sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Características (bizarras) dos regimes femininos

Pois é, que a gente inventa um regime novo (e mais insano que os anteriores) por semana não é novidade. As metas podem variar de perder uma barriguinha inexistente a eliminar toneladas e ficar similar a uma etíope. Não importa, regime é regime e levamos a sério... hummm... até a hora em que deixamos de levar.
A mulher em dieta, além das psicoses provocadas pela falta de chocolate e carboidratos deliciosamente indispensáveis (hahahahahaahah, brincadeira), da irritabilidade derivada das privações e dos exercícios que nos põe em posições que trepê nenhum no mundo já nos colocou, apresenta algumas características malucas, insanas, que inacreditavelmente um ser humano faz. E com gosto.

- Auto engano: consiste em esconder de si mesma todo o tipo de guloseima açucarada, salgadinho, alimento calórico e espalhar no lugar barrinhas de cereal com gosto de nada, compostas de alpiste e demais grãos que demoram umas 200 mastigadas para serem triturados. Digamos que exercer essa tática seja menosprezar a própria inteligência e seus intrínsecos instintos de formiga. Você sabe onde a comida está e sempre, sempre, sempre vai encontrá-la – às vezes antes mesmo das barrinhas de cereal.

- Trabalhando o desapego: pode ser uma prática quase espiritual. Se olhada por outro lado também, toda mulher praticante desta modalidade tem uma veia comunista. É o ato de distribuir balas, chocolates e demais alimentos mega calóricos com gordura trans-super-saturada-que-entope-suas-artérias com todos seus colegas. Pode ser no trabalho, na sala de aula, não importa: você compartilha calorias, se livra dos tais alimentos e ainda faz um agrado pros amigos. Mas peraí, não é nenhum ato altruísta, uma vez que visa somente a eliminação da tentação.

- Esse não conta!
“Bis não é bombom, é bolacha. É sim, é mais bolacha do que chocolate. Logo, não quebrei minha dieta, só comi algumas bolachas!”-> conta sim, Bis vem na caixa de bombom, logo, é bombom!
“Ah, vai, bala não conta. Tic Tac nem é bala. Tem duas calorias. Ainda que eu tenha consumido 5 caixinhas e mastigado bala por bala (tamanha a ansiedade), não conta!” -> Se cada caixinha tem 50 balas e você consumiu umas 3, isso resulta em 300 calorias. Então conta!
“Se eu comer bisnaguinhas, consumo menos pão!” -> Nem a pau. Você não come uma bisnaguinha, come umas 2, 3, 4... e se bobear isso dá mais que um pãozinho.
“Sopa não engorda!” -> depende, se a sopa for de batata, de feijão, não é porque é líquido que não engorda.

A conclusão é que ainda que nos enganemos, que seja possível provocar o desaparecimento das desejadas comidas, ainda que tentemos obstinadamente burlar a matemática, a lógica e incluir sutis besteiras em nossa alimentação, sempre escorregamos. E qual o problema em escorregar em pequenas doses?
Tão cômico quanto articular todas essas maluquices em nossas falas e comportamentos é perceber que nenhuma regra é fixa, que podemos customizar os regimes de acordo não só com o que dizem que devemos comer mas principalmente com nossas necessidades. Com moderação, e sem enganação!

31 comentários:

GueGue disse...

A única vez que quis emagracer, eu estava completamente demente, pois tinha 51 quilos e me achava barriguda. Então havia começado a ler a dieta de south beach. Já ouviu falar???
Bom, não obtive nenhum resultado com aquilo, e graças a Deus, pois eu já era bem magrinha! Em 2007 eu tinha conseguido engordar... (era meu sonho, pois me achava muito magra) Consegui, 6kg. No começo de 2008 emagreci tudo denovo...
Agora estou com meus 49kg, me achando linda e mara... recuperei a auto estima e me sinto muito bem assim. Foi um grande passo na minha vida, aceitar se magrinha. Estou feliz com meu corpinho!

Beijinhos querida.

Bibi. disse...

hehehehehehehehe, Bis não é bombom é bolacha...então posso comer uma caixa...
:D

Lari Bernardi disse...

