quinta-feira, 23 de outubro de 2008

LEITURAS: Ele simplesmente não está afim de você

O livro foi recomendado por uma amiga e leitora (e o melhor de tudo é que deu pra ler no computador hmmmm, de graça!); fiquei tentada a iniciar minha leitura, uma vez que não costumo ler esse tipo de livro. No meu imaginário, tratava-se daquele tipo de “porcaria pra vender”, cheia de conselhos batidos e coisas óbvias…
Ele aborda basicamente situações nas quais o cara não está afim de você e não verbaliza isso. Acontece que, por atos, o moçoilo fala. Simultaneamente, nós tentamos arrumar justificativas para tais atitudes. Ou seja: sujeito faz cagada e nem precisa se justificar. Claro, uma mulher esperançosa arruma todas as justificativas por ele!
Liz Tuccillo e Greg Behrnedeth, roteiristas do Sex and the City, trazem a tona diversas situações nas quais o homem sinaliza, das formas mais diversas, que NÃO ESTÁ AFIM DE VOCÊ; dentre elas estão: o homem que consegue o que quer e some, o homem indisponível para relacionamentos, o casado que está tendo um caso com você mas não se separa, o noivo há trezentos anos que se diz não preparado para casar, o desempregado sustentado por você há trocentos anos, o ex namorado que só te procura pra dar umas chineladas e depois sai que nem um tiro, esquisitos, anômalos, pervertidos, workaholics, desmemoriados, pé rapados, ricos demais, divorciados, bêbados, drogaditos, adeptos à relação aberta…enfim, uma infinidade de figurinhas complicadas que nos deixam cheias de caraminholas na cabeça.
O legal é que o livro traz sim coisas óbvias, mas coisas que nos negamos a enxergar! Nos apegamos a detalhes, buscamos sinais de que o cara gosta de nós, sinais malucos e por vezes, muito contraditórios. Buscamos sinais no impossível, e aí, minha cara, você vira uma louca neurótica que corre demais atrás, investiga, tenta cruzar mapas astrais e se perde no meio disso tudo. Sim, esquece que o tempo que você perde tentando desvendar o sumiço do rapaz ou esperando ele tomar a decisão de te ligar poderia ser revertido para benefício próprio, como um passeio legal, investimento em outros bofes ou até no duro exercício de ficar sozinha.
Greg escreve de uma forma radical, afirmando sempre que se o cara estiver afim, não há guerra nuclear que impeça vocês de ficarem juntos! E se ele não faz, é um bocó que não te merece. Segundo suas teorias, eles correm atrás quando há interesse (batata!); quando não há, falam de outras formas, pois tem medo das nossas reações. Você deve se abrir para os próximos mais bem-resolvidos. Já Lizz justifica nosso lado, sabe o quanto é ruim ficar só e que, por conta disso, nos enfiamos em diversas furadas. Acredita que um cara pode mudar, que pode simplesmente estar ocupado ao invés de “simplesmente não estar afim de você”, que não se dispensa um cara por qualquer coisa.
De uma forma bem-humorada, o livro nos faz lembrar justamente alguns aspectos dos relacionamentos que preferimos esquecer e fingir que não existem.
Particularmente, acho o ponto de vista defendido por Greg muito interessante e útil (aham, deveria ser interiorizado por muitas de nós), masssssss… pega pesado. Vamos aliviar um pouco pro lado dos bofes: nem sempre dá pra ligar e nem sempre as pessoas tem saco pra nehmnhemnhem, tanto nós quanto eles! Então, levo em consideração esse aspecto. Não, eu não concordo com as justificativas da Lizz, porque são aquelas que damos pra nós mesmas e que nos impedem de sair de péssimos círculos viciosos.
Recomendo o livro. Surpreendeu, não serve pra calço de fogão manco como eu presumia. Deve andar na nossa bolsa, ah deve.

Seguem alguns trechos:

“E, por ser homem, eu sei como um homem pensa, sente e age, e é minha responsabilidade contar quem nós realmente somos. Estou cansado de ver mulheres maravilhosas metidas em relacionamentos idiotas.”

“Preferimos perder um braço pendurado na janela de um ônibus do que simplesmente dizer "Você não é A mulher para mim". Temos certeza de que vocês vão nos matar, ou se matar, ou as duas coisas — ou, pior ainda, chorar e berrar conosco.”

“O que acontece é o seguinte: a maioria dos homens diz o que acha que você quer ouvir no fim do programa ou da conversa ao telefone, em vez de ficar calado.”

“"Ocupado" è sinônimo de "babaca". "Babaca" é sinônimo do cara com quem você está saindo.”

“Você merece uma porra de um telefonema.”

