sábado, 23 de agosto de 2008

Casos no acaso!

-Bom vou contar uma estorinha, diga-se de passagem *veridica*.

Como todo bom conto de fadas a minha estorinha começa com o famoso
"Era uma vez"... uma menininha, bonitinha, arrumadinha, toda querida, toda cheia de si; ela era daquelas que passa a imagem de 'a bem resolvida', de que sabia o que queria, mas é tão novinha...
Bom, também havia um rapaz, mais velho , todo bonito também, mas esperto, possuía uma banda, tinha todas as menininhas conhecidas a seus pés, mas ele queria algo diferente...
Foi quando um acaso fez eles se conhecerem.. foi assim: estava ela sem nada o que fazer quando uma amigo a chamou pra dar uma volta, bater um papo, e nisso de papo vai e vem ... o celular desse amigo toca uma música que começa com "papararaparariparara"; ela ouve e fica curiosa, o amigo lhe mostra a musica inteira, e diz quem canta. Ela volta pra casa com a tal musica na cabeça e resolve jogar em um site de relacionamento o nome da banda na busca; nessa busca aparece o perfil desse garoto aplicado, bonito, charmoso. Ela como não é boba e gosta de coisas novas resolve se arriscar, envia um recado elogiando a musica do rapaz [não com muitas esperanças de que ele respondesse, pois o mesmo é lotado de atenção e deve ser dificil dar atenção á todas] pensava ela. MAS para sua surpresa, eis que acontece... o rapaz a responde na mesma hora, e não só responde como também adiciona! Conversa vai e conversa vem , foram para o msn; nisso as coisas foram se intensificando, as conversas foram ficando mais quentes e ela pensava [isso nao pode estar acontecendo! ], contava para as amigas que falavam *que tudo!*[mal sabiam elas]...as coisas foram cada vez mais se intensificando, partiram pro telefone, e mensagens no celular, tudo o que ela queria [ela materializou o príncipe encantado nesse rapaz...coitada!], ela já nao aguentava mais esperar para vê-lo, e eis que surge a grande oportunidade. Ela é responsavel por uma grande empresa, e nisso ficou responsável em selecionar e recrutar novos funcionarios para uma nova filial que coincidentemente é do ladinho da casa desse rapaz! Em um dia chuvoso, lá foi ela fazer esse trabalho, não se continha em pensar que estava tão próxima do seu *príncipe encantado*! Terminado o trabalho[um pouco depois da hora do almoço], ela resolve ir ao encontro dele, [sem ele saber disso] ela estava perto, tinha o endereço.. o que lhe impediria? Passou por um shopping, entrou no banheiro , fez todo aquele ritual de mulher pra colocar tudo no lugar: maquiagem, cabelo [que por sinal estava horrível , dia de chuva--], revisou tudo e foi. Chegou na rua dele, coração disparou, ela começou a pensar que era doida, que não deveria estar ali, mas ela queria tanto , e por fim pensou 'Já que eu estou aqui , não vou dar pra trás'. Certo! Respirou fundo, subiu no salto e foi, interfonou e o porteiro todo solicito perguntou em que apertamento era pra internofar e o nome da nossa menina. Ela com o coração na boca falou gaguejando todas as informações, e esperou. Passaram-se 5 minutos e o porteiro respondeu com a notícia de que não havia ninguém em casa; ela teve uma sensação de alívio misturada com decepção, nunca sentida antes *. MAS não pense que ela desistiu ali, ela estava obstinada,[hahaha] se refez dessa sensação e voltou-se para a rua , passando por um telefone e resolveu ligar pra ele. A conversa foi mais ou menos assim ...

