quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Mil Facetas

Estava eu Andreas andando e cantando e seguindo a canção (hahahaha) quando comecei a refletir sobre como nós costumeiramente nos encaixamos à “perfis sociais” e a maioria deles servem para homens e mulheres, outros mais específicos...

Nós acordamos cedo e saímos e temos que estar com a máscara do “dormi perfeitamente bem, estou arrumado, bem vestido e contente com mais um dia” por mais que estejamos morrendo de sono, com vontade de matar um no dente e sem nenhum saco pro trabalho/aula/qualquer coisa.
Então vestimos a máscara do trabalhador, do bom aluno, do estudioso, perfeccionista do desleixado...
Continuamos a mesma pessoa que dormiu, que acordou e convivemos com as outras assim que também estão desfilando sua faceta...

Colocamos a máscara da namorada, da amante, da carinhosa, boa de cama, cuidadora, da mãe, da filha, irresponsável, controladora, ciumenta, mente aberta...
E em nenhum momento podemos “perder a linha”, temos que nos manter coerentes e bem para todos não importando o quanto cada uma dessas “funções” nos exija.

Viramos o escritor, formador de opinião, o leitor, o fã, o assediador e o assediado, o que faz esporte, o que faz academia, o que faz dieta e o que quebra ela...
Não desistimos de seguir em frente ou talvez dar um passinho pra trás, mas continuamos nessa intensidade de transformações e adaptações, porém sempre usando a faceta de ser você mesmo!
Pois o mais importante é sabermos lidar com essas “exigências” externas sem nos perdermos de nós mesmos, e não perdendo nossa identidade por conta de um emprego competitivo, pra se destacar nas aulas, por ciúmes ou por amor destrutivo...

E se eu não usar nenhuma máscara? Estarei livre de todas essas exigências, serei uma pessoa livre dessas frivolidades da sociedade e chegarei a um nível em que isso não é relevante?? Creio que não, se você for 100% você, o tempo todo, provavelmente você será meio louco...

Beijos do escritor do blog Divã Rosa Choque com a faceta de...
Andreas Ribeiro

PS. uma imagem extra de máscara que ficamos na dúvida de colocar nesse post ou não...

12 comentários:

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

todos os dias somos mil faces . mil personagens, sem isso como viveriamos na solidão de um único personagem?

Drêycka disse...

Rapaz!!! Essa imagem me fez lembrar NA HORA, do seriado "lie to me" que ainda não passa na TV Brasileira, mas ja tem na net os episódios legendados. Pesquisa no google sobre ele, que vc vai ver do que eu falo! É fenomenal!!

Fica a dica!

bjssss

ps: posso roubar a imagem? hehehe

Andreas Ribeiro disse...

Dreycka: Vou procurar esse seriado sim....
E pode ficar à vontade pra roubar a imagem...

cristiiano disse...

acho a pior coisa na vida e usar uma mascara mas hoje se eu tiver de trabalhar tendo k usar uma eu nao vou meu trabalho nao rende nao fica bem feito entao mala mas nao trato ninguem mau por estar mau com migo mesmo bjs

Kesy disse...

Se vc não usar nenhuma máscara vai estar usando a máscara de quem diz que não usa máscaras, entendeu?

Acho que não é bem questão de máscaras não... leas são usadas algumas vezes sim, quando somos, por exemplo, obrigados a colocar um terninho pra passar numa entrevista, sendo que normalmente gostamos de andar de bermuda e chinelo... Mas fora isso, eu já penso o contrário, penso que não é sustentável usar máscaras o tempo todo!
Quem é que nunca reclamou por ter acordado cedo? Quem é que nunca foi pra aula/trabalho ou seja o que for com aquela cara amaçada e um puta mal humor?
Em alguns momentos nós somos nós mesmos sim... pode ser que nesses momentos nós nos envergonhemos de quem fomos, aí fingimos que estávamos com uma máscara que não representava nosso eu verdadeiro, pra poder seguir bem com a vida...

Beijos

Desabafando disse...

Andreas...
acho que nós, adultos, por mais que queiramos viver sem máscaras, sempre teremos algumas, acho praticamente impossível nos livrarmos de todas elas...afinal, é como vc disse! Temos que bancar isso ou aquilo, fingir isso ou aquilo, não contar isso ou aquilo...tudo pra evitarmos julgamentos.

Os únicos seres que vivem sem máscaras são as crianças novinhas, que ainda estão aprendendo com seus pais a usa-las...

Viver sem máscaras é como querer voltar a infância ou talvez, agir espontaneamente como crianças....nem todo mundo entenderia isso não?

Olhos e pensamentos disse...

Mil faces, mil sentimentos é o q sou!!
bjs

Única e Exclusiva disse...

Cansa estas facetas, e irrita! Mas, é preciso anda na corda bamba, ser e estar bem aos olhos dos outros. Procuro constantemente não perder minha essência. Eh duro!!

Bjos ú&e
PS.: Mea azeda hje. Sabe, né?!

Dama de Cinzas disse...

Acho que já escrevi pelo menos uns dois posts sobre esse assunto! As máscaras são necessárias, sem elas a sociedade vira um caos. Só precisamos saber bem quando estamos vestindo uma máscara e quando somos nós mesmos...

Beijocas

Pâmela Rodrigues disse...

Olá vi você na VIP e resolvi conferir o blog.
Odeio máscaras, mas tem dia que só com elas pra sair de casa... rs.
Beijo

Kleiton - Simplesmente Ser disse...

Quem ja não usou mascaras por um motivo ou outro não é mesmo? mas o melhor mesmo é poder ser transparente, quem sabe um dia possamos ser simplementes uns desmascarados em quqlquer situação.

CarOl disse...

Máscaras, nem sempre é tão mau usá-las. Ex: Quando temos q dar uma notícia ruim a alguém, nos vestimos de forte, não é mesmo?!
Então, elas de certa forma nos ajudam!!!
:P
bjuus