sábado, 26 de setembro de 2009

Você, chatinha!

A maior parte das mulheres se acham o maior presente na vida de um homem. Dignas de adoração, mimos, torpedos apaixonados são obrigação! E quando ele termina ou não quer mais, há sempre a frase: "ele não sabe o que perdeu", etc, etc. Tudo por que achamos que damos demais para nossos respectivos bofes. O que a maioria não quer perceber é que podemos ser beem chatinhas quando queremos ser perfeitinhas para eles.
As mulheres têm uma concepção de amor que ela acredita ser a mais pura e certa, principalmente por ser senso comum que as mulheres estão mais em contato com o seu lado emocional (tipo as TPMs, as neuroses e todas as frases que começam com "eu me sinto ignorada/deixada de lado/ com o cabelo ruim). Amor é uma emoção, logo, temos doutorado na coisa!
Assim, acabamos impondo a nossa forma de amar, dando o que queremos receber em troca e assustando os homens e divertindo-os com s cliches.
Quando estamos tristes, queremos que o homem cuide da gente e dê chocolate. Cuidar, para nós, é ouvir, emendar um "Nossa, que coisa! Que cachorro!", achar que você foi injustiçada por um mundo cruel, ser reafirmada como a mulher mais linda e trabalhadora do mundo, dar um abraço, propor um programa legal e fechar tudo com um chocolate. É, somos lésbicas. Queremos uma mulher que nos escute, por que um homem tenta cuidar da sua respectiva ouvindo, ficando em silêncio (para achar a solução do problema), soltando um "confio em você" e deixando você de lado para dar o seu espaço. Isso quando não fala: "Não vejo por que você se sente assim, é tão simples, logo passa", pensando assim a diminuir o problema para que nos sintamos melhor.
Acabamos assim tendo ações que diferem para os dois: A mulher acaba sendo uma chata, por querer falar de seus sentimentos, e o homem acaba como ausente ou peça de mobília, só ouvindo e aparentemente ignorando tudo o que foi dito.
E no final, a discussão se instaura, não pelo que foi dito, mas pela FORMA COM QUE FOI DITA! É um caso claro de ações de carinho que acabam sendo mal interpretadas, magoando as duas partes.
Você, mulher. Pedir para mudar os outros e difícil principalmente se nós não tivermos mudanças e reflexões dentro de nós. Assim, tente entender seu rapaz. Ele a ama, tente reconhecer as formas de ele dar amor. Se não for suficiente, tente conversar e dar o braço a torcer. E lembre-se que podemos ser bem chatinhas quando queremos, então nada de pentelhar o rapaz.
Beijos da Marie!
Ps: Obrigada Anna por ter publicado o post para mim! Bjus florrr!

13 comentários:

Renata Bittes disse...

Verdade, n tem nada pior do impor a forma de amor que vc quer. Sentia uma pressão de ter q mandar msg e ligar, e era o ex q me fazia sentir isso. N dá para impor nada, a pessoa tem q agir com naturalidade, por vontade dela e nem todo mundo age de forma igual.

;)

pontorouge disse...

Na real? Nós mulheres somos chatas mesmo - umas mais, outras menos, mas todas chatas.
Mas acho que faz farte do pacote. rs

Beijo rouge

Dani

Catherine disse...

meu namorado as vzs me diz isso! aihsiuahiushiuas.
aprendi a entender um pouco os homens com ele, mas sabe, continuo a nao gostar!
eles nao suportam nosso jeito nem nós os deles, acredito que um dia vou me apaixonar por uma mulher [?!?]
auishuiahsuihuias.

beijooos

Mari disse...

Perfeito isso

Desabafando disse...

tem toda razão...gostei!

Dama de Cinzas disse...

Mulher é um bicho chato mesmo, por isso que me relaciono com homens... ahahah...

Adoro as mulheres como seres, são fascinantes e cheios de possibilidades, mas ser relacionar amorosamente com mulher deve ser difícil... rs

Quando termino um relacionamento, sempre tendo a achar que eu fui uma merda... rs... Mas depois recupero minha sanidade... rs

Beijocas

Déia disse...

Vc foi gentil com o "chatinha"

As vezes, somos insuportáveis! rs

bj

Maria Helena disse...

Nossa... eu acabei de levar uma senhora chacoalhada desse post. Mas é bom, quem sabe eu fico menos paranóica...

Kety disse...

KKKKKKK ME VI TODA AI HEHEHEHE
A COBRANÇA SOBRE MEU NAMO
QUE ELE SEJA COMO NO INICIO DO NAMO - SOH DE PENSAR QUE PODIA ME MAGOAR JA TRAZIA CHOC ^^, ME ESCUTAVA, MANDAVA MILHOES DE SMS E SCRAPS... MAS AGORA .... FIKO EU ENCHENDO O SACO PEDINDO PELO MENOS UMA PARCELA DE TODO O ROMANTISMO Q ELE JAH TEVE ^^

Drunken Alina disse...

Estou tentando ser menos pentelha,acho que está funcionando,rss!

Passei a ser menos crítica com ele e tb a falar as coisas que desejo ao invés de esperar que ele adivinhe.


Bjos!!!

Morango sem chantilly disse...

Somos chatas sim. Nem consigo me imaginas namorando uma das minhas amigas e olha que todas são maravilhosas.

Só aguento homem mesmo. Eles têm pênis, paciência e são mais simples e diretos.

*Cah* disse...

hihihihi...

se todo mundo lesse o livro Porque Os Homens fazem Sexo E As Mulheres Fazem Amor conseguiriam entender melhor os seus parceiros e talvez as coisas fluiriam melhores..hahha!

beijooo!

Marie Curie disse...

Renata: pois é, ninguém aguenta ficar tentando agradar outra pessoa por muito tempo! Bjs!
Pontorouge, Déia e Dama de Cinzas: chata, pentelha e maníacas, hauhauhauha!
Catherine: uiaaa, vai sair do armário! Arrasa gata! ^^ Brincadeira, bjus!
Maria Helena: eu já falei que precisamos fazer um grupo de auto ajuda rosa choque... tá convidada, flor! Bjus!
Kety: Pois é, mulher tem essa de comparar tuuudo! Uma porcaria! Acabamos vivendo no passado e nada de evoluir, cobramos um comportamento antigo. O que a gente esquece é que para um relacionamento amadurecer, ele precisa mudar. Não dá só pra ficar com a parte boa de tudo!
drunken: é, empatia realmente não é o forte deles. Tente palavras curtas e apresentações em power point para explicar as coisas pra eles.
Morango sem chantilly: affe, Deus me livre de namorar uma amiga minha! Uma mais doida que a outra! Ahn, meninas, amo vocês tááááá? hauhauhauha
Cah:ah, eu li esse livro! Adoro um livrinho de auto ajuda!