terça-feira, 4 de agosto de 2009

Vamos nos conhecer ou vamos namorar?

Você encontra alguém ou começa a ver com outros olhos um colega próximo, começa um papo legal ou pode passar logo pra pegação, no fim caem no famoso "estamos só nos conhecendo... Mas e aí? Chega aquele ponto em que não sabe se deixa a coisa rolar, continua na falta de compromisso para se conhecer sem pressão ou acaba logo apostando alto e engata um namoro? Enfim, a pergunta hoje é:
INTIMIDADE x COMPROMISSO: QUAL É MELHOR VIR PRIMEIRO???

Para responder a essa questão eu invoco (adoooro palavras nerds de impacto!) o valente especialista em relacionamentos, cozinheiro nas horas vagas (eu sei que você refez a receita do macarrão com queijo que eu fiz! =D) e atual colunista representante do sexo masculino aqui do divã para me dar uma mão em escrever sobre esse assunto!

Andreas Ribeiro em pessoa!

Para quem não sabe, eu e o Andy encontramos o que esperamos ser a outra metade da laranja, a tampinha de nossa panela no mesmo dia, durante uma balada que prestava um tributo à Madona. Assim, durante "Like a virgin", esse foi o ultimo ponto em que as nossas coincidências acabam. Pois ele considerou que aquele dia foi o começo do namoro dele, enquanto para mim considero o começo de namoro pelo menos uns 15 dias depois. O que aconteceu?

Bem, o meu lado (O lado neurótico de Marie Curie) é o seguinte: acabou rolando o compromisso primeiro, depois a intimidade. Eu e o Sr. Curie tínhamos uma vida agitada, trabalho todo dia, eu louca com formatura/trabalho escravo/mestrado/tcc/chefe demônio; ele louco com especialização/tcc/trabalho. Encaixar um peguete no meio dessa história é impossível. Pois pensem: eu, cheia de coisas pra fazer, tinha tempo pra parar tudo para ir ver um cara que eu mal conheço, para algo que eu nem sei que poderia dar em algo? Ui! Complicadíssimo! E se eu me esforço pra caramba e a coisa não dá certo, acabo ficando com um ódio mortal e um monte de coisas pra resolver. Enfim, gastar meu tempo para algo inseguro era complicado demais... Fora que eu já tinha na cabeça que não ia me lascar toda pra me encaixar na vida de um bofe. Primeiro eu uma vez na vida, né?

Nessa situação, o custo parece sobrepor os benefícios (Nessa hora a Anna começa a falar que eu sou cartesiana, fria e calculista, huahuahauh!). Mas como fazer se eu estava gostando do mocinho? Depois de muitos e-mails trocados pequenos degraus escalados por ambos (sim, ele é tão metódico quanto eu, teremos várias calculadoras humanas como filhos), acabamos nos comprometendo em um namoro. Aí a situação é diferente! Eu tinha um namorado! Para vocês imaginarem, ficamos um tempão tentando conciliar as agendas para nos ver duas vezes por semana! Agora eu me sentia mais segura para conhecer mais a fundo o rapaz, tinha que separar um tempo e tudo o mais... é claro que isso não significava que eu estava imune a tudo dar errado, a eu descobrir que ele era um louco ciumento ou coisa pior, mas estava lá, disposta a conhecer! Para mim foi bem mais legal prender o bofe primeiro para depois conhecer! Desconfiada do jeito que eu sou, deu direitinho!

Ainda mais por que eu sou ressabiada pra caramba nesse papo de sexo! Não dou de primeira, nunca curti.Se eu me sentir usada, ah.. daí dói! Fora que pra mim mulher deve ser forte e conquistar o homem pela personalidade, charme, não pela habilidade da cama. Nada contra quem faça, mas para mim não tem nada pior que fazer sexo buscando a aprovação do outro. “se eu não fizer o teatro mágico na cama, ele não vai mais ficar comigo”. Tentar engatar um relacionamento já é difícil, imagina se colocarmos sexo na equação!

