quarta-feira, 23 de julho de 2008

Será que é? ou não é?

Será que podemos diagnosticar o sentimento de estar apaixonado? Estará no coração? Envolve nossos limitados sentidos? Ou invade a alma , como um toque tão forte que nos acorda para a vida?


Sabemos exatamente o instante em que nos apaixonamos? Aí, refletimos com a razão:

- Eu senti que estava apaixonado, quando naquele sábado... dançamos juntos.

- Ah, depois do quarto encontro, senti que estava totalmente apaixonada.

- Foi quando ele me abraçou muito forte, naquela tarde chuvosa.

- Ah, quando senti saudades... durante o período em que ela viajou... Aí, percebi que estava profundamente apaixonado.

Será que a palavra paixão.... casa com "por que"? Acho, que estar apaixonado é uma entrega de corpo e alma. Não há mais defesa. Você sente e pronto!. Esta sensação única mexe com todos nossos hormônios, sentidos e também com o coração. Também está ligado à fantasia e ao sonho. A sensação de estar apaixonado pode vir no início de um romance. Enlevo gostoso que acontece durante um caso de amor. Tudo parece um eterno sonho! Você associa bem estar, integração, união, quando está perto do seu amor. As sensações físicas são muito prazerosas.

Uma cliente, me disse, um dia:

_ Puxa, estou apaixonada! Não sei como isto aconteceu! Ele não é exatamente o tipo físico que me agrada.....tem tudo para não me agradar fisicamente. Mas, aconteceu!

Pois é ! Acontece, sem a razão determinar este sentimento. No entanto, a razão pode colocar freio ou obstáculos. Há até uma frase que diz: "amor que se analisa é amor que já morreu!"

O que é o ideal para um relacionamento? Será que dois seres humanos envolvidos um com o outro podem se sentir sempre apaixonados? Acho que a sensação de estar apaixonado pode perdurar sim... Mas sempre com nuances, temperaturas diversas... Sua mente pode ajudar muito , sabia?

Trabalhe com a mente seus sentimentos de amor, para que estejam sempre numa temperatura adequada. A mente tem uma força estupenda! O encantamento pode passar, porque o ser humano é muito instável em suas emoções. No entanto, uma florzinha murcha pode abrir com uma boa rega de água fresca. Cuidar da relação, com carinho, otimismo ajuda muito. Atribuir valor à pessoa amada, sentir todos os dias o quanto ela faz diferença em sua vida, admirá-la, pode ajudar na temperatura do amor.

Está regando sua paixão com água fresca? Paixão demais pode cegar. São aquelas paixões sufocantes e inebriantes. Vem como um fogo abrasador ou um tufão que arrasa tudo quando passa. Você não consegue mais dormir. Pensa na pessoa amada a todo o instante. O coração dói, aperta, a voz some... Quando ouve a voz dele(a), sente tremores e palpitações.

Sentir-se apaixonado é um ótimo antidepressivo para o homem. Renova as forças, rejuvenesce e dá uma sensação de proteção. Parece que nada de ruim vai lhe acontecer, não é? Há uma sensação de elo espiritual que liga as pessoas amadas. Você mergulha no sonho totalmente.Você sente uma sensação de perda de controle. Eu?!!!!!!! Apaixonado por aquela magricela? Ah, não! Eu?!!!!!! Apaixonada por aquele mentiroso de uma figa? Jamais. Acontece! Entra na sua vida sem pedir permissão.

Estar apaixonado causa sofrimento? Claro! Ele é uma turbulência nas suas emoções. E nem sempre significa uma felicidade duradoura. No entanto, sentir aquela sensação forte, quente, é muito estimulante.

