quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Competição?

Um dia conversando com Anna Oh expliquei a ela meu ponto de vista sobre um aspecto que às vezes passa despercebido em alguns fins de relacionamentos: a competição! Agora vocês podem pensar: "sim, essa menina definitivamente não bate bem!" Vou explicar e quem sabe vocês entendam (e até concordem) com a minha teoria... Logo que acontece o término, sendo ele pacífico com a promessa (falsa) de sermos-bons-amigos e tal ou se houve copos de vinho na cara, agressões verbais e/ou juras de nuncamaisqueroversuafuça, tentamos recolher os caquinhos e tocar a nossa vida, certo? Sim, sim, eu concordo plenamente... Mas não conseguimos nos desligar totalmente da outra pessoa,e querendo ou não, qualquer tipo de notícia sobre ela mexe conosco... E me respondam sinceramente: quem aqui por acaso nunca desejou que seu ex pagasse tudo o que fez com você amargando em solidão ou arrumando uma boa bisca pior que ele, que fizesse com que ele sofresse horrores?


Até aí tudo normal, sentimentos confusos e mal resolvidos, uma miscelânea de raiva e mágoa... Mas de repente você descobre – sem querer ou por querer mesmo, fuçando em orkut ou investigando com amigos e coisas do gênero – que o mocinho está bem feliz, obrigada! Arrumou uma namorada nova, está radiante, se achando a última Coca Cola do deserto e não no estado miserável que você esperava! Sim, você esperava que isso acontecesse... Reconheça... O “espero que você seja muito feliz” por vezes pode esconder um “você vai se arrepender dessa decisão e ser muito infeliz sem mim”. Depois do choque da notícia você analisa sua vida... Se está com outra pessoa e feliz, que bom pra você, não vai se sentir tão mal assim, e aposto que vai comparar o ex com o atual, e COM CERTEZA o atual terá muito mais pontos positivos que o falecido e ainda poderá pensar: “nossa como eu estava com aquilo (no sentido mais depreciativo da palavra) quando esse aqui dá de dez a zero nele?” Se está sozinha e feliz e nem quer saber de homens, poderá não perder tanto tempo assim pensando nesse assunto...

Mas chegamos no assunto em questão... Você não está com ninguém e bate aquela carência, achando que está na hora das coisas darem certo pra você, pois você merece, afinal, sofreu muito no relacionamento anterior e o karma tá te devendo... E você se vê nessa situação enquanto o outro está todo pimpão... Peraê, não tem algo errado? Era pra VOCÊ estar feliz... Era pra VOCÊ seguir em frente, era pra VOCÊ estar numa situação melhor que a dele! É uma injustiça, sacanagem, uma conspiração! E no entanto, é real... Pra mim esse sentimento não é a famosa dor-de-cotovelo, e sim, a necessidade de competição com o ex... Involuntariamente sentimos aquela vontade de estarmos mais bem colocadas do que eles, pra eles sentirem na pele o que perderam, e quando eles saem na frente da competição nos sentimos mal...


O que podemos fazer para tentar mudar esse quadro? Bom, a parte mais importante é se afastar do outro lado, e evitar saber da vida dele, o que ele faz, com quem ele namora... É difícil e somos curiosas por natureza, mas só assim vamos conseguir pôr foco em nós mesmas. A Anna sempre me diz que é muito importante estabelecer metas, mesmo que sejam pequenas, e acho que nesse caso esse conselho cai bem... Não podemos exigir do destino que ele nos recompense por algo que não deu certo, e temos que ter paciência para as novas experiências que certamente virão! Será que consegui me fazer entender ou acabei provando que sou louca mesmo?

20 comentários:

Marie Curie disse...