'Clarinha: Guii?
Gui: Oiiie quem é?
Clarinha: é a Clarinha , onde você está?
Gui: Ah oiiee Clarinha , eu? tô no restaurante do meu pai por que?[ele ajuda no restaurante do pai, quando não está com a banda]
Clarinha:Ah, é que eu resolvi te fazer uma visita e você não tá em casa =/
Gui: O que? você tá na minha casa? MENTIRA.
Clarinha:Verdade,estou na porta do seu prédio , mas nao tem ninguém em casa=/
Gui: Mentira, entao o que tem na frente do meu predio?
Clarinha:Ah tem muita coisa Gui, mas tem 2 postos de gasolina na esquina , um de cada lado.
Gui: Não acreditooo , você ta mesmo na minha casa sua doida.
Clarinha: Ah, eu tava por perto e tinha o endereço. Você vai demorar?
Gui: Eu acho que vou demorar um pouco, meu pai saiu com o carro pra fazer umas compras , e eu tenho que fechar o restaurante.
Clarinha:Ah =/, então tá bom, eu vou embora então.
Gui: Nãão , me espera , eu sei que tá chovendo , mais você já ta ai . Eu vou tentar não demorar muito .
Clarinha: Ah não sei , tá chovendo . Ah, tudo bem [a vontade falou mais alto]. Eu vou tomar um café na padaria e te espero, tá?
Gui: Tá bom então , eu vou tentar ir o mais rápido possível.

*Eu vou encurtar a estoria se nao vai ficar muito grande* hahaha.
Gui chegou exatamente 1 hora e meia depois dessa ligação , Clarinha já tava com a bunda doendo na padaria , e as moças que serviam lá já estavam a olhando com cara feia. Bom, ele parou o carro e ligou pra ela ir lá fora. Tava chovendo, ela entrou direto no carro, olhou pra ele, viu nele tudo o que ela tinha sonhado...tudo tava perfeito, eles foram até no ensaio da banda dele juntos!Oh, ela se sentiu bem importante nessa hora. Depois do ensaio, da correria do dia , chegou a noite, e ele sugere tomar um vinho, comer no Mc e essas coisas... ela topa [tava topando tudo com o tal príncipe encantado]. Comeram primeiro, depois foram ao mercado comprar o vinho; saíram e foram procurar um lugar para tomar o vinho. Todos os lugares eram perigosos pra ficar no carro bebendo, de madrugada, nisso os dois concordaram , então eles pararam no estacionamento do prédio dele, altas horas, pouco movimento, luzes apagadas, vinho vai e vinho vem, e as coisas como previsto foram esquentando , esquentando... até que SIM , eles transaram , aham alí no estacionamento do prédio DELE, a coisa não poderia ser pior *pelo menos pra ela*, o carro é um lugar apertado, desconfortavél , não recomendado pra esse tipo de coisa. Aham , mas eles não pensaram nisso, foram logo consumando o fato , e ele não estava preocupado se estava tudo bem com ela , ele estava preocupado com o prazer DELE. Ele ao contrário dela não via ela como a princesa , mas sim como mais uma, mais uma fácil, e como ELA quem foi atrás dele, ele não poderia deixar passar. Pois bem, depois dessa decepção em que no meio do ato desconfortavel, horrivel e sem posição, as coisas não poderiam ficar pior, quando ela se dá conta de que o porteiro tá tendo acesso de camarote com direito a entrada vip, para a imagem da sua bunda no vidro do carro - e como se isso nao bastasse - toda vez que entrava um carro no estacionamento, as luzes se acendiam (como era uma sexta a noite , certa hora , MUITOS carros foram entrando) e ela tinha vontade de sair correndo dali.

Resumindo: ela teve uma baita decepção com o cara , com o sexo , e como as coisas aconteceram.
Hoje ela ri dessa estoria, mas já se arrependeu bastante por ela. Como era mais do que esperado , o cara sumiu depois disso, e ela ficou mais decepcionada ainda... e ficou se achando fácil , se culpando, pelo prazer obtido. O pior ainda não foi isso! Foi mesmo depois de tudo isso, ela continuar gostando dele; mas tendo que esquecê-lo por que ela sabia: ele não prestava, ou pelo menos não pra ela.
Eles se falaram algumas vezes depois, mas nada como antes.
O porteiro, quando eles estavam saindo, na hora de abrir o portao do prédio, olhou bem pra eles , e deu aquela risadinha de *muito obrigado por ter me porporcionado uma gozada com um filme pornô ao vivo*.
O vinho não era tão bom .
E ela ainda pensa nele.

-E vocês? Já passaram por situações parecidas?
-Sexo no primeiro encontro vale? É facil? Não é? Pode ser levado a algo mais serio?
-Ela não presta por não ter se segurado no primeiro encontro?

-Gostaria muito de saber se alguém já teve estorias parecidas. Comentem por favor
ou mandem pro e-mail do blog.

hahaha*
espero que tenha sido no minimo divertido!

PS: os nomes foram alterados, para a integridade de ambos.