Pois é, como disse minha querida Marie, conhecemos nossos "pares" na mesma data (quase 1 ano atrás) e ao contrário dela que havia sido apresentado ao Sr. Curie por amigos (mais especificamente, por mim mesmo) que já havia colocado maior pilha que eles combinavam e tals e que rolaria algo...

No meu caso, eu estava "sozinho" na balada, pois Anninha já tinha sido fisgada, Marie já estava com troca de afagos com Sr. Curie e eu estava a ver navios, mas tinha alguém que eu tinha "cismado" na balada (acho que isso rende um post) e no final das contas acabei "chegando" na guria e ficamos sem nem trocar uma palavra...após um bom tempo na pista ao som de Like a Virgin e Sweet Dreams, convidei a então moça desconhecida para sairmos do "auê" e fomos nos famosos sofazinhos e tals e começamos a nos conhecer de verdade...

Nos demos muito bem logo no primeiro papo, o que resultou na troca de msn, conversamos durante a semana e marcamos logo no fim de semana seguinte de sairmos pra outra balada (Dessa vez embalados pelo Metal). Apesar da Sra. Ribeiro ter convidado amigas e amigo pra balada também, nós ficamos novamente.... e ai se seguiu troca de telefonemas, conversas longas... conheci a casa da Sra. Ribeiro, começamos a nos encontrar na casa dela para sairmos e não em "locais públicos", passando quase fim de semana todo juntos, mas sem termos nada "programado", ou seja, nada foi forçado ou pré-estabelecidos. Nós nos víamos todos os fins de semana porque os 2 podiam/queriam, sem criar maiores questões para isso, sem que houvesse necessidade de um compromisso formal, eram 2 pessoas se conhecendo e se gostando, aproveitando a companhia sem querer uma garantia em troca.

Tanto que ambos afirmávamos que não estávamos num momento que queríamos namorar, eu saído de um relacionamento de mais de 1 ano fazia uns 2 meses, ela em fase de mudanças, de emprego de casa... Também não sabíamos se o outro estava "ficando" com outra pessoa, ela até achava que eu estava, pois não havia cobranças...
Depois de +/- 1 mês e meio nessa, já tendo uma grande intimidade e nenhum compromisso, eu decidi mudar essa história e estabelecer um compromisso, que praticamente já havia, pela intimidade, mas não era nada "certo", se estabeleceu pois assim fomos deixando acontecer...

Agora voltando ao ponto de partida do post, o que é melhor acontecer primeiro? o compromisso ou a intimidade??

Eu digo que a resposta é "Depende do casal e da situação", como vimos 2 situações diferentes com o mesmo resultado final Compromisso com Intimidade, de formas diferentes...
Eu pessoalmente acho muito mais "confortável" estabelecer uma intimidade antes de um compromisso, pois como a Marie disse, sem conhecer mais da pessoa, você pode acabar "quebrando a cara", porém, se você não tem a chance de estabelecer o vínculo antes??? Ai é arriscar um compromisso de primeira.

E vocês, o que nos dizem?

Beijos

Andreas / Marie Curie

15 comentários:

Desabafando disse...

adorei o post...mas acho que não existe fórmula mágica! Acho que depende de cada situação, de cada casal, da forma que se encontraram, da personalidade de cada um, enfim...acho que não dá pra generalizar! Ah, e muito obrigada pelos comentários no meu blog....tenho adorado! rsrsrs....

Marcélia Macidália disse...

Concordo com você Marie.Conhecer outra pessoa é algo que não pode ser apressado. Por mim, deixo acontecer naturalmente, mas se o cara for daqueles espertiho já sabe ne? Somos pau de arueira e pica-pau nao bica aqui não hein?
Beijo

Marie Curie disse...

Desabafando:É, não exite fórmula mágica... mas que seria mais fácil se tivsse, ah seria! E mais chato, ouso dizer...
Marcélia: pos é, os espertinhos que deixam todas inseguras! Pau neles!

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

Como depende da personalidade, a minha pede a intimidade primeiro, dp o compromisso, mas realmente, depende de cada um. Tem selinho no blog pra vcsss, bjos.

Fraan ;) disse...