O negócio é mentalizar "Eu não estou com fome, é só ansiedade"

funcionou comigoo... ;]

;*

Carol disse...

Nunca fiz dieta, essas coisas, sempre fui bem magra, hoje com 47 quilos tenho problemas com a minha alimentação! Sempre me achei no peso ideal, nunca quis ser assim ou assado!
Otimo post, ^^
beijão, aprece lá de vez em quando ^^

Drêycka disse...

INDA BEM Q EU TO FORA DE DIETAS!

:p


BJS

Carolina Diniz disse...

Nossa...

Em ainda lendo tudo isso eu continuo praticando. Preciso de um terapeuta???

Beijos e SUCESSO!

O Especialista disse...

eu particularmente não faço dieta, mas claro que para não disperdiçar as duas horas diarias d academia eu cuido da min ha alimentação, sempre.

Nunca passei por regimes, mas como tenho pouco tempo disponivel, tive de entrar em uma reeducação alimentar para conseguir conciliar academia tempo e comida.

A auto-estima é o reflexo do espelho...

Atenciosamente

O Especialista

República disse...

hahahahahahaahhahahahaha

noossaa!! nem vou contar o que eu faço qdo to de dieta..tenho até vergonha!! hahahaha
beijo!!

Bem Resolvida disse...

Graças à Deus eu nunca precisei fazer regine/dieta. Acho que nunca conseguiria passar pelo que certas mulheres passam...Algumas fogem do regime mas tem umas que realmente demonstram uma força de vontade que chega a ser bonito e eu...nunca teria!!

beijo

Paulinhaaa disse...

Eu vivo falando que esse não conta, acho que nenhuma dieta minha durou mais que um dia rsrsrsrrssr

Bom carnaval!

Bjs

Andreas Ribeiro disse...

Nem falo mais nada desse assunto... hahahaha

E qdo sua amiga decide que vai emagrecer se comer polvilho (e apenar polviiilho) o dia inteiro, né Anna?

UHAhauhuhauhaua

bebelsa disse...

Ainda bem que nunca me preocupei com dietas, primeiro por que acho que não conseguiria, sou amante da boa comida!

Sinceramente, essas dietas mirabolantes e escapadinhas básicas são os pecados que impedem uma boa dieta...já presenciei histórias comprovando que isso não dá certo!
Para mim o que vale é exercíco físico e reeducação familiar!

bjus
Anna ...obrigado por visitar meu singelo blog!

Maica disse...

hahaha eu usava muito a tática de "esconder" as tentações,mas não adiantava muito; hoje em dia ando um tanto desecanada com regimes,ate pq de uns tempos para cá estou sempre no meu peso ideal,graças a Deus não preciso mias me previr dos meus adorados docea!
ps: obg pelas visitinhas la no batom, saiba que vc é sempre bem vinda por lá. Bjo e ótimo carnaval!

Marcella Castro disse...

Nunca passei por isso, mas já vi minha mãe e amigas fazendo coisas do gênero! Eu tô precisando é engordar uns 2 kg!
beijo =*

Mabia Barros disse...

fiz muita dieta doida já... ainda hj n estou lá mto feliz com o meu peso... mas a diferença do tempo q fazia dietas malucas pra hj é q antes achava q poderia virar uma somaliana... ou talvez uma etíope... hj sei q minha constituição é essa e n vou ficar bonita mto magra... ao contrário... sou gordinha mesmo e sou feliz assim... como o q quero e pronto!

e sem problemas de açúcar, colesterol...

Sempre em Trânsito disse...

Muito interessante o blog, conteúdo inteligente e layout bacana!

Jhennifer Cavassola disse...

Antes de engravidar eu fiz uma dieta bem legal. Conseguir perder uns kilinhos.

Fiz uma postagem relacionada: http://mulherdiferente.blogspot.com/2008/09/dieta-sem-mistrio.html

O sonho de todos é ter um dieta bem sucedida, na fazer pelo menos começar a fazer uma hehe

:)

Mulheres Alteradas disse...

“Bis não é bombom, é bolacha. É sim, é mais bolacha do que chocolate. Logo, não quebrei minha dieta, só comi algumas bolachas!”-> conta sim, Bis vem na caixa de bombom, logo, é bombom!"

