quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Cagadas cosméticas e uma mulher desesperada

Quando o assunto sai dos cuidados de higiene pessoal básica e entra no quesito “embelezamento” há muito o que se explorar. Existem mulheres que sabem se arrumar com maestria, fazem depilação com cera quente sem soltar um “ai!”, passam delineador perfeitamente num ônibus em movimento (e não duvido se o fizessem sob um terremoto), não deixam batom nos dentes, não borram unhas, retocam a raiz sem fazer meleca... uma perfeição!
Se você NÃO é uma dessas, bem-vinda ao clube! As opções que restam são: pague alguém para fazer ou “faça-você-mesma!”. Pertenço à classe de aventureiras que ACHA que sabe se arrumar, mas que muitas vezes percebe que não é bem assim.
Primeiramente explico que um dos motivos para aderir ao “faça-você-mesma” é a falta de grana; não que fazer as unhas no salão seja caro, mas se for juntar tuuuuuuuuudo, tudo mesmo, acaba pesando no bolso (e eu tenho uma gaveta de lingeries pra renovar... so, economizo por um lado); em segundo lugar, não tenho tanta paciência pra salão. É barulhento, algumas manicures tem tendências carniceiras, alguns cabeleireiros tentam a todo custo te convencer a fazer mil luzes e virar loira e fazer um corte à la ninho de passarinho, muito modernete. Ah, sinceramente eu prefiro o aconchego do meu lar.
Mas vamos lá às experiências:
Se você precisa se arrumar pra alguma coisa importante que acontecerá no sábado, por exemplo (encontro com bofe, balada, barzinho, eventos diversos), o ritual deveria começar na 5ª feira. Deveria... porque há uma tendência absurda em adiarmos. E aí, sexta-feira de madrugada teimamos que o cabelo não está desbotado, virou praticamente um tye-dye, que as unhas estão com o esmalte velho e cheias de cutículas, que as sobrancelhas se assemelham às da Frida Kahlo, que a depilação não está em dia meeeeesmo e mais uma série de condições auto-depreciativas que nos são apontadas pela crítica mais exigente do mundo: nós mesmas.
Daí começa a maratona: passa gororoba no cabelo tomando cuidado pra que a tinta não escorra, não forme uma camada na testa, nuca ou orelhas; fazer as unhas e tentar ficar paradinha, feito boneca de estante até que elas sequem; não dar chilique com a cera quente, tentar não ficar grudada nela e nem deixar pedaços dela grudados em você... Se o caso for de hidratações, ainda recorremos aquela touca ridícula que parece feita de papel alumínio (e às vezes é), e assim, viramos praticamente uma mulher-para-microondas.
Há algumas semanas atrás aconteceu mais ou menos isso comigo. Noite de sexta-feira, mulher em surto com tinta preta no cabelo. Fiz as unhas e as sequei com o secador de cabelos, tamanha paciência que estava. Não, nada de sobrancelhas... faço amanhã, blé.

Manhã de sábado, faço prova de inglês e vou ao banheiro. Lá, percebo toda a área denominada “pescoço” estava preta, bem como minhas têmporas (!!!) e parte das orelhas. Começo a lembrar que saí na rua assim, aí a vergonha invadiu meu ser. Juro que dei um grito, mas tentei voltar a ser a mulher equilibrada que às vezes eu acho que sou. Fiz um coque, passei bastaaaante sabonete em todas as regiões nas quais eu me assemelhava a um dálmata e esfreguei. Acho que perdi uma camada da pele praticamente. Depois de muito esforço, saiu. Resolvi fazer as sobrancelhas lá mesmo... e fiz. Uma boa camada de base, uns minutos pra vermelhidão sair da cara e... pronto! Cagadas cosméticas que parecem irreversíveis são desfeitas, a calma se estabelece em minha pessoa e posso seguir feliz e saltitante por aí.
Talvez a moral da história seja que, com o intuito de ficarmos mais bonitas, acabamos conseguindo o inverso... hauahauahauahauahauahau... ou talvez seja apenas mais uma história pra que eu aprenda a rir de mim mesma. Eu, que faço-eu-mesma, ainda que errado!

14 comentários:

Gabi disse...

o melhor post dos ultimos tempos.
com certeza.

Uma Flor de menina disse...

sempre fui muito básica, usei pouca maquiagem. Por isso mesmo, faço parte desse clube das que nao sabem se arrumar/maquiar/etc. Sempre que me maquio sozinha, acabo achando que fico com cara de palhaça. é batata. Fico com a opção "pagar alguém pra isso".

bjao!

Kiara Guedes disse...

ou seja, (principalmente na tpm) nao podemos assistir mais de 10 minutos um televendas desses que prometem acabar de vez com nossas rugas e celulites que se nao coçamos acreditar e gastar nosso suado dinheirinho! rs. Bjs

*•·• -=|KÅ®ÎÑÅ|=- •·•* disse...

