domingo, 3 de agosto de 2008

Dia de bode

Lembro que, há uns (poucos) anos atrás ficava preocupadíssima quando via meu tio passar finais de semana inteiros grudado na televisão. Grudado não é a palavra certa... ele ficava deitado, sua cama minuciosamente posicionada para ter o melhor ângulo da telinha; copos e revistas ao lado da cama, abraçado ao controle remoto e... a almofadinha pra encostar a cabeça, lógico. Ficava abismada porque, no auge da minha pentelhice aborrescente, não parava em casa, mal conseguia sentar num sofá e ver alguma coisa.
Passou-se o tempo e os anos foram pesando (calma, eu ainda não preciso usar Renew), e eu começo a entender meu tio. O bode bate, geralmente num fim-de-semana que você não tem nem um tiquinho de vontade de botar a fuça pra fora de casa; liga a tv, começa a zapear de um canal pra outro, e outro, e mais outro... parece que tudo favorece seu estado de “pessoa caseira”, sua falta de vontade de levantar a bunda do sofá/cama/coisa do tipo. A programação é interessantíssima, até um documentário sobre o ciclo da vida do salmão prende sua atenção e faz com que você tenha reflexões filosóficas, olhando pro teto. (amigas de blog biólogas, perdón)
E assim vai-se a manhã, a tarde, e a noite. A preguiça também domina seu ser, a ponto de estimular a falta de coragem pra tomar uma chuveirada ou pôr os cabelos em ordem... Ao se olhar no espelho, o lado da cabeça que ficou apoiado no travesseiro fica amassado e o outro bem mais alto, como se tivesse um galo na cuca. A aparência-monster é completada por olheiras e as roupas-de-guerra que geralmente se usa pra ficar em casa: a calça furada, a camiseta esburacadíssima, as meias lasseadas...medaaaa!.
Nesses dias tem alguém que adora desafios tentando te tirar de casa... e é pra um ambiente totalmente agitado, o oposto do momento de reclusão em que você vive. Daí rolam as desculpas esfarrapadas ou o tal papo sincero que só um amigo-muito-amigo é capaz de suportar; e – acredite – ele te entende.
Quando é necessário ir ao banheiro, atender ao telefone, campainha ou se alimentar, os ossos estalam, os pés com as tais meias de elástico frouxo são calçados nos chinelos.... o caminhar é arrastado, vagarooooooso.
O dia de bode pede pipoca, comida de microondas e poucas palavras. Pode vir depois de uma fossa, uma sobrecarga de trabalho, estudos ou da vida mesmo. Ah, e mesmo depois de ter passado o dia todo na horizontal, ainda morre-se de sono na manhã seguinte!

14 comentários:

Cecília disse...

Você esqueceu de dois itens fundamentais: o pote de sorvete e a cortina black-out!
Adoro esses dias de bode!

Lisa disse...

PERFECT!
Faz horas que não encaro um domingão assim....

Ana Julia disse...

Hoje é meu dia de bode... mas pelo menos consegui me levantar da cama e dar uma olhadinha na net.

Mari disse...

UEHuawheuhawe adorei !
Muito bom mesmo !
continua c o blog que eu adoro ler mesmo que nunca comento to aqui vigiando-te =)

Mari.

Bem Resolvida disse...

hj hj hj!!

o dia chaaaaaaato
já fiquei mudando de canal sem parar pra passar o tempo. E ainda por cima to toda doída do embalo de sábado a tarde de ontem...
ainda bem que daqui há pouco tem jogo do botafogo. Pelo meons terei 2 horas interessantes nesse dia fatídico!!

_Carrie_ disse...

pote de sorvete é se vc esta de bode por algum cara ainda por cima! rs

hoje meu domingo foi bom..festa de um amigo..mas tem domingos que são assim mesmo..

os domingos na verdade costumam ser um saco!

que venha a semana!

(texto da anna oh no "complexo de carrie!) bjus

BrúuH disse...

Ameeeii oo teextoo ee oo bloog !
MuiiitO booM Heem .!! =)

see puddeer,dáa umaa pasadinhaa no meeu e vee o ke achaa...(se puder comentaar,agradeçoo)

BeeiijOs

http://www.meuladobee.blogspot.com

Mariana Valente disse...

ahhhhh... hj tive um dia desses... acho que ultimamente tenho tido vários, essa ociosidade enquanto não começo com o emprego novo me deixa assim... com preguiça de tudo... :)

ah inaugurei o blog novo
eeeeeeeee\o/

beijos

Garotas de Vinte e Poucos disse...

Anna
passo semre por isso.
Depois que passa, vejo que perdi tempo, mas na hora é tããão bom!!!

Bjo

*lala*

Meninas de Família disse...

Às vezes é preciso mesmo ficar hibernando! heheh
beijos

Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos disse...

´TEM COISA MEOLHOR DO QUE ISSO? FALA SÉRIO...
BEIJOCAS

Andreas Ribeiro disse...

Axo que todos tem esses dias...
Eu estava assim semana passada e fui arduamente convidado a sair de balada e qse quebrei meu bode pra sair... só que o bode foi mais forte e fiquei... hehehe

Problema do domingo, é quando queremos fazer um monte de coisa e naum tem nada... antes estivéssemos de bode... hehe aí não reclamaríamos

Bjoss Anna, matou a pau!!

Abreu disse...

Rs! muito divertido e realista.

abraço,e bons dias de bode pra vc.

Samira (Milora) disse...

Ultimamente ando passando por isso... Deve ser a idade ou algo do gênero. Chega uma fase da nossa vida em que algumas vezes é bom ficar curtindo... sozinho.

Gostei do blog e vou adicionar. :)

Beijos.