Ah, euu acho que pode dar certo isso de namorar e depois conhecer... Mas depende da situação, e das pessoas. Sei lá, dependo bem do caso. Eu tenho um exemplo, de uma grande amiga minha, que começou a ficar com um guri "desconhecido", e foi ficando, ficando, aí ele um dia na ficada, pediu pra namora com ela, e levou ela pra almoçar com a avó dele. Daí ela aceitou e começou a conhecer ele. Hoje eles são tão lindos juntos! Mas tudo são termos muito relativos ;D

Déia disse...

hummm é bom conhecer e construir algo saudavel... mas só vcs podem resolver essa questão... sem parecer "forçassão" de barra, aos poucos, acho que vale um diálogo franco...pois tb não podemos passar o resto da vida com o slogan "estamos nos conhecendo"
Mas enquanto isso n acontece, aproveite para conhece-lo de verdade! rs
bj

Taminha disse...

Ai aii o amooor rs
Complicado mesmo...pessoalmente oq sempre deu certo pra mim foi de conhecer e ai dps de um mes e tals oficializar tdo...
+ tbm ja deu errado rs

Dama de Cinzas disse...

Nossa! Eu vivo esse dilema com o meu ficante... Ele quer posicionamentos, compromisso, eu quero conhecê-lo e aproveitar os bons momentos ao seu lado... E rola estresse de vez em quando exatamente por conta dessa falta de sintonia...

Por enquanto estou deixando rolar... rs

Beijocas

Quem é tua Dona? disse...

Certeza que a intimidade tem que vir antes....depois de estabelecida, tudo fica mais fácil de resolver..

Beijos,
Anita.

Luana Motta disse...

Adorei o post!!!!

A vida de casal é realmente complicada, mas acho que não existe mágica, quando é para ser, vai ser e pronto.

Um beijinho

Gi ... disse...

Eu acho que depende muito da situação! Tem vezes que a coisa flui naturalmente a gente nem sabe o como aconteceu!
Eu sou supeita para falar, sei que isso é um defeito, mas sou difícil de me entregar, me apaixono sim com certa facilidade, mas eu luto em deixar rolar!!!
Então eu preciso me sentir segura, vou mais devagar com o coração!!!
Mas cada um é cada um, e cada situação é uma...

bjosssssssssss

Reebecca disse...

No meu blog eu procuro expor situações adolecentes e no seu situações da mulher adulta . acho que seria produtivo nós matermos contato .
To seguindo


Beijo

Pollyanna Carvalho disse...

kk nada a ver mais eu achava que Andreas era uma pessoa do sexo feminino he he he foi mal....

Sobre o post. acrediro que quando as coisas tem que acontecer, elas deslizão para os lugares certos e acontecem . A intimidade flui o coração bate mais forte , o tremor insiste em persisiti , e aquela vontade louca de ver a pessoa todo dia e toda hora, Impossível não ocorrer o compromisso , mesmo que indireto ele acontece queridos.

Adoro esse blog, mas uma vez descula Andreas e se puderem dêm uma passadinha la no Bem me quer Mal me quer , e leia um pouco de puro drama !!

bjsss

Olhos e pensamentos disse...

Dê uma olhada no que Eu quero:

http://olhosepensamentos.blogspot.com/

blog atualizado, bjs

Marie Curie disse...

Se o "se"...: Uia, selinho! Bjão, tks!^^
Fraan ;): Pois é, e quando um quer namoro e o outro quer se conhecer primeiro comlica né?
Déia: esse papo de "estamos nos conhecendo" é coisa de artista da globo, hauhauhau!
Taminha: Mas daí qual é o dia que vocês colocaram como cmeço do namoro? (curiosa!)
Dama de cinzas: Vixe, não deixa rolar muito... será que dá pra achar um meio termo aí? =P
Quem é tua dona: Ah, pra mim foi compromisso primeiro ^^
Luana Motta:hauhaua, falou e disse!
Gi...:hum, eu também sou bem turrona... fácil de apaixonar, difícil de me entregar! Bjus!
Reebecca: Passaremos lá ^^
Pollyanna Carvalho: ah, o Andreas é meio lá, meio cá! Huahuhau! Brincadeira, ele é o nosso recrutado das linhas inimigas para nos ajudar!