É, o meu problema é a escova no cabelo... hahaahha n sei fazer... mas é pra isso q a tecnologia serve... hahahha adquira um Líssima [ou semelhante] e seu problema está resolvido...hsuahsuahsuahusa

Minhas unhas sou eu quem faço.. mas ajaaaa treino hein... comecei aos 13,14... estou prestes a fazer 21... hahahhaha

=)

Raquel El-Bachá disse...

Oi Anna. Eu consigo passar batom sem espelho certinho, sem borrar, mas as outras coisas eu não consigo fazer sem ele.
Não me arrisco em inovar muito na maquiagem para não fazer merda.
Dei risada na parte em que vc fala da tintura do cabelo. Quantas vezes por falta de dinheiro e preguiça de ir no salão pintei também o pescoço, a testa e as orelhas de vermelho (muito pior do que a tinta preta pq a vermelha custa a sair). O couro cabeludo também ficava uma beleza.
Os azulejos do meu banheiro também ficavam muito bonitos de vermelho. hahaha
Beijos.

Rebeca Medeiros disse...

hahahahahaha

q história! kkkkkkkk

ah eu tb faço tudo sozinha, pinto o cabelo, faço unhas, depilo.. tudo tudo..

Só vou ao salão pra aparar as pontas do cabelo. 2x por ano e olhe lá!

Bjs

Rebeca
www.doavesso.com

Lara disse...

Sou da classe que se arrisca em casa mesmo. Mas já tenho esperiência dentro de carro. Adorei o blog, vou voltar por aqui.
beijo

Loira e Morena disse...

O dalmata foi boa!!...hahaha
Estou dando boas risadas com este post...
Ah, sou a favor do faça vc mesma...nao tenho saco pa salão..
O pior é q mtas vezes fazer sozinha as coisas e da meerrdaaa..hahahaha

Beijocas da Loira

Emblemática disse...

Hahahahahaha, li tudo rindo muito e imaginanda a cena!!! Eu sou do time que não sabe fazer, mas arrisca vez ou outra!! Tem uma estética em frente ao meu prédio que vou quinzenalmente fazer mão e pé, tudo bem que pesa um pouco no bolso, mas é uma questão de bom senso, já que eu sou uma ameba no quesito arrumar unnhas!!!! Meu cabelo eu não tinjo mais, mas na época em que eu fazia isso, eu mesma pintava, aliás, o cabelo da minha mãe sou eu que tinjo (e fica lindo, hehe)!!!

Pra sair gosto de fazer escova, mas não gasto com salão não, eu mesma faço, já basta depilação e unhas!!!

*manicures com tendência carniceira... SENSACIONAL!!!!!!

Beijosss

jaque disse...

ai gente nunca fui de usar maquiagem, depilação, bijuterias, mas ultimamente não sei o que me deu, que resolvi fazer tudo, maquiagem, cabelo, unha , que sacrifício né fala sério!

adorei o post, parabéns pela veracidade da questão!!
bjs

Mariana Valente disse...

HAUHAUAHUAHAU eu to lembrando de td isso e dando risada... é soh vc mesmo Anninha...
eu sou craque em passar delineador no carro em movimento e sem fazer o traço ficar muito torto... foi uma técnica adquirida ao longo dos anos de baladas!!!

nao me arrisco a pintar o cabelo by myself como vc, senão... dá caca na certa!!!

Beijos minha dálmata favorita :)

Drunken Alina disse...

Hahahaha, sombrancelhas iguais á da Frida é fueda!!!
Olha,ficar parecendo um dálmata é mesmo dose!
no meu caso, parece que fui esfaqueada e saí andando feito um zumbi, porque pinto o cabelo ( e consequentemente as orelhas e pescoço) de vermelho!!
Hahaha!!!!

Você e mais uma amiga foram as ÚNICAS que entenderam meu lance com o Scott!

Tenho uns pôsteres na minha parede das celeb´s que mais gosto e dos meus membros de bandas preferidos... bom... na minha cabeça elees estão realmente acompanhando minha vida... estão olhando pra mim vendo tudo!!!
Hahaha!!!

Beijão keridonaaa!!!

Delirios de mulher disse...

Eu ás vezes mando muito mal nesse "faça-você-mesma",se tenho chance (e grana diga-se de passagem) vou ao salão.
Às vezes peço ajuda a alguma amiga ou a minha irmã que manda muito bem nisso.
Ela é praticamente uma dessas mulheres que você citou no começo do post.
E eu sou a desastrada.
rsrsrs


Bjs

Andreas Ribeiro disse...

UHAuhauhauhauhaa

Dálmata foi foda...

Obviamente que eu naum manjo nada dessas coisas de arrumação e tals... qdo eu acordo já estou praticamente pronto... UhauauhauhaHUa

Bjo
Andy