O que você deve fazer quando se sentir apaixonado? Bem, se você é correspondido, aproveite. Conheça todas suas emoções. Procure entender os sentimentos. Não deixe que estas emoções o controlem. Você é que tem que assumir as rédeas da sua paixão. Havendo muita dependência amorosa ou muito sofrimento, será que vale a pena? Viverá um estado de ansiedade frequente. e isso pode afetar sua saúde física e emocional. Se você não é correspondido, há esperança? Se é caso perdido, não desgaste sua energia numa paixão que não vale a pena.Tudo o que pensamos, sentimos ou fazemos, gera consequências. A paixão é tão ardilosa que não pensa nas consequencias. A pessoa apaixonada se reveste de uma coragem inusitada. A paixão é descartável, momentânea? Às vezes, mas nem sempre. No entanto, estar apaixonado não é garantia de um relacionamento duradouro. É uma sensação estimulante que merece ser vivida, apreciada, mas também encarada com seriedade. Faz parte da sua vida, do seu momento e, até da sua faixa etária.

Não há idade para se sentir apaixonado. É um presente ou um tormento que pode atingir a todos seres humanos. Bom ou ruim? Isso é com você!

Amar é o número 2.... Lua, adaptabilidade, casal.... cumplicidade. E, nem sempre estar apaixonado significa Amor. O Amor é a forma adulta da paixão. Ele equilibra sentidos, emoções e a realidade.

Lembre-se: os pensamentos são seus. As emoções também. Cria sua. Seu parto. Sentimentos. Experiências. Você tem o leme e a direção. Saiba como dirigir este leme para viver sua linda paixão.


Apaixone-se SEMPRE;D

Fonte: http://www.spiner.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=482



5 comentários:

Pam Nóbrega disse...

estar apaixonado é uma delicia... aquela sensação gostosa, o friozinho no estomago, o nervosismo estampado na palma das mãos atraves do suor frio... infelizmente me encontro numa situação de paixão não correspondida... mas sempre aprendemos alguma lição com cada relacionamento que vivemos... o importante é não desistir e como vc mesma disse, apaixonar-se sempre!!!
beijos
:)

Bárbara disse...

Olá :) Sou uma leitora novata aqui, mas estou amando os posts, me identifico com certas coisas ditas aqui.

Sobre a Paixão? Ah, acho que prefiro o amor. Paixão não tem equilibrio e isso não me agrada muito. Mas é algo quase inevitável... QUASE!

Beijos!
E passarei sempre por aqui :)

Anna Oh! disse...

Bom, eu não consigo enxergar o lado tão positivo assim da paixão, talvez pq eu tenha acordado bem ácida hj. Acho q se apaixonar é ficar um pouco doente, baixar as defesas, ficar mais vulnerável, e essa falta de "escudos" faz a gente se foder várias vezes.
Q é imprevisível, é. Que é estranho, é. Que é maravilhoso, é.
Mas é um sonho, é finito e a maioria das paixões não dá em nada... dá em bons momentos e lembranças, mas não dá em nada duradouro. O mundo anda descartável tb, pq as relações não haveriam de ser?!

Black Cat disse...

Estar apaixonado é a sensação única mexe com todos nossos hormônios, sentidos e também com o estômago!

hahahhaha

quem nunca ficou apaixonado e sentiu as "borboletas" no estômago?

aquele friozinho que a pam nóbrega citou ai em cima, mas que é um frio diferente?

e eu acho complicado falar disso... quem nunca deu conselhos a uma amiga ou amigo apaixonado cheios de comentários racionais e quando se encontrou apaixonado não conseguiu seguir as próprias regras?

na prática a teoria é outra...

tb sou meio ácida como a Anna... acho que paixão e amor estão diretamente ligador a dor e sofrimento... mas é bom enquanto dura, fazer o que? rsrs

amor, paixão... isso é doença!

*Dulce Herrera* disse...

Eu tenho uma relação de amor e ódio com a paixão! Sou apaixonada pela paixão e por todos os seus efeitos colaterais, mas ao mesmo tempo odeio a sensação de submissão q a paixão dá!

Quem nunca deu conselhos a uma amiga ou amigo apaixonado cheios de comentários racionais e quando se encontrou apaixonado não conseguiu seguir as próprias regras? [2]