sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Rodada, eu?

Mulheres extrovertidas, falantes, sensuais, falam sobre sexo, praticam-no com mais alguém que não é o marido ou o amor de sua vida, sabem dividir amor de sexo, abraçam e beijam amigos e saem com eles. Quais das condições acima podem ou não ser consideradas de uma mulher promiscua? Já ouvi que pelo menos todas as condições acima já foram citadas para descrever uma mulher dita como rodada. Enfim, o que é ser promíscua? Ser uma mulher que fala de sexo? Que curte sexo? Mas até que ponto? O dicionário ali em cima define mulher promíscua como aquela que faz sexo com vários caras, então quer dizer que olhar vários pode? E beijar? Até que ponto isso é necessariamente mal? Quantos homens por mês fazem uma mulher se tornar mal falada? Para os meus pais, basta mais de um NA VIDA pra já ficarem rezando pela minha alma!

Na biologia, lidamos com a promiscuidade como falta de refinamento, mais precisamente, uma escolha da evolução pra lidar com tempos difíceis.
Explico. Imagine um pernilongo, com um aparelho bucal mega especializado pra só tomar sangue coelhinhos do Himalaia. O que aconteceriam com esses se devido a uma avalanche, os coelhinhos desaparecessem? Simples, morreriam de fome! Mas e agora, se lidarmos com um pernilongo pragmático que pode se alimentar de qualquer coisa, ele terá um sistema embora mais simples, mais PROMÍSCUO, definitivamente mais versátil! Então, sobreviverá, entende?

Logo, posso resumir naquela frase: enquanto o homem certo não vem, divirta-se com os errados! Em minha opinião, enquanto a liberdade da garota não estiver interferindo na do outro está tudo bem. Sendo todos os envolvidos livre e desimpedidos, minha filha, faça o que quiser! Olhar, beijar, abraçar, transar, o importante é ser coerente com o que você quer, sem se preocupar muito com imposições morais que no final podem cobrar seu preço. Pois é, tem conseqüências. Além de poder virar notícia no bairro, existem homens que ainda separam as mulheres para pegar, e as para casar! É aquela velha história, homem rodado é garanhão, mulher rodada é galinha... Homem que divide mulher entre puta/santa pra mim não sabe o que está perdendo. Enfim, os que tiverem chance de analisar a mulher sem esses estereótipos podem acha uma mulher de verdade, tão boa quanto às ditas “pra casar”, e, deixo aqui a minha alfinetada, de vez em quando até melhores. Elas já sabem os truques.

29 comentários:

Anna Oh! disse...

Ótima alfinetada! E o post é bem coerente, faz com que pensemos na dita "promiscuidade" como mais uma opção frente a escassez e adversidades da natureza.
Hammmmmmmmmmmmmmmmm, então, abracemos a ideologia Cher, e que venham os errados! Uhu!!!


ps: meninas, to meio louca com a semana de provas e respondo os comments e passeio nos blogs normalmente assim q acabar. Aceito corrente de orações.

Bem Resolvida disse...

se eu te falar que NUNCA fico com um cara na night vc acredita?
no passado por muitas vezes acabei beijando qualquer boca e depois percebi que o sujeito era um babaca e me arrependi. Hj resolvi que só fico com quem saiu de casa por minha causa. E isso tem dado certo, é um processo seletivo que afasta 80% dos babacas.
tipo: Saí, tinha um cara tudo na vida, veio falar comigo. Como eu tenho certeza que diante da minha recusa ele iria atacar outra eu troco um papo, email, orkut ou whatever e fica pra outro dia. Os caras que não se interessaram por mim mas que somente queriam uma boca na balada não escrevem, jogam o papel fora, mas aqueles que realmente se sentiram atraídos/interessados na minha pessoa me mandam email logo depois...e depois de alguns papos online marco um encontro...aí sim ataco. e nem ligo se rolar sexo no primeiro encontro...
eu costumo dizer pros meus amigos, que ficam me tirando sarro me cham,ando de fresca, que não achei minha boca no lixo pra sair beijando qualquer um sem nem ter uma idéia da procedência.....rsrs

vida cotidiana disse...

Eu acho que a exposição gratuita(ou por dinheiro) errada sem necessidade, até escrevi sobre isso no meu blog, nós coloca frente a uma realidade de objetos, para o prazer dos outros. Mas viver a vida experimentando, tentando nós encontrar mesmo que seja com o cara errado, mas estamos felizes, acho ótimo, devemos ser donas do nosso próprio prazer.Bjs

Juliana Lira disse...

Oi

Nas minhas andanças cheguei aqui,
vc é corajosa hein?
Expressar seus pensamentos com verdade e sinceridade é um máximo!
Vou voltar viu?

Mil beijos

Andreas Ribeiro disse...

Uhuuuuuuu Marie!!! arrepia xuxu!! hahaha brincadeira.. brincadeira..

Então, mew... é isso ae, quando 1 não quer, 2 não trepam... já diria o deitado... e se as pessoas são livres para assim proceder, porque não? quem tem o poder de decidir o que é certo e errado para as pessoas?

