segunda-feira, 28 de julho de 2008

Last Drop Falls

Bom, vou fazer minha primeira contribuição para essa querida coluna: TRADUÇÕES CRETINAS. E trago pra vocês, caros leitores, uma banda que é mestre na música de corno e dor de cotovelo, pra quem não conhece, o Sonata Arctica é uma banda de Heavy Metal Melódico (confira o vídeo no final do post) e o Tonny Kakko, vocalista e compositor da banda, deve ter sido um corno de primeira linha, eles têm vááárias músicas nessa linha, escolhi uma para traduzir aqui, espero que curtam!!
os comentários em negritos são meus, e os em negrito e itálico foi uma contribuição de Anna Oh!


Last Drop Falls
Sonata Arctica

When I'm looking in your eyes
Everything seems to fade away
After all these years we had do I know you now
Have I trusted blindly in your love, too many times
You said: "hey, my love, I'm sorry but we can't go on 'cause
I'm in love with someone else"
Tell me, what do you want me to say
When you treat me this way

Quando eu estou olhando nos seus olhos
Tudo parece desaparecer
Depois de todos esses anos que tivemos, eu conheço você agora
Eu confiei cegamente no seu amor, muitas vezes
Você diz: "ei, meu amor, me desculpe mas nós não podemos continuar porque
Eu estou apaixonada por outra pessoa"
Me diga, o que você quer que eu diga
Quando você me trata desse jeito

Estamos vendo o caso de um bobo apaixonado, crente no “amor verdadeiro”. Até a bunita se cansar do mala, bater asas e voar. O que ela quer que você diga?? Não diz nada mané... cai fora enquanto é tempo.
Manoooo, ela já tem outro, acorda!

Oh I love you, maybe?
And I hope it goes away
How I want you daily
I know it's gonna stay Oh,

Eu te amo, talvez
E eu espero que acabe
Oh, eu te quero todo dia
Eu sei que vai continuar

Típico corno inconformado, depois de um toco, ainda faz juras de amor e acredita que vai dar certo... pobre rapaz.
E eu vou vomitar aqui... que cara meloso!

You are so self satisfied
Always ready for a ride
Double crossing, lousy cheat, love you anyway
You have warm and tender devils soul, you are so low
I can hear you say: "I'm sorry, should we still go on,
I'm not in love with that someone else"
Tell me, what do you want me to say
When you treat me this way

Você é tão independente
Sempre pronta para uma volta
Dupla cruzada, trapaça barata, Eu te amo de qualquer jeito
Você tem uma alma aconchegante e terna de demônio, você é tão baixa
Eu posso ouvir você dizer: "Eu sinto muito, a gente deveria continuar
Eu não estou apaixonada por aquele outro alguém"
Me diga, o que você quer que eu diga
Quando você me trata desse jeito

O cara sabe que ela não presta, não adianta disfarçar, ele sabe!!! E ainda fica esperando que ela tome prumo e diga que quer ele. Porque as pessoas não dão graças à Deus quando se livram dessas trancas?
Porque todo castigo pra corno é pouco!

Oh I love you, maybe?
And I hope it goes away
How I want you daily
Tell me now that...
I have found the whore in you
Why can't I tell you no
Time will show, the last word is for me
If you fail to see the problem we have, one room full of walls
Jar of love isn't dry until the last drop falls

Oh, Eu te amo, talvez
E eu espero que acabe
Oh, eu te quero todo dia
Me diga agora que...
Eu encontrei a vagabunda em você
Por que eu não consigo te dizer não
O tempo irá mostrar, a última palavra será minha
Se você não consegue ver o problema que há entre nós, um quarto cheio de paredes
O jarro do amor não está seco até que a última gota caia

Ele ainda busca as respostas nela, ele sabe que ela não presta, que vai deixar ele lá sofrendo feito um cão sem dono e ele ainda acha que o amor não acabou porque tem uma gotinha no jarro dele... depois reclamar de sofrer por amor... esse ai ta pedindo, ta implorando!!!
É, o copo ta meio vazio... ele encontrou a vagabunda nela e ela encontrou o otário nele. Tem gente que gosta de sofrer!

The moment I will step aside, you're ready for another ride
Walking in the cool night air without underwear
You have red light burning in your soul, I've seen the glow

No momento em que eu me afastar, você está pronta para outra volta
Andando no ar gelado da noite sem calcinha
Você tem uma luz vermelha brilhando na sua alma, eu vi o brilho

Nossa, ele tem certeza que gosta dela? É a vadia da calcinha vermelha atacando pela cidade, e ele SABE disso, o que piora as coisas...
Tadinho, Andreas... o cara tomou um toco e você fica zuando... HAUAHAUAHUAAHUAHA

In every dream I have I say: "I'm not in love with you"
But every day I say I do
You have messed with my head so many times
Forced me to love you

Em todo sonho que eu tenho eu digo: "eu não estou apaixonado por você"
Mas todo dia eu digo que sim
Você mexeu com minha cabeça tantas vezes
Me forçando a te amar.

