segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Deitando no divã: Nós também pisamos na bola...


Ok, mais uma vez o divã foi contactado e cá estamos ajudando a querida leitora, aqui referida como Srta Katheryn, do fime segundas intenções, com o já conhecido fim de preservar a identidade e nos divertir nas reuniões. E que reunião movimentada e polêmica tivemos! Bem, vamos ao caso:

Kathryn Merteuil, 17 anos, "(Na) pressão de vestibular {considerando que a minha irmã passou na federal pra Medicina} e eu sou a burra da família. RÁ! E isso ainda é pouco, gurizada. O que falar do término do namoro de um ano e sete meses? Né? Foda, também acho."

"Comecei a namorar um dos meninos mais galinhas do colégio, fiz o menino gostar de mim e daí vai e estrago tudo com o professor de física. Vê se pode ? ¬¬' Aaah tentação."

"Comecei a tratar o menino feito um nada, era fria, grossa e admito que até interesseira. ;x Afinal, não se ganha bolsas da Puma por aí de todos os namorados né?"

Enfim, a moça, achando que tinha enjoado, começou a maltratar, controlar, e todas as tentativas dela de terminar tudo caiam por terra quando ele começava a chorar. Ficava por pena e tentava de qualquer forma acabar com aquilo.

"Já não aguentava mais ele. Ligava pra minha casa e eu mandava dizer que tava dormindo, que tinha saído. Dizia que tava com saudade de mim e eu calada, muda. Seca. Eu voltei a tocar no assunto de acabar e dessa vez ele aceitou perfeitamente." "As duas primeiras semanas eu passei maravilhosamente bem. Um alívio, uma sensação de liberdade que, nossa! Há muito não o sentia." "Não demorou muito e ele começou a ficar com uma menina que transava com um dos melhores amigos dele! Cara, eu fiquei indignada com aquilo! Como ele podia ficar com ela? (..)Começou a me dar dor de cotovelo, porque pra mim ele tinha se recuperado rápido até demais. (...) E cara, eu comecei a perceber a merda que tinha feito. Comecei a sentir falta e ver que eu tinha perdido ele de verdade. Foi aí que eu percebi que eu gostava dele de fato, mas tinha me acomodado à situação."

"Hoje, sou EU que corro atrás dele, ligando pra ele. Sou eu que vou atrás dele, com surpresas. Que choro todo dia sentindo falta, que fuço todo dia o orkut. Que vejo qualquer coisa boba da Puma e lembro dele. Mesmo sabendo que ele tá ficando com ela, eu por amar ele, acabo cedendo. :/ E eu me sinto péssima depois cara. Porque vejo que ele agora não quer mais nada. E o que me deixa mais confusa, é o fato de toda vez que me encontra, dizer que ainda me ama, e que é comigo que ele quer ficar. E toda vez ele chora e aquela ceninha toda. :/ Eu fico mal cara. Não sei em que acreditar. Mas também não tenho pena sabe? Sei que tô colhendo o que eu plantei. Mas mesmo assim. Tô a três meses sem ficar com ninguém, ele podia reconhecer isso. :/ Por isso me identifiquei com o livro. Principalmente com esse trecho: "Porque infelizmente é isso que o seu namorado faz durante os recessos do namoro: ele fica farejando por aí à procura de algo melhor, e, quando não encontra, se sente solitário e volta para "casa". E não é porque esteja muito a fim de você. O lance é que não está muito a fim de ficar sozinho." A dúvida é: Será que ele realmente só quer pegação comigo, ou ele de fato gosta de mim? :/ Minhas melhores amigas dizem que eu vá atrás, corra atrás do que eu realmente quero, mas que dessa vez dê a devida importância. Que eu não desista. Que ele não teria falado isso pra mim do nada, pra me machucar. Que ele seria incapaz disso. Será que seria mesmo? O que vocês acham? Me ajudem. :/


Bem, vamos lá. A Kathy fez besteira e ela sabe. A insegurança fez com que ela ficasse com o rapaz mais popular do colégio, tratasse ele mal e ainda pegasse as bolsas e o professor de física. O que nos vemos atrás disso tudo: Busca de poder por causa da insegurança! Será que você realmente ama esse rapaz? Não é dor de cotovelo, moça?

Você machucou o rapaz e nada mais normal e masculino o que ele está fazendo, pode até ser que ele ainda goste de você, mas não vai querer sofrer de novo. Como dar um jeito: Tempo. Tempo e espaço. Por que você precisa saber se realmente gosta dele (é fácil falar que gosta agora que tá sem, quero ver com ele ué!), ele precisa curar as feridas e assim, quando estiverem os dois em pé de igualdade, vc bem resolvida e ele sem receios, é que poderão tentar PENSAR em qualquer coisa. Aproveite a chance do seu vestibular, não se compare com a sua irmã, o que é bom pra ela nõa necessáriamente é bom pra você, assim como o caminho que ela trilhou em passar direto na faculdade é um de um vasto mundo de caminhos! Cuide da sua insegurança, é a chance de conseguir algo de seu próprio esforço, mesmo não passando da primeira vez, o importante é que você bote seus desejos à primeiro ponto. Crie pequenas metas, como em vez de "passar no vestibular" ou "conquistar o rapaz na marra", escolha umas do tipo: Essa seman farei 20 exercícios de física", ou "ficar essa semana sem ligar pro rapaz.".