Quanto a essa definição "pra casar/pra traçar" eu não acho que vejamos assim... pode até ter uma definição "essa é mais certinha, vou ter q ir na boa" e "essa é mais saidinha, vou pra cima" porém... isso não exclui o fato das 2 poderem estar nos 2 grupos... enfim, eu posso sair com alguém com intuito de "sexo fácil" e ficar com ela por 10 anos... e sair com outra pra passear de mãos dadas... e ficar 1 dia... ou só até o dia de concretizar os desejos na horizontal... enfim... falei demais pra dizer q são conceitos relativos


Beijos
Andy

Delirios de mulher disse...

Acho essa história de "rodada" coisa antiga.
Sinceramente,que coisa mais idiota ficar separando pessoas pra casar e pegar.
Nós mulheres somos muito pressionadas pela sociedade pra sermos "boas-moças",mais merecemos ser independendes tanto financeira como sexualmente.

Bjs

Drunken Alina disse...

Nem me fale, esse assunto me deixa NERVOSA!!!
Acho que o machismo já vem no DNA dosa caras!!

Putos!!!
A gente tem que curtir a vida igualzinho a eles... temos o mesmo direito!!!

Um beijão, ótimo fds!!!

Raquel El-Bachá disse...

Concordo com vc, Marie. A mulher tem mais é que se divertir com os errados enquanto não encontra o certo. Os homens fazem isso com freqüencia, não? Por que as mulheres não poderiam fazer o mesmo sem serem tachadas de rodadas?
Beijos.

Jana disse...

ai se olhassemos mais pro nosso umbigo em vez do umbigo alheio ia ser bem mais simples

beijos

BelaCavalcanti disse...

DISCORDO. Podem me chamar de chata, antiquada, babaca... Morei em varios lugares do mundo e "ele" ainda pensa como um "machista" (seja la a sociedade que vc. queira mencionar), não é vc e nem eu que vai muda-lo. Lutar por uma sociedade aonde a mulher seja mais respeitada e tenha os mesmos direitos que o homem ta LONGEEE da matematica de com quantos homens ela dorme. Mulher facil é o ÓOOO. Eu se fosse, homem fugia... O bom é ser inteligente, falante, comunicativa,articulada, boa logica, matematica em dia, CHEIA da grana, BEM profissionalmente e MUITO guardadinha - apenas minha opiniao. Afinal, hj em dia a gente não precisa de homem mais nem pra ter filho... pra que o desespero?

Jhennifer Cavassola disse...

Eu nunca fui de sair ficando em baladas et cetera e tals. Mas se eu tivesse vontade ficar com alguém, não pensaria se já fiquei com o irmão, primo, amigo, ficava mesmo. E isso é que o nome pega. Mas sempre tive em mente q nós mulheres já somos chamadas de galinhas sem sair ficando, imagina pegando tudo! É que no meio de 10, se ficamos com 3, 6 vai dizer que ficou.
Mas como encontrar o principe se n]ao for se divertindo com os sapos? Assim como os homens precisam se divertir com as pererecas. Mas eu curti pouco e suficiente para o amadurecimento. No terceiro namorado sério, casei. rsss

Beijos

Bei

Drêycka disse...

uau!!!!

queria deixar um recado pra ANNA O - FILHA, VC N ACHA Q JA TA NA HORA DE VC ME ADD NO HALL DE BLOGS Q VC RECOMENDA??? DA UMA OLHADINHA Q EU ENCAMINHO MUITA CLICADA PRA CÁ, HEM???? VC JA TA ADD HA MUUUITO TEMPO.... HEHEHE

BJS

cassiE disse...

essa história de fazer o que quiser e ter liberdade sexual é meio complicada mesmo, por que querendo ou não nós vivemos numa sociedade machista. temos todo o direito de beijar e dar pra quem quiser, mas também precisamos de critérios...
eu por exemplo odeio esses homens que vêm falar comigo na balada e depois que levam corte, vão dar em cima de outra. todos têm o direito de ser sexualmente livres, mas quando implica em começar algum relacionamento afetivo, todos temos critérios para escolher a pessoa.

Drêycka disse...

RESPONDENDO A ANNA O.:
aêeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

; D

heheheheh

Betty disse...

Isso é tudo, infelizmente, é o reflexo da sociedade machista e "religiosa" em que vivemos!
Esteriótipos são sempre negativos, o importante é "viver e não ter a vergonha de ser feliz", e o melhor é fazer tudo o que julgamos bacana para nos divertirmos e dane-se o que pensem de nós.
*Beijos Betty*

Marie Curie disse...