Um beijo charmoso da Marilyn ;)

16 comentários:

canseidexuxu disse...

Oi!

Se ela se sentiu culpada pela situação, mostra que ela não é "fácil", pq ela transou com o cara na primeira vez...

Foi uma situação=aprendizado ao se dar conta de que assim não vale a pena pra ela. Que sexo tá ligado com estar afim e fazer isso por uma noite, de qualquer jeito, só a deixa "usada" e sem a atenção que na realidade quer...

Mas assim que a gente tem história pra contar! Vale o aprendizado.

beijos
Xu

Bem Resolvida disse...

Cara, esse papo de transar no primeiro encontro estragar tudo ou não dar en nada depois só acontece quando o cara é babaca, pq se vc sai com um cara que tem uma mentalidade bacana ele não vai pensar mal de vc porque vcs transaram em um primeiro encontro. Ele vai, sim, entender que a química foi perfeita e nenhum dos dois queria passar o tesão. Eu já tive relacionamentos sérios onde transei no primeiro encontro...e também já teve cara que desapareceu depois que transou comigo, mesmo não tendo sido nem no primeiro, nem segundo, nem terceiro.
Trouxa esse cara que poderia ter transado outras vezes com "ela", poderia ter tido momentos bacanas mas foi só mais um bocó no mundo...

Eu já transei no carro e foi bem divertido, pq tava difícil achar uma posição bacana e a gente ria muito, mas até que foi bem gostoso.

Só acho uma coisa...a mulher não deve se fazer de vítima por ter transado com um cara que sumiu depois..."ele me usou"...pense assim: Vc tbm usou dele. E um dia o jogo pode virar, vc pode sumir depois da transa...será que o cara vai ficar nesse jogo de vítima de "fui usado" ??
rs

Bjs!!

teaguentanosalto disse...

Esse tipo de coisa acontece, a menina presta SIM (tempos modernos upe, cada um se vira como pode).. grandes coisas se arrepender, agora foi, né?
hahaha tá cheiooo de gurias assim, um tempo atrás eu julgava, mas a medida que o tempo vai passando a gente vê que isso é MUITO normal.. a vergonha nesses casos é inevitável.. mas com certeza ela aprendeu com essa cagada! hahaha poxa, num carro.. desconforto! eu juro que fiquei com nojo do porteiro!
e mete a culpa no vinho!(afinal a culpa dela ela poem aonde ela quiser!) hahaha Beijos.. L.

Garotas de Vinte e Poucos disse...

Seguinte:
não, não acho que ela é fácil, e vale sim sexo logo de cara. quem disse que não??
e acho tb que o tal músico não tem pq ficar todo meloso depois.... era ela quem tava apaixonadinha, não ele.

Só posso dizer uma coisa: boba dela que não usou mais ele, e não se esforçou mais pro prazer DELA!

bjo
*Lala*

Samantha disse...

Concordo com o comentário da Lala...
acho q as mulheres não tem q se sentirem culpadas por transarem no primeiro encontro, acontece...
e com o tempo e as experiencias, aprende q homem q some é consequencia, ela deveria ter aproveitado e pronto... O unico problema q vejo é ela ter se apaixonado antes... Essas conversinhas de internet são complicadas por isso, a gente bota mta expectativa e nao consegue perceber se o cara é boa gente ou não

bjao

Ana Julia disse...

Não tive uma história assim... quando transei no primeiro encontro, já tava meio que explícito que ninguém queria nada sério. Então, não houve expectativas.
Acho que uma mulher pode ser levada a sério sim, pq ela tava visivelmente encantada e não por ter sido fácil, mas homem tem uma cabecinha do cão, pensa diferente da gente.

Anônimo disse...

Eu e meu namorado transamos no "1º encontro"!! Estavamos em uma festa de aniversário, daquelas beem agitadas... Minha amiga já estava indo embora, eu IRIA durmir na casa dela aquela noite, mas acabei indo pra casa dele. Nossa foi muito boom! E não me arrependo de ter transado no 1º encontro! Estamos juntos até hj... 1 ano e 6 meses! PS:foi em uma cama, não em um carro!! (haha)

Olirum disse...

só acho que ela não deveria ter se sentido culpada, tudo bem que ele não a procurou mais e tal, mas mesmo assim ela pode ter prporcionado prazer a ele, mas ela tbm não teve prazer?
Acho hipocrisia a pessoa que acha que transar no primeiro encontro é furada, a pessoa pode ficar só beijando e no dia seguinte um não ligar pro outro!