“Tudo devia ser natural, fácil e óbvio.Por isso acho que, se tiver de começar a pensar, planejar e inventar todo tipo de subterfúgio para descobrir em que tipo de situação eu me meti, a coisa não deve estar nada boa. Que merda.”

“Quem quer ser aquela garota maluca que precisa saber exatamente o que está acontecendo no minuto que conhece um cara? Você prefere ser a garota tranqüila, aquela que sabe com quem sair, se divertir e não ser muito exigente. Eu sempre quis ser assim. E sempre fui.
O problema dessa garota tranqüila é que ela também fica magoada. Ela também reage ao tipo de tratamento que recebe. Ela também espera que o cara ligue, fica imaginando quando o verá de novo e se ele gosta dela. Odeio isso.”


“100% dos caras entrevistados disseram que "o medo do intimidade" jamais os impediu de entrar num relacionamento. Um dos caras até observou que "medo de intimidade é uma lenda urbana". Um outro até explicou: "nós dizemos isso para as garotas quando não estamos muito a fim delas."

“Se há alguma coisa errada no relacionamento, eis uma idéia inteligente e madura: conversem sobre isso. Não deixem nenhum homem culpar vocês pela infidelidade deles. Nunca.”

“Na minha opinião bem convencional, acho que estar só com um pé dentro do relacionamento é a mesma coisa que estar com um pé fora.”

“Não gaste seu tempo nem entregue seu coração para qualquer cara que faça você ter dúvidas sobre qualquer coisa relacionada ao que ele sente por você.”

“Essa é a pergunta difícil. E as mulheres são inteligentes. Se elas ficassem quietas e parassem de dar atenção às desculpas, ou de acreditarem no que querem que seja verdade e no que esperam que ele esteja realmente dizendo, e se concentrassem pra valer, acho que sempre saberiam a resposta. Saberiam sempre qual é a diferença entre o homem que tem problemas reais com o casamento, mas está profundamente comprometido com o relacionamento e com elas, e um cara que está simplesmente sendo um babaca.”

“Mas, se você acha que ele está sempre escondendo alguma coisa, ou que você gasta energia demais tentando se modificar para ser alguém que você pensa que vai fazê-lo mais feliz, então separe-se dele e vá à luta. Não deixe que ele a faça sentir-se burra por querer se sentir amada.”

“O que poderia ser melhor do que ouvir do homem que acabou de dizer que não quer mais você a triste e suplicante declaração "Estou com muita saudade", ao telefone? É gostoso. É excitante. Irresistível. Mas, você precisa resistir. Se ele não está telefonando para dizer que alugou um reboque para pegar todas as suas coisas e levar de volta para a casa dele, então considere-se apenas um simpático travesseiro macio que serve para amortecer a sensação de solidão e perda que ele ainda não está completamente preparado para enfrentar sozinho.”

“Porque infelizmente é isso que o seu namorado faz durante os recessos do namoro: ele fica farejando por aí à procura de algo melhor, e, quando não encontra, se sente solitário e volta para "casa". E não é porque esteja muito a fim de você. O lance é que não está muito a fim de ficar sozinho.”

“Você não pode reverter uma separação com conversa. Essa situação não está aberta a discussão. O fim do namoro é um ato definitivo, não democrático.”

“Lamento que seja tão difícil encontrar um cara decente hoje em dia, a ponto de vocês deixarem qualquer macho que tenha a capacidade de discar um telefone e dirigir um carro sair impune de tudo.”

“Sentir solidão, ficar sozinho é terrível para muita gente. Eu entendo, eu entendo, eu entendo. Mas, tenho de continuar dizendo que, sim, eu realmente acredito que estar com uma pessoa ao lado de quem você se sente uma merda, ou alguém que não respeita quem você é, é pior ainda.”

“Mas eu realmente acredito que o único modo de descobrir que há coisa melhor por aí é primeiro acreditar que há algo melhor por aí.”

“Relacionamentos de merda fazem com que vocês se sintam uma merda, e não foi para isso que foram postas neste mundo.”

“Mas, o que aconteceria se todas as mulheres do mundo dessem ouvidos a Greg — se nós todas começássemos a insistir para os homens cumprirem suas promessas, tratar todas nós com respeito, nos cobrir de amor e carinho? Acho que haveria muito mais homens bem comportados no mundo. É só isso que vou dizer.”

Ele simplesmente não está afim de você - Liz Tuccillo e Greg Behrnedeth

ps: se alguém quiser o arquivo do livro, manda um e-mail para: divarosachoque@gmail.com

26 comentários:

Raquel El-Bachá disse...

Não suporto auto-ajuda, mas esse assunto é interessante e importantíssimo para nós. Eu mesma tenho dificuldade em identificar esses sinais e já quebrei a cara algumas vezes por isso. Estou cansada desses caras ocupadissímos (verdadeiros babacas).
Beijos.

.marionete. disse...