Uau, polêmica reina no blog, hehe! Vamos lá:
Anna: uma atéia aceitando corrente de orações? É, a coisa tá feia. Energias positivas rosa choque pra ti linda!
Bem resolvida: Acredito sim flor, mesmo pq eu adotei a mesma política de uns meses pra cá. Afinal, pegar vários caras é opção, não obrigação, se o momento inspira, vai lá! Bjus!
Vida cotidiana: o foco aqui é na pessoa que age, de tal forma que a coisificação da mulher se dá se ela quiser, se ela deixar de se guiar pelo prazer e seus valores. Enquanto estiver bom pra ela, ótimo! Bjus!
Juliana lira; volte sempre, flor! Bjus!
Andreas e delírios de mulher: queridos, os conceitos são relativos, mas eu já vi isso acontecer sim, de homem separar com toda cara de pau! Assista legalmente loira! Eu passei recentemente por esse papo de ser promiscua por falar muito de homens, mas nunca levei a cabo as minhas afirmações.

Jajá eu volto pra comentar os outros, esperem!

senhorita sartori disse...

São raros mas ao meu ver os chamados 'homens de verdade' gostam de mulher que gosta de sexo. Pq não?

Século XXI galera!

MELISSA S disse...

Eu sou rodadíssima, graças a Deus. Adoro conhecer gente nopva, experimentar e tenho pavor de quem tenta me estigmatizar ou me reduzir aos próprios valores morais. Afinal de contas valores e princípios são individuais, certo? Continuo mantendo a minha opinião, como a sua, aliás, de que o importante é ser feliz!!
ps: Marie, fala pra Anna que a história do homem com as tetas foi bizarra... Sério... Putz, acho q é pior do q ter barriga. Bjs

Máah Castro disse...

Hoje o que faz uma mulher/garota/menina ser chamada de rodada é o famoso rodar banquinha, tp, "ficar" com um, depois pegar o amigo dele, e assim pra frente.
O negocio é pegar gente sem muito elo, não importa á frequencia só não sendo amigo proximo do ex tá valendo ;)

*•·• -=|KÅ®ÎÑÅ|=- •·•* disse...

huauahauahaua tô me divertindo com os errados!!!
Mto bom esse post!!!
Minha mãe é bem moderninha :S ela diz assim: "se n deu certo com um, tenta com outro... é assim a vida.."

ahahahahha


Anna Oh, estou orando por vc, pela sua semana de provas!!! rs mas sei q não precisa disso =P

Atre disse...

Dia desses postei no meu blog um texto que me mandaram sobre a DUREZA de ser homem...
Ah, e eu concordo que é mais difícil ser homem que ser mulher...NÃO é difícil ser mulher...é CRUEL (vou falar sobre isso no meu blog daqui uns dias)....

E a condição de ser mulher na sociedade é CRUEL por muitas das coisas e situações que vc citou...

abraço

Camii* disse...

HAHAHAHA adoreeeeeei =]

muiito bom mesmo

bjoos

M.Moraes disse...

ahhh...life is party!
hsoiauhsoaiuhsoa
o negócio é ir tentando ate achar o certo!

Amey o blog!!

Beeijos

-=|Åñä £ú¢¡ä|=- disse...

Parabéns pelo post e pelo Blog!

Ainda bem que estamos em 2008. Pena que alguns homens, ainda estão no tempo das cavernas.

Bjs

Camila disse...

Adoreiiiiiiiii!
Rodada? Quantas vezes já ouvi isso da boca de meus irmãos, falando sobre alguma menina mais saídinha... e até parece! Esta tinha mais fama q km rodado!
Husahushauhsau
Beijos

Ana julia disse...

Por isso vou me divertindo enquanto tá difícil de aparecer o certo!
bjos!

cih disse...

Eu considero mulher rodada aquela que não se respeita e afoga suas inseguranças e preocupações em sexo e mtos homens numa noite só,ela não gosta,ela faz pq não tem aonde enfiar toda sua frustração pra mim é isso,prática né?rsrs
Beijos
http://sweeet.zip.net

Lalú disse...

.Sinceramente eu não me incomodo com quantos homens (certos ou errados) a mulher transou. Acredito que ninguém deve dar conta da vida de ninguém, principalmente da vida que corresponde da cintura para baixo.

.Mas o que me deixa doente é o tipo da mulher que acha que porque transou com tantos homens pode assumir uma postura vulgar, pode ser (com o perdão da palavra)"aputalhada".

.Tem gente que não percebe que o sexo faz parte da vida, que o sexo é vida. Tem gente que pensa que sexo é uma coisa do além que precisa ou ser escondido ou ser escancarado.

.Saio com meus amigos, beijo e abraço sim. Só não acho bonito andar na rua e ter que ver um casal se engolindo, afinal isso é feio até para o homem.

.Outra coisa que eu não aceito é a teoria machista que defende a idéia que a mulher só deve transar quando está namorando, enquanto o homem pode fazer em qualquer ocasião... Penso que se for para transar que seja quando eu quiser e não para esperar que alguém chegue e coloque uma plaquinha e um cercadinho em mim dizendo que eu sou uma propriedade privada...

.Adorei o blog.

*Raíssa disse...

Adoreeei! Ótima alfinetada e ótimo post!

Se eles podem, nós também podemos, e sem sermos apontadas como rodadas!

Beijos