
O dia dos namorados é mais uma das datas “especiais” do nosso calendário, mas talvez a que mais interesse para nós, no Divã (e pro ramo moteleiro).
Muitas pessoas a consideram uma data “comercialóide” sem grande importância, pois o que vale são as datas específicas do casal e não as pré-determinadas. E para alguns (principalmente os homens) nenhuma dessas datas importam muito... o que conta mais é estar junto, etc.
Mas e se chega no dia, algum dos membros do casal cria uma baita expectativa, com flores, jantares, dormidas/trepadas homéricas fora de casa, presentes e acontecimentos especiais... e o seu parceiro simplesmente “esquece”? Deve ser um balde de água fria para qualquer um!
E ae ele chega no dia seguinte, dois dias depois ou até uma semana, com a maior cara lavada e um presente “de desculpas”, de dia dos namorados atrasado...
Aceitam-se as desculpas? A mágoa fica para trás?
Então a data conta só como presentes mesmo? Se ele for dado, mesmo que atrasado, tudo bem? Ou também não podemos fazer tempestade por um esquecimento?
Tudo depende da situação: se uma mulher esquecer o Dia dos Namorados e o digníssimo dela lembrar, ele provavelmente não vai demonstrar que se importa taaanto assim; entretanto, nas profundezas de sua cabeça, ele pode sentir um “peso” a mais e assumir o complexo de corno, ou pensar que ela é uma relapsa com comportamentos masculinizados e relaxada (porque eles também são neuróticos às vezes). Já se o guri esquece a data ou do presente da guria, vocês sabem, a maioria dá lá seu showzinho (embora algumas não liguem mesmo pra isso).
Resumindo: esquecimento gera insegurança. E quando o relacionamento ta mal das pernas e alguém já anda inseguro, a coisa se agrava.
O grande barraco é o indicador de uma grande insegurança. Claro que é legal comemorar, ganhar presente, dar presente e tudo mais, mas nada disso vale os demais dias do relacionamento. É indicador cruel da insegurança também quem se obriga a fazer tudo intensamente nesse dia e a contar com a euforia ao invés de uma alegriazinha boba. Indicador de interesse é a namorada sedenta por presente... e por aí vai.
Cada forma de lidar com o esquecimento do outro tem íntima relação com a história do casal, sua situação atual e as expectativas de cada um. E se estar a dois é pra compartilhar, que sejam compartilhadas as expectativas frustradas, a vontade de esgoelar o outro por ser cabeça-de-vento e de, depois, comemorar o dia dos namorados... todos os dias.

******************************
PS:
Muita coisa acontece no quarto. Momentos inesquecíveis, posicionamentos estranhos, delícias, períodos de sufoco, de ficar sem fôlego e de, finalmente, descanso.
Pois bem, caros leitores, no quarto ano da faculdade passamos por tudo isso, a gente conseguiu se f* de estudar pra que agora, retornemos felizes e sorridentes (e em férias) pro nosso querido Divã!
Retomamos nossas atividades com algumas novidades, surpresas e cretinices. Aguardem!

14 comentários:

*K-rol* disse...

uhull!

eu tinha até sentido falta da bagunça no divã!!

sobre o dia dos namorados, eu nunca passei por um com namorado oficial...
mas uma vez eu estava ficando com um sujeito ha algum tempo jah, e achei que merecia um presente...

fikei triste... mas depois vi que ganhar presente dele estava fora de cogitaçao... nem quando namoramos ele me deu alguma coisa!

superei!

beijos mil e bom fds!

Denise disse...

Criar expectativas é F . né?

quanto as novidades.estarei no aguardo.

beijo

Denise

Dona da Mini-saia disse...

Poisé, e isso aí aconteceu comigo, rsss... ele esqueceu do presente, apareceu de roupa maltrapilha pra irmos jantar (enquanto eu fiz uma cesta "mara", coloquei salto alto e casaco de pele... pensa no friiiio que tava).

Tínhamos combinado de jantar num local super fino e tal...enfim, eu não dei piti, a gente acabou numa pizzaria, e só no dia seguinte, quando recebi umas flores é que falei umas coisas - até porque não é o primeiro "esquecimento" dele.
Mas, acontece, e estamos (ou estou?) tentando rever alguns valores, né!

Eu mereço!! Perdoei o primeiro, o segundo... haja paciência e amor, viu!?

Rosa Canela disse...

Aiii saudades de vcs ... quanto ao fátidico dia ..aiii cheio mesmo de expectativa e ai do namorado que não fizer mensão a este dia ...ummm é forca mesmo ...hauhauaha


beijos

Rosa Canela

Desabafando disse...

Acho que eu ficaria chateada se a data passasse em branco..ainda mais com tanta coisa na mídia lembrando do romantismo e desse dia...enfim..não tenho namorado por enquanto então não tenho que me preocupar com isso por agora..rsrsrs..

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

Caramba, cês sumiram mesmo né? Oxe, pensei até que o blog tinha acabado e resolvi abrir o meu.....Ah, vcs tb estão no quarto ano? Puxado né? Caraca, nem me diga, essas férias vão ser merecidas, n aqguento mais psicóticos.

Valéria disse...

Oiii!! Eu não crio espectativas com o presente em si, mais acho o máximo o cara lembrar e se dar ao trabalho de comprar alguma coisa. O meu príncipe é meio assim: "O dinheiro tá aqui, escolhe que vc quizer" ou ainda "Compra no cartão que eu pago"
Seria hipocrisia minha falar que eu não fiquei chateada...

Sarah disse...

q bom ter vcs de volta, posts d qualidade sao raridades hj em dia!

ɐlıɯɐɔ disse...

aff adoro rosa choque e adjacencias.. menina nem te digo, pegaram de volta o presente ki recebi do dia dos namorados é mole.. rskakaka
acompanho

Bebel Sousa disse...

Muito bom!!! amei o post, vocês dão uma nova visão, muito boa por sinal, sobre esse esquecimento. A gente percebe o quanto nos prendemos por qualquer pequena coisa e esquecemos tudo o que está em volta e que provalvemente terá mais importância.

bjus
aguardo as novidades

CarOl disse...

Sem querer parei nesse blog e adorei esse acaso!!! Essa postagem está maravilhosa, atraso é sempre um assunto q reeeende!!! hahaha
Adorei a do "crescer" tbm! Muito boa!!!! bjus

¤*Daiazinha*¤ disse...

Exato! Esquecimento gera insegurança. Uma vez eu ficava com um carinha, e achei que no dia dos namorados ele pelo menos iria me ver, nem que fossem apenas 15 minutinhos, pra dar um oi e um beijo... e adivinhem?

ELE PASSOU O DIA DOS NAMORADOS TRABALHANDO!!! Disse que não poderia me ver pq estaria atolado de trabalho!!! Tudo bem gente, eu sei que era apenas um ficante... mas poxa! Nem um "FELIZ DIA DOS NAMORADOS" via sms... naaaada!

Depois dessa, eu larguei os béts! Haha!



Bjo

ps.: esse ano foi mara! Ano passado tbm, graças a... bom, graças ao meu namorado!

Andréa Ribeiro disse...

Nossa!!! Estava com saudades de ler o Divã...rssss
Mas nem depois de 21 anos de casados esquecemos de comemorar este dia. E com a experiência acumulada durante os anos a festa é cada vez melhor..rsss

Brunas F. disse...

atrasado ou não amei o post!