sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Se Liga Nessa

Um bebê é lindo e muito fofinho, mas chora; precisa trocar a fralda e custa muito dinheiro! Além disso, provoca uma verdadeira revolução na vida da mãe, principalmente se essa for uma adolescente. Sabe aquela velha historia de achar que isso nunca vai acontecer com você? As coisas não são bem assim. Se você marcar bobeira vai acabar engravidando e aí querida leitora não vai adiantar perguntar: por que eu?

Você sabia que desde 1970, tem aumentado os casos de gravidez na adolescência e diminuído a idade das adolescentes gravidas? Enquanto isso, a taxa de gravidez m mulheres adultas está caindo. Em 1940, a média de filhos por mulher era de 6, essa média, calculada no ano de 2000 caiu para 2,3 filhos para cada mulher. Porém, o mesmo não acontece com as adolescentes. Segundo os dados do IBGE, desde 1980 o numero de adolescentes entre 15 e 19 anos grávidas aumentou 18%. Só pra ter ideia do que isso significa, são cerca de 700 mil meninas se tornando mães na cada ano no Brasil.Já não causa tanto espanto sabermos que meninas de 10, 11, 12 anos tenham vida sexual ativa, assim como aparecem em consultórios portando alguma doença sexualmente transmissível (DSTs) e ou grávida. O que levaria as adolescentes a engravidar? Nunca foi tão divulgado os meios para evitar a gravidez como nos dias atuais, e mesmo assim, o número de adolescentes grávidas é cada vez maior. Porém, são muitos os motivos que tornam uma adolescente mais vulnerável a uma gravidez, mas o principal deles é a falta de um projeto de vida, a falta de perspectiva futura na maioria das gravidez na adolescência não são planejadas, isto é, acontecem sem intenção, causada por diferentes fatores individuais ou sociais. 70% das garotas não usam nenhum tipo de anticoncepcional navez, 98% das garotas que engravidam conheciam a pílula e 99,4% delas sabiam sobre a camisinha.
Os repetidos casos que aparecem nos consultórios de psicólogos e médicos apontam que muitas dessas adolescentes possuem um desejo de serem mães, do qual elas não tem consciência. Mas se está pensando em transar é melhor consultar seu ginecologista, ele é a pessoa mais indicada para tirar suas dúvidas e orientá-la sobre o melhor anticoncepcional para você. Se não tem coragem de pedir a seus pais que marquem uma consulta para você, uma boa dica é ir até um posto de saúde, onde além da consulta você poderá conseguir também a pílula e a camisinha grátis.
Lembre-se: CAMISINHA SEMPRE!!!

Kisses cheios de charme!!

23 comentários:

Brunas F. disse...

Realmente não dá para ser relapsa nessa questão..afinal um filho é para a vida inteira e acarreta milhoes de mudanças na vida da mãe =/


Bjoo

Fernanda Cozendey disse...

CAMISIINHA \o gente, eu ainda não penso em ter filho :~

bom texto; beijos

Bell Bastos disse...

Eu, como adolescente que sou, acho que o que faz as meninas engravidarem tão cedo não é vontade de serem mães, e nem nada disso, é aquela famosa situação do "isso nunca vai acontecer comigo".

A maioria dos adolescentes se sentem tão invulneráveis que não usam a camisinha porque "ah, eu não vou ficar grávida" ou, "ah, eu já tomo a pílula, e eu estou namorando o mesmo cara há muito tempo, não vou pegar nenhuma DST".

E é aí que todas as adolescentes se enganam: querida, você já ouviu falar em lei de Murphy? Se você não achar que vai acontecer aí sim é que a coisa acontece! E outra: você está com o seu namorado 100% do tempo pra saber por onde o pinto dele está "andando"?

O negócio é se prevenir SEMPRE, como se tudo O TEMPO TODO pudesse acontecer com você (o que é verdade).

Yo Carmo disse...

Queridas amigas avassaladoras...
é com muita satisfação que informa a voces:
tem um super selo de reconhecimento do trabalho devoces lá no Avassaladoras Rio.
passe por lá e peguem o selinho!
http://avassaladorasrio.blogspot.com

Inspirações disse...

Um ótimo final de semana para vcs! Gostei do artigo, é preciso alertar!

Jhennifer Cavassola disse...