Vc não tem noção de como eu ri com essa parte.
Não me fale em regime...eu fico triste.
Ô pessoa sem força de vontade essa que eu sou. Pqp, vou te contar.

Beijos, bom carnaval.
Alice

Renata - Mulheres Separadas disse...

Fome é algo psicológico!! rsrsrs

du disse...

....é...dietas sempre fornecem entrelinhas sacrifício, eliminação, redução.....dai que as coisas complicam muito....

...já vi e li tanto sobre dieta que nada mais me surpreende....mas sempre tudo me deixa de cabelo em pé....principalmente aquelas que se tornam best sellers!

...enfim, cada um tem que achar aquela receita que se encaixa no seu metabolismo, cotidiano, bolso e sanidade.....

.abraço

meus instantes e momentos disse...

e se as dietas não derem certo (vira essa boca prá lá),
ñ esqueça, antes carne que osso.
Maurizio

Nanda disse...

ai, falando a verdade, regime é muuuuuuuito ruim!!!!! eu é que o diga...esse ano inventei de fazer regime ( coisa que nunca pensei em fazer na vida),e vou te falar, não tem coisa mais difícil que resistir às tentações...
mas que fz um bem,isso faz...
bjs

Alícia Nash disse...

uhahuauha
Aaah aogra entendi os biscoitos de polvilho... e eu que pensei que era só uma preferência...

Bem, nunca fiz dieta, não sou fã de dieta, mas gosto de exercícios, na teoria porque prática mesmo´nem pensar! E com que tempo?! Tem alguma academia que fique aberta da meia noite às seis?

Não vou dizer que dou pulos quando me olho no espelho, não sou gorda, nem magra demais, mas os meus culotes me tiram do sério... bom, sorte é que dizem por aí que há quem goste de mulheres com quadris enormes...

Bom, concluo que: com dieta ou sem dieta, com exercícios ou sem, o importante é ser feliz!

= D

(Ora, dane-se que a frase é manjada! = P)

Cele disse...

Vixi, sou assim não... hahahahah.
Tenho consciência de quando piso na bola na dieta, mas tb não fico enlouquecida achando q tenho q viver c/ alface e água.. Deus me livre! rs

bjos!

Jhennifer Cavassola disse...

O sonho de todos é fazer uma dieta bem sucedida ou pelo menos começar uma dieta. Há algum tempo fiz uma dieta e deu tudo certo. Mas engravidei e parei, não tem como continuar rsss.

Um lindo fim de semana! Beijos

Annie Manuela disse...

Gostei mto do seu blog.
Vou estar te acompanhando.
Bjks.

vida cotidiana disse...

Já tentei vários regimes, mas o que deu mais certo foi esquece-los e viver a vida com pequenos controles, tudo ficou maravilhoso, e aquela neura do regime desapareceu, bs

cherry disse...

a pôxa, eu que estava pensando em esconder aquela panela de brigadeiro que eu quero NEGAR que fiz...

tsc ts tsc...

AMEI O POST1

Bárbara disse...

Mulher é assim.
Eu trabalho o desapego, mas não da comida, haha.
E em relação a comida, eu não faço nada, não nasci pra dietas, talvez porque eu não tenha tido necessidade disso (graças a Deus que não)!

Penso que precisamos ir com calma que a gente acaba alcançando aquilo que deseja... que seja quilinhos a mais e chocolates a menos.

Beijos!

Índia disse...

Ô vida ingrata! Odeio dietas, me sinto no filme Psicose, tenho a impressão que uma barra de chocolate vai me atacar no chuveiro. kkkkkkkk

Ótimo post.

Beijão

Andréia Santana disse...

Oi! Visitando a blogosfera, acabei cheguando aqui no espaço de vocêis; e adorei o blog, adorei essa postagem.... Bis não é bombom??? rsrs

Quero convidar a vocêis a conhecer meu blog(www.andreiasantana.com), lá eu falo sobre moda (trabalho na àrea da moda), beleza, comportamento, e cotidiano e meus devaneios de vez em quando. Vai ser um prazer te ter por lá.
Beijos