Agora é a culpa é toda dela, ela forçou e o bobinho foi aliciado... conta outra.
Eu sei com que cabeça ela mexeu heheheeheheh

Now that...
I have found the whore in you
Why Can't I tell you no
Time will show, the last word is for me
If you fail to see the problem we have, one room full of walls
I will try until the last drop falls

Agora que...
Eu encontrei a vagabunda em você
Por que eu não consigo te dizer não
O tempo irá mostrar, a última palavra será minha
Se você não consegue ver o problema que há entre nós, um quarto cheio de paredes
Eu vou tentar até que a última gota caia

De novo, ele sabe que ela é vagabunda e tudo mais e ele ainda vai tentar porque tem a doce ilusão do amor perdido no seu âmago. Ou seja, prefere continuar sofrendo por uma vagabunda do que ir atrás de um amor de verdade. Quantas pessoas que conhecemos vivem nesse amor de ilusões, lutando contra moinhos de vento, pra não encararem um amor de verdade, de cumplicidade, de desilusões também, de sofrimentos também, mas não ilusório e doentio como esse, rastejando atrás da vadia que não o quer mais.
Pois é, amor romântico dá nessas: sofrimento, suicídio, tuberculose ou auto-punição. Esse cara é um pouquinho masoquista, tanto quanto qualquer um de nós que já se apaixonou por um “caso perdido” e tentou fazer dar certo.

7 comentários:

Anna Oh! disse...

Orgulho da tia! Apesar de não curtir esse tipo de música devo admitir que foi uma escolha mto bem feita.... por que não ver o lado do cara?
Foi divertido fazer esse trampo ;)
Bjos

Tinha disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, o engraçado é saber que aquelas caras de "te pego na esquina" se por dentro é um bando de mamão pêco, e o pior, que não resistem a nenhuma chave de xereca?
Olhe, falem o que quiserem, mas eu sou da época que melody metal era Nazareth e Whitesnake - os bofes eram românticos mas não comiam regue de vagaba. Eram machos e não ficavam por baixo.

Trecho de Love Hurts, do Nazareth (traduzido):

"(...)Alguns tolos pensam em alegria,
Felicidade, união.
Alguns tolos enganam a si mesmos, eu suponho,
Eles não estão enganando a mim.

Eu sei que não é sincero, eu sei que não é sincero,
O amor é apenas uma mentira, criada para te deixar triste.
O amor fere... Ooh, ooh, o amor fere...
Ooh, ooh, o amor fere..."

Viu? Eles não se enganavam. Esses preiboi punheta de hoje caem no vigário de qualquer pisteira.
Acho é bom, e tenho dito.

Saudade dos trogloditas românticos de antigamente...

Anna Oh! disse...

Pois é,nem fala.... por exemplo na época do Led Zeppelin dava gosto de ser groupie! Anda mais o Plant... hummmmmmmmmm

*Dulce Herrera* disse...

Q vergonha alheia do corno da história!!! ahsauhsuahsuahsa
É, pq eu já fui exatamente assim (abafa).

Num é o amor que machuca.
Mas sim as ilusões que inventamos.

E segue a minha teoria (que vc discorda Andreas).

QUANTO MAIS VC PISA, MAIS O CARA SE APAIXOOONAA

FATO! ;)

Bem Resolvida disse...

Putz. como me mijei de rir aqui!!!
que musica mais tosca!!!!!
Pra versão em portugues poderiam chamar o Biafra!!

Esse cara é tão corno e tão cego e tão ....tosco...mas mais tosco ainda é quem ouve essa joça!!!
uahauahuahauahau
Fiquei curiosa. meu sex nerd ouve
al melódico, vou perguntar se ele curte essa banda....rsrs

Andreas Ribeiro disse...

Poxaaa... assim você magoa o colunista do blog!!!

eu me racho com as letras deles... mas a música é fodona!!! (pra quem curte a pegada) hehe

Masss... biafraaa foi foda... uhauhauha (depois colocarei outra música deles... se rachará mais)

Marie Curie disse...

Ai, bem, eu adoro Sonata... mas venhamos e convenhamos: As groupies do Jim Morrisson é que eram felizes, hahaha! Gosto musical à parte, quando queremos nos apaixonar, não tem o que faça! Vamos nos apaixonar pela pior pessoa possível, vamos sofrer e tudo o mais! Entendo até certo ponto o rapaz, mas tenho que dizer: Culpa dele! E dela!