Pois é.. e como tem aumentado.
Costumo dizer que é mais fácil sair carrinho de bebê na loja, do que camisinha na farmacia. Hoje estou grávida de 3 meses, sou casada e temos uma vida agradavel e feliz. Mas fazia 1 ano que eu tentava engravidar, e cada vez que eu via uma colega, adolescente, dependente dos pais e gravida, eu ficava louca. Porque, eu que queria tanto, demorava e elas sem um pé de meia, só na putaria, sem ter condições nenhuma de educar, engravidando. Mas graças a Deus estou vivendo esse sonho.
Bela psotagem! :)

Jhennifer Cavassola disse...

Postagem nova no mulher diferente! Um linda semana

o casalqseama* disse...

putz, apoiadíssima!!!


bjão da fê =D

daniel moura disse...

Quero ter paz de criança dormindo...gostei do blog...parabéns e inté!!

Emiliano M disse...

Olha, para mim é zuado constatar essa falta de responsábilidade por parte da mulecada!

Sexo é um negócio muito (MUITO, MUITO) bacana, mas requer, NO MÍNIMO, uma BOA dose de responsabilidade!

(se me perguntarem, acho que a coisa toda tem que se pautar no amor... Sexo tem que partir do coração e não do pinto, mas essa é só minha opinião).

De qualquer jeito, Ótimo post!

fiquem na Paz amiginh@s

Ka disse...

siiiim seeempre

e eu q nao confio só na camisinha ainda faço uso da famosa pílula!

Camila :) disse...

esses dados assustam :(
éeh cada vez mais riscos eh?jah pensou se ainda vivessemos na idade da pedra sem camisinha e nem nenhuma metodo?
meeu deels UHAUHAUHAUH

vida cotidiana disse...

Os meninos e meninas tem que começar cedo a terem imformações, para não correrem risco de um susto... responsabilidade gente, bjs

Rafaela disse...

filhos... tenso!!

se tiver, só daqui muitos anos..

sei lá..

DESIRE disse...

Menos é inconsciência!
Beijos prometidos

Gisele Santos - Redação MRC disse...

informação todo mundo tem

não me conformo!

Beth disse...

Sexo na adolescencia é um assunto que deveria ser tratado em casa, pelos pais, assim que os primeiros sinais da puberdade começassem.
Dia desses, uma priminha minha menstruou e fui logo abrindo o verbo com ela.

Também sou a favor de que a as meninas e meninas possam, deste cedo, já escolherem seu médico - àquele que vai acompanhar-los por toda uma vida.

Gravidez na adolescencia é coisa muito séria e que muitas vezes envolve risco de morte, na gestante e no bebê

Mary West disse...

MEDO CARA. Tudo menos um filho na minha vida neste momento. Eu heim.

kellen valeska disse...

Oie..
Nossa cada dia mais fico assustada com esse lance de garotas de 11,12 anos já terem vida sexual ativa.E a maioria das meninas q começam a vida sexual cedo acabam tendo filhos mais cedo ainda!
E hj ninguém tem mais motivo para dizer q não conhece os métodos de proteção!
Isso é falado em todos os meios de mídia e até nas escolas!

Se prevenir hj é a coisa mais facíl!

E como diz o ditado"É melhor previnir do q remediar!"

Ótimo post

bjo;)

A+☺$ disse...

É.... camisinha indispensavel!

Bom dia!

Luíza Mª Hollanda de Mello disse...

nem me fale!!!
morro de medo....

Mabia Barros disse...

é o que a bell disse... "não vai acontecer comigo"... adolescente é tudo esperto e invencível... nessa se dá mal...

não só adolescente, é bem verdade...

pavor da idéia de filhos...

camisinha com espermicida e pílula... sempre!!!! Amiga de minha mãe tá feliz q vai ser vó de trigÊmeos... o pai, filho dela, tem 23 anos... faz faculdade... e a mãe... deus q sabe...

decididamente n é pra mim...

Marie Curie disse...

Gente, eu sou tão neurótica que uso camisinha e pílula com o meu namorado-fixo-amor-eterno! Isso por que eu não sei até quando ele vai ser tudo isso, mas principalmente por que filho tem que ter muito planejamento, muita estrutura. É um plano que você irá se comprometer pelo resto da vida! Eu sinceramente acho que pra fazer sexo e pra ter filhos era necessário tirar algum tipo de licença, fazer algum curso, com prova ferrada e tudo! Hunf!

Bjus da Marie!