Por mais que seja válido correr atrás do que você quer, esse não é um assunto de uma pessoa só. Você tem que ver o que ele quer!Mais uma vez você está agindo egoísticamente, pedindo chances e forçando uma situação. Se você ficar por perto ele vai continuar na pegação, mas o coração vai ficar cada vez mais confuso e a chance do caso se resolver, só cai.

E, pra finalizar, fica aqui a sabedoria milenar do Pai da Anna Oh: "Nunca faça um homem chorar, por que, eventualmente, ele fará você pagar por isso!"


Comentários das colunistas que participaram da discussão:

Mariana Valente: "...quem trata as pessoas feito lixo merece tomar no rego..."

Marie Curie: "...mulheres traem por achar que tem alguém melhor, sabe, eu acho q a frase q ela viu no livro não é sobre ele, é sobre ela ."

Duce Herrera: "...Ele queria alguém que pisasse nele, e ela alguem que babasse o ovo dela, quando a história se inverteu, ele perdeu o encanto por ela, pq ele quer ser maltratado, e ela deixou de ser a dominante."
Anna Oh!: "...eles alternam os papéis de sádico-masoquista..." "ele tá ficando malandro... tá jogando com ela da msm forma q ela jogou com ele"

Penélope, a charmosa: "...e se ele realmente gostar dela vai atrás e ai eles podem conversar e fazer tudo diferente..."


PS. Pra quem quiser participar dessa coluna e contribuir para o Divã, e nós do Divã tentarmos ajudar você também, envie seu caso/história/dúvida/angústia para nós no e-mail divarosachoque@gmail.com e nós analisaremos e postaremos assim que possível!! sempre sem identificação e sem expor alguém, mais detalhes veja mais sobre nossa coluna DEITANDO NO DIVÃ.

16 comentários:

kellen disse...

muito lindo esse xadrez de fundooooo

Mariana Valente disse...

Hahahaha nossa agora eu tô parecendo a colunista mais malvada do Divã com esse meu comentário...

Mas poxa, venhamos e convenhamos que a situação é complicada e eu realmente acho que ela precisa trabalhar mais na sua segurança e maturidade antes de se relacionar com alguém! O relacionamento pode ser venenoso desse jeito, apenas pela busca de status...
beijos e adorei a reunãozinha ontem :)

Raquel El-Bachá disse...

Não acho que vc foi malvada não, Mari. Concordo com o seu comentário. Os dois são imaturos, mas parece que há uma total falta de maturidade mais dela do que dele.
Acho que se ela refletir sobre o que aconteceu e colocar na cabeça que não deve fazer com os outros o que não gostaria que fizessem com ela, talvez ela amadureça para outros relacionamentos.
Beijos.

Loira e Morena disse...

Nao q eu concorde plenamente com a Mari, quem trata as pessoas feito lixo merece tomar no rego, mas perai.. vc foi muito ruim com o menino né e nao me espanta nada ele estar fazendo isso com vc pra se vingar..rsrs
Mas acho q se vc realmente gosta dele e quer mesmo ficar com ele, tenha uma conversa franca, fale q gosta, q quer voltar a ficar junto com ele, mas q como namorados mesmo, sem ele ficar com ninguem e nem vc, coisa seria.

Beijaooo da Morena

Andreas Ribeiro disse...

UHAuhauhauha Muito bom Mari!!!

Então... naum pude comparecer graças ao "belo" serviço prestado da embratel... mas vamos ao meu comentário "solto"

Eu também questionaria esse "gostar" dela... ela gosta dele ou gosta do status de estar com o cara mais pegador só pra ela?

O que adianta correr atrás agora e ficar com ele como era antes, pra agir como antes?

Eu acho que ela tem que parar de correr atrás dele feito doida... mas manter um contato mais 'normal'... se ela naum ficar no pé dele.... ele pode sentir falta da "presença" dela e demonstrar um maior interesse... e se naum demonstrar nada... dae já era, ele passou dessa, superou o momento contigo e partiu pra outra... portanto, não vai adiantar nada ficar nessa "marcação acirrada"


ta meu comentário foi meio confuso... hehe mas é mais ou menos por ae =P

Beijos
Andy

Bem Resolvida disse...

cara, a gente colhe o que planta. a mulher esculachou tanto ele, eu não acredito que ela o ame. o que acredito é que role uma dor de ego por ele ter saído com outra logo em seguida. muita gente confunde sofrimento de paixão com dor de ego. vc é rejeitada(o) e sofre por isso, é o teu ego chorando, não teu coração.
e se ele realmente gostasse dela ainda teria voltado, já que ela fica atras dele...
e ela deveria dar mais espaço pro cara e deixar de correr atras dele....o que tiver que ser vai ser descoberto quando ambos tiverem seu tempo afastados, sem pressão ou ligações ou correndo atras...