é claro, óbvio e ululante que é uma competição! E das brabas! Quando eu estava solteira e vi q meu ex logo estava noivo, não foi amor ou dor de cotovelo q me fez ficar mal, aliás, nem cogitei a idéia de voltar pra ele, mas a imaginação de que a vida dele estava andando e a minha, necas. Assim, ele estava ganhando! É claro que com a ajuda daqueles "super amigos" que ficam falando q vc vai ficar pra titia ajudam q só, as coisas só pioram... feliz daquela que estraga o namorado depois dela! Pq além do cara se ferrar sozinho, ainda existe a chance de ele vir e falar: Eu era feliz com vc e nom sabia... hehehe
Malvada? Naaada!

Beijos da Marie! (com dor de cabeça e meio mal humorada)

Anna Oh! disse...

Bom, Mari, acho seu ponto de vista muito sincero, uma vez q tdo mundo tende a querer parecer dócil e amigável após o término do relacionamento. E a maioria dessas pessoas finge, quer mais é ver a caveira do falecido,q ele se ferre, q sinta falta d vc e tudo mais. Daí, ao percebermos q o cara seguiu o caminho dele isso ta fluindo relativamente bem, dá sim essa sensaçao d querer q o nosso tb flua... e beeeeem melhor q o dele.
Não era pra ser uma competição, mas é a conotação q acaba tendo.

Bjussssss

Emblemática disse...

É verdade!

Thais disse...

Se vc é louca, acho que também sou...=D
Estou passando justamente por essa fase, uma super dor de cotovelo. imaginando oq posso fazer pra ficar mil vezes melhor que meu ex e tentar inverter essa situação...

Anônimo disse...

deixa de ser boba... a situação muda, não seja imapaciente!

Lari Bernardi disse...

Tá certa Mari...

Até porque não há homem no mundo que termine relacionamento pr ficar sozinho. É normal ele se ajeitar com outra rapidinho, se ele terminou é bem possivel que já tivesse de olho na outra.
Já a mulher não. Termina e precisa de um tempo pra ela, pra curar feridas, amadurecer, crescer e se sentir segura pra partir pro próximo.

;*

vida cotidiana disse...

Eu tinha um pensamento assim quando terminava meus relacionamentos. Queria que o chão abrisse um buraco e ele fosse engolido e desaparecesse da face da terra sem deixar vestígios.....
hahahahha.......

Raquel El-Bachá disse...

Comigo aconteceu recentemente tudo o que vc disse. Descobri há mais de um mês olhando o Orkut do meu ex por acaso que ele estava com uma menina. Fiquei arrasada pq tinha encontrado com ele dias antes e ele se mostrou bastante solicito comigo, bastante carinhoso e minhas esperanças de voltar ainda existiam. Desabei e morri de raiva, afinal em todos os meus términos anteriores eu sempre me recuperava primeiro que meus ex. Pensei: Como ele está melhor do que eu agora depois de tudo que fez?
Não digeri isso muito bem até a semana passada quando eu descobri que na verdade a mocinha do Orkut é a maior roubada em que ele poderia entrar. A mocinha namora um outro cara há 8 anos e tava dando corno no cara com meu ex. Fiquei feliz (olha a competição)pq vi que ele não estava tão bem assim, embora esteja se achando a última bolacha do pacote.
Beijos.

Raquel El-Bachá disse...

Comigo aconteceu recentemente tudo o que vc disse. Descobri há mais de um mês olhando o Orkut do meu ex por acaso que ele estava com uma menina. Fiquei arrasada pq tinha encontrado com ele dias antes e ele se mostrou bastante solicito comigo, bastante carinhoso e minhas esperanças de voltar ainda existiam. Desabei e morri de raiva, afinal em todos os meus términos anteriores eu sempre me recuperava primeiro que meus ex. Pensei: Como ele está melhor do que eu agora depois de tudo que fez?
Não digeri isso muito bem até a semana passada quando eu descobri que na verdade a mocinha do Orkut é a maior roubada em que ele poderia entrar. A mocinha namora um outro cara há 8 anos e tava dando corno no cara com meu ex. Fiquei feliz (olha a competição)pq vi que ele não estava tão bem assim, embora esteja se achando a última bolacha do pacote.
Beijos.