Haaa.. esse deu vontade de ler.. E só pra constar.. Sex and the City é demais.. o livro só pode ser bom mesmo..

Vou acompanhar esse divã agora hehehe

Andreas Ribeiro disse...

medo de se aprofundar em relacionamento é lenda urbana... hehe pode crê... =P

Parece ser interessante o livro... dificil é tempo/paciência pra ler!!

Vc é a mina Anna!!! hehe

Beijos
Andy

Amanda disse...

Não suporto auto-ajuda {2}

Mas fiquei com vontade de ler rsrsrs
Não que eu vá comprar, mas o arquivo seria interessante.

Obrigada pela visita no blog *-*
Obrigada pelo comentário
\o/

beeeijos

Srta Emy disse...

Anna,
Me despertou a curiosidade!Esse eu quero ler...
Lendas urbanas... o que fazer com elas?Bahhh...
Beijo malvado!
:*

R disse...

Eba!! dica anotada! em breve lerei, e a propósito às vezes não enxergamos as "dicas" que eles nos dão porque não queremos mesmo, é a famosa cegueira proposital que as mulheres fingem ter para não colocar fim no caso...Difícil mas infelizmente acontece mesmo!!

Beijos!!

Paty disse...

Auto ajuda não é meu estilo favorito de livro, mas esse parece que vale a pena! Já está na minha lista!

Beijinhos!

Máah Castro disse...

medo de se aprofundar em relacionamento é lenda urbana... hehe pode crê... =P [2]

shaushaushuashaushuas
meeu, eu achoo que vou ler esse livro huhuhuhu

//Aah anna, eeu nem escrevo bem nãao
ahushaushuas

Beijos anja <3

Mariana Valente disse...

Eu tenho esse livro no PC mas não consegui ler ainda... Não acredito que não tinha falado dele pra vc ahuahauhauahuahuahuahauhau

eu preciso continuar a leitura... pra escapar de tipos loucos... tipo frutais (nos dois sentidos, ui!)

beijos lindaaaaaaa

vida cotidiana disse...

Já me falaram muito bem desse livro, mas eu não li ainda, tá na minha lista, ele fica sempre por último pelo mesmo motivo que você, parece livro de auto-ajuda.
Bjs

Luana Pinheiro disse...

Já li esse livro, e realmente, ele é maravilhoso. Tive a impressão de que era um livro de auto ajuda antes de comprá-lo, mas mudei completamente a minha concepção quando li o primeiro parágrafo.
Ás vezes nós fazemos de tudo pra não enxergar o que está bem na nossa frente, o livro nos mostra isso de um jeito muito divertido.
O blog está de parabéns como sempre, vocês sabem que sempre que posso dou uma passadinha aqui..
beijos!

Bell Bastos disse...

Se os caras foram roteiristas do Sex And The City, esse livro só pode ser coisa boa. Coisa muito boa, aliás. Me deu vontade de lê-lo.

Quase Trinta disse...

Esse livro é simplesmente ótimo, que toda mulher deveria usar como guia...
Tem outro do mesmo autor que chama QUANDO TERMINA É PORQUE ACABOU. Que é outra leitura obrigatória para toda mulher, tenho esses dois, carrego comigo pra cima e pra baixo. Fiquei mais espertinha após essas duas leituras

MELISSA S disse...

Agradeço imensamente por esse teu post. Me deu a louca e após lê-lo, mandei um email pro meu ex, pedindo que ele tirasse as minhas fotos do orkut dele já que terminei há quase 5 meses. Pra falar a verdade eu sempre acreditei e, confesso, ainda acredito - que ele poderia mudar e voltarmos a ser felizes. Mas quer saber? Ele simplesmente não serve. E simplesmente não está tão afim de mim assim a ponto de fazer mudanças substanciais e verdadeiras. Thanks. Bjs

Lari Bernardi disse...

“Não gaste seu tempo nem entregue seu coração para qualquer cara que faça você ter dúvidas sobre qualquer coisa relacionada ao que ele sente por você.”

Lema de vidaa!!!

;*

*•·• -=|KÅ®ÎÑÅ|=- •·•* disse...

Como disse a Melissa "Mas quer saber? Ele simplesmente não serve. E simplesmente não está tão afim de mim assim a ponto de fazer mudanças substanciais e verdadeiras."

Pois é... li esse livro faz tempo, não me recordo se antes de começar um namoro, ou se já estava com essa pessoa... enfim, quando a gente lê é uma coisa, algums fichas podem até cair, e caem, mas quando se passa pelo fim de um relacionamento...após a 'crise' e a básica deprê... "tudo se encaixa" hahaha é como vc comprovar na prática toda a teoria lida...
=/
Não vou dizer que é fácil tudo isso, reconhecer quando um cara n tá afim de você, quando ele tem prioridades que nem sequer chegam a te incluir na número 500! hahaha Mas faz parte do processo, com o tempo a gente vai entendendo [ou pelo, tentando] tudo isso que acontece nos relacionamentos.