Marie Curie disse...

Ok, o blogger tá de gozação comigo, então escreverei MAIS UMA VEZ esse comentário.

Gete, essa discussão no divã foi braba ontem! Tive até que por ordem no galinheiro, huahuahau! Acho que, no fim, não tem como saber se vcs se gostam mesmo! O negócio é se dar espaço, e voltarem pra conversar em pé de igualdade: nenhum machucado, ou sendo pisado. Converse uma vez só, aceite um não com respeito pelo rapaz, ou aceite um sim com muito mais maturidade. Namoro bom é aquele que a gente não porecisa nada do outro, a não ser a relação em si. Não precisa do status, do material, de nada além do que seja inerente ao relacionamento!
Bjos da Marie!

Yuuko-sama disse...

gostei do teu blog
bem interresante viu
\o/

Tyellë disse...

quanto tempo eu não passo aki..
peço mil perdões linda, mas estou sem net em casa e isso atrapalha mto....

como sempre o blog esta lindo, e interessnate...

passei mesmo p deixar um beijo
e uma ótima semana

bjãooo
se cuida

Gi ... disse...

Sinceramente isso mais parece arrependimento e orgulho ferido, se ela não estava nem aí pro cara!!! O que é isso agora?!?!?!?

Mas sou da seguinte opinião: siga seu coração custe o que custar!!!!!!!
Se ela se sente apaixonada e quer o cara, vai atrás, faça de um tudo, se der certo óóóótemo, se der errado, paciência, vc desmorona, mas depois junta os pedaços e bola pra frente!!!

Meninassssssssssssssssssss
Eu tb fiz uma enquete no meu blog!!!
Poderia ter mandando um e-mail pra vc mas não me ocorreu, então dêem uma passadinha lá, e me auxiliem, kkkkkkkkkkkkkk!!!

bjossssssssssssss

Gi ... disse...

Sinceramente isso mais parece arrependimento e orgulho ferido, se ela não estava nem aí pro cara!!! O que é isso agora?!?!?!?

Mas sou da seguinte opinião: siga seu coração custe o que custar!!!!!!!
Se ela se sente apaixonada e quer o cara, vai atrás, faça de um tudo, se der certo óóóótemo, se der errado, paciência, vc desmorona, mas depois junta os pedaços e bola pra frente!!!

Meninassssssssssssssssssss
Eu tb fiz uma enquete no meu blog!!!
Poderia ter mandando um e-mail pra vc mas não me ocorreu, então dêem uma passadinha lá, e me auxiliem, kkkkkkkkkkkkkk!!!

bjossssssssssssss

deni disse...

meu Deus, todo professor de física é doce? HAHAHAHA
eu conheço uma gúria ali (me) que fez besteira com professor tbm. era uma física... ;P

Anônimo disse...

Cara, o professor de física *-*' Hoje eu olho pra ele, vendo que ele vem atrás de mim de novo e tal. Até pede pra namorar comigo e eu não quero. ;~ Eu sei que eu fui um tanto {bastante} imatura. Eu sei. Só que eu também sei que não é orgulho ferido. ;~ Tô dizendo. Não penso mais no status, no fato de namorar o menino mais bonito da turma e tal. Não mais. Não por isso, conheço outros tão bonitos quanto eles, todo mundo comenta. Só que, só agora eu notei que gosto dele, de fato. Enfim, muitíssimo obrigada pela opinião de todos (: De verdade. Beijão. ;*

Igor André disse...

Não quero chocar ninguem mas, pelos deuses, acho que a Mariana ainda pegou leve. Sem a demogagia do "sem querer julgar", porra, parece que os fatores "Todo homem é galinha + Igualdade entre os sexos" perverteram a mente de algumas garotas. Eu li o caso e fiquei perplexo. Não pela situação em si, mas com a forma "po, cara" que é abordada. Querida, Katheryn, gostaria MUITO de saber de você o que acha que difere a sua atitude das atitudes das garotas que voce chama de galinha. E não venha, por favor, com àquela de que "não julga ninguem".

Maturidade e Respeito, por você e pelas pessoas. Não acho que seja questão de Segurança. Sinceramente, você ainda não sabe lidar com um relacionamento de verdade, seja amoroso ou não.

Juizo, moça!!! Ainda dá tempo. Procure pela evrgonha no bolso de trás da mochila da Pulma...talvez esteja lá...¬¬

Abração!!!!

Igor André (ordemincaos.blogspot.com)

Patrice Gomes disse...

Olá!

A profissão de psicóloga já me provoca olhar para as relações e gostei do jeito que isso é feito aqui ! Virei ouras vezes.

Abraços,
Patrice.

Patrice Gomes disse...

Olá!

A profissão de psicóloga já me provoca olhar para as relações e gostei do jeito que isso é feito aqui ! Virei ouras vezes.

Abraços,
Patrice.