Raquel El-Bachá disse...

Comigo aconteceu recentemente tudo o que vc disse. Descobri há mais de um mês olhando o Orkut do meu ex por acaso que ele estava com uma menina. Fiquei arrasada pq tinha encontrado com ele dias antes e ele se mostrou bastante solicito comigo, bastante carinhoso e minhas esperanças de voltar ainda existiam. Desabei e morri de raiva, afinal em todos os meus términos anteriores eu sempre me recuperava primeiro que meus ex. Pensei: Como ele está melhor do que eu agora depois de tudo que fez?
Não digeri isso muito bem até a semana passada quando eu descobri que na verdade a mocinha do Orkut é a maior roubada em que ele poderia entrar. A mocinha namora um outro cara há 8 anos e tava dando corno no cara com meu ex. Fiquei feliz (olha a competição)pq vi que ele não estava tão bem assim, embora esteja se achando a última bolacha do pacote.
Beijos.

cassinha disse...

a parte mais legal da competição é você ver que o cara tá saindo com uma menina feia e chata. apesar disso, dá aquela puta dor no cotovelo pq a gente fica pensando "poxa, eu toda arrumadinha, bonitinha, e ele com essa tosca aí"...
ex é foda, a melhor coisa é evitar ficar sabendo da vida dele, mas será que alguém consegue??? é dificil pra caramba.

Felipe Francesco disse...

Eu não tenho experiência o suficiente pra dizer se isso é verdade comigo ou não. Anyway, é curioso como essas coisas mexem com a nossa auto-estima. Independente se fomos nós que terminamos ou não, sempre queremos que a perda do outro, em termos emocionais ou "funcionais", seja maior que a nossa. Para, dessa forma, provarmos (principalmente para nós mesmos) nosso valor.
No fim, entendo que se eu precisar disto para provar meu valor estou ferrado, ainda que potencialmente posso tender a me sentir da mesma forma, e aí, vai ser mais um item pra jogar minha auto-estima pra baixo....hehehe. Bom, não, vc ñ é louca....

Bjo!

Barbara Góes disse...

Axo que esse texto foi escrito pra mim... =/
ontem recebi a noticia q meu ex vem morar aqui na minha cidade com a namorada dele.. eh.. a q ele me trocou.. =x
já fazem 3 anos que espero estar numa situação melhor q ele.. por cima da carne seca mesmo, mas até agora nada!

=/

Sara disse...

Tá acontecendo cmg tb ;/
e eu concordo com a CASINHA, o ruim é quando ele está com um feinha mto pior q eu, ai a gente imagina, putz, eu toda bonitinha e ele com ela? Realmente nao da pra entender ;/

Otimo post!

Drêycka disse...

Ai!
Nem me fale! :'(

MELISSA S disse...

Eu entendi e adorei o texto. E espero que o meu ex arrume uma mulher bem feia, chata e ruim de cama rs Beijos!

Bárbara disse...

Isso acontece mesmo! É incrivelmente confuso... haushuahsuahsa :P

Mary West disse...

Ahh a gente finge que quer a felicidade alheia, mas naum é bem assim mesmo. Ex deviam morrer sozinhos.

Andreas Ribeiro disse...

Tardo, mas não falho Mari.... emtão aqui vai meu comentário... hehehe

Eu acho que dificilmente alguém quando termina não se sente assim... com alguma ponta de competição... porém eu fiquei feliz qdo soube q a falecida estava com outro, pois assim ela me deixaria em paz... não foi bemmmm o que aconteceu, mas agora acho que ela vai sumindo aos poucos =P . Em todo o caso, é porque eu estava bem quando terminei... se eu naum estivesse, talvez eu me queimaria de raiva... =P

PS. E discordo de que homem só termina pra estar com outra... axo que homens e mulheres acabem tendo os mesmos motivos para um término

moni disse...

é a mais pura realidade kkk beijos