Hoje tenho conhecido pessoas diferentes, e me relacionando com pessoas diferentes [diferentes desse meu ex], e percebo que muitas coisas "estão ao meu alcance", e q eu n percebia isso antes!!!

Independente de ser auto-ajuda, ou sei lá o que, o livro é bem legal... rs
E como a Anna disse, dá pra ler gratuitamente!!! rsrsrs

nat disse...

o livro é demais!!
a anna me mandou e hj msm já li!
Bom, só resta aplicar tudo o que li! e olha que analisando váriasss situações finalmente percebi qtas vezes "ele não estava afim de mim" e eu me iludi...mulheres tem tendencia a ter esperança! eehehmasss, never more! qd nossos olhos são abertos é burrice continuar insistindo no erro né??

Miranda disse...

Nossa...
Eu sou uma amante por livros...
Porém gosto da boa idéia de ter todos ao original...
Agora me deu a maior vontade de ler esse livro... mesmo estando em um relacionamente fantástico, mas, acho que são nas horas boas que devemos obter esse tipo de informação, por quando estamos sozinhas, mudar idéias sobre os homens e o mundo onde eles vivem é bem mais complicado... lendo isso numa situação onde podemos testar... é BEM melhor.

Adorei o poste....

Loira e Morena disse...

Anna eu necessito desse livro!!!..rs
Me vi em algumas situaçoes descritas...ehehehe
Deve ser interessante, deu vontade de ler!!!
Vou mandar o email para vocês...

Beijocas da Loira

SONIA DA ROCHA LIMA disse...

Navegando,encontrei seu cantinho.
Não pude deixar de roubar esse teu texto sobre o livro.
Afff...!!!Excelente!!!
Seu cantinho é bem aconchegante.
Parabénsss...!!!

rbr disse...

oasjosjasjojsjs
"q lindo!"

ELISA disse...

Incrível! sempre que preciso....vem a resposta, o filme e o livro chegaram na hora exata! Bjs

Gisele disse...

Uma amiga miha pediu pra eu ler esse livro, ai vim na internet ler algumas informações e não é atoa que eu fiquei muito puta comigo mesma. Sem noção eu to aqui parecendo uma babaca esperando o panaca me procurar des de Domingo e nada. eu sou uam besta mesmo, nossa eu estou simplesmente chocada comigo mesma, não sei se vocês sentiram a mesma coisa que eu mas está na hora de acordar pra vida e partir pra outra, por mais difícil que seje, por mais que eu goste do cara! pra terem uma idéia faz soh 2 anos que agente "fica" e nada a sério. Estou triste por ter acordado só agora, porém preciso aprender né como muitas mulheres. Gostei do post estou indo procurar esse livro para ler hoje mesmo. chega de se iludir!
ELE SIMPLISMENTE NÃO ESTÁ AFIM DE VOCÊ!!!!!!

Mayumi disse...

Nossa

em primeiro lugar dá pra perceber que seu blog não é idiota, e sim muito bom!!

Nossa, menina, eu também odeio livro de auto-ajuda, costumam ser idiota e que não falam nada do que não saibemos. Mas este.. tipo.. foi um homem que escreveu.. e só pelo o que vc me mostrou deu pra ver que eu fiz um coisa idiota com meu namorado.

Tipo, eu achava que era errado, mas... não queria acreditar...

nossa, quero este livro, pode me mandar?

primaysat@hotmail.com


tõ criando um blog, vou por seu endereço lá, okay?
muito bom ^^

Débora disse...

Oi, gostei muito do texto. Até porque tive vontade de comprar o livro e fiquei com receio de ser um livrinho aguinha com açúcar chato!
Coloquei partes do seu texto no meu blog. Espero que não se importe...
:)

Mel Gamboa disse...

Me deparei com esse blog porque não me lembrava do autor do texto e queria recomendar a alguém e o que posso dizer é o seguinte:
Este livro é o melhor que eu já li quando o assunto é lidar com ELES, além desse livro tem o " Quando termina é porque acabou" dos mesmo autores.
Auto-ajuda?! NAO. São simplesmente guias praticos e relatos francos e abertos de como lidar com coisas que nos tiram do sério mas que infelizmente temos desculpas elaboradíssimas para continuar com situações desagradáveis. Depois disso eu aprendi que não tem mulher neurótica, mas se ela agir como tal é porque ela esta dar muito "mole" pra quem não deveria.
Divã Rosa Choque está de parabéns pela recomendação e resumo do livro, se eu ainda não tivesse lido ficaria com a vontade. Já o li 5 vezes porque é além de tudo mega divertido :D