Ótimo texto.

Bela disse...

tomar um vinho, comer no Mc, transar no carro...e continuar pensando no cara? kkkkkkkkkkkk Marilyn, esta história, de fato, aconteceu? Por que isso tudo parece meio surreal :P
Aliás, parece mesmo história de menina de 19 aninhos... só bastava ser em cima da mesa de ping-pong, da escola, né? Ai eu acho que essa história teria mais sentido...
Ps - esse papo de transar no primeiro encontro é tão relativo, Marilyn. Depende do cara, do que vc (não) quer com o cara, do dia da sua menstruação e até do seu mal humor. Se for uma noite só, mas bom pros dois por que não? Agora... ficar querendo de novo é meio infantil, né?

Marie Curie disse...

Cara Marilyn
Não acho que a moça fez algo absurdo. Acontece. É normal. Mas cada ação tem uma reação. Antigamente, casando vc tinha a certeza que podia dar pro cara sem problemas que ele nunca mais sairia do seu lado, então, se a moça estava apaixonada, era conveniente esperar o tal casório. Hoje em dia, que garantia uma mulher tem que o cara vai ficar com ela transando no primeiro ou no milésimo dia? Convém esperar se você é como eu, que não se sente confortável com sexo logo de cara, mas eu sou eu. se conseguir fazer sexo sem se machucar, faça e seja feliz! O que não dá é ficar dando uma de recalcada, criticando quem dá de primeira quando essa é a vontade de muitas. O que vale mesmo é o sentimento envolvido.
Bjos!

Drunken Alina disse...

Eu acho que se vc está gostando do cara não deve liberar logo de cara não.
O mundo é machista, os caras dificilmente levam a sério quem vai logo de primeira.

E por outro lado, se vc segura mais tempo, vai sendo criado um clima muito bom, o tesão aumentando a cada encontro que passa,até chegar uma hora que o cara não vai para de pensar em vc de tanta vontade de fazer, e quando conseguir, ELE é q vai ficar todo preocupado se será bom para vcs, etc.
Tem que ir criando uma atmosfera de sedução amiga!

MAS, se vc trombar um carinha que nem rolou sentimento, não há mal nenhum em dar uminha, hahuhahuha!!

Rosa Canela disse...

Oii Adoreiii o post..
Bom quanto liberar ou não na primeira noite ..tudo é muito muito relativo, depende do momento e de ter conciencia que o risco de não ter todos os sentimentos correspondidos existe!
Tenho uma história bem parecida ...mais com um final bem feliz ..rs
Depois de conhecer uma garota numa comunidade do orkut, ficamos muitoooooo amigas mesmo ..e por incrivel que pareça jamais foi cogitado a possibilidade de FICAR/NAMORAR ..nada ..afinal nenhuma das duas queria isso ..mais depois de um ano resolvemos nos conhecer, e foi atrasão mais que fatal ..1º encontro, muita cerveja..tudo dando errado e finalmente aconteceu o inesperado..
Hoje estamos juntas a 1 ano ..e muito felizes ..

Por isso sempre digo que numa situação destas tem que ter a plena certeza de que pode dar certo ou não ...

De qualquer forma ela não é facil ..só se envolveu e esperou demais do cara errado!

beijos

Rosa

Andreas Ribeiro disse...

Acho essa história de "primeiro encontro" meio fantasia... tipo, não importa qual encontro seja, primeiro ou décimo, se tem vontade mútua, pronto!! é o suficiente!!

Só não pode fazer só pra ser legal ou sei lá o que... mas tendo vontade, não há mal...

se um ou o outro sumir, que tenham aproveitado!!! e se não, podem haver outros e tals... não acredito nessa coisa de "deve ou não fazer"

Anna Oh! disse...

Dar ou não dar no primeiro encontro é algo relativo: depende do clima, da vontade e do envolvimento mto mais do q da pretensão de cada um.
Não julgo que a garota da estória tenha feito certo ou errado, ela fez o q achou que deveria fazer. Ousou, foi até a casa dele, fez a parte dela. Agora, se o bonito encarnou o homem-gasparzinho, azar o dele q não pôde repetir a dose nem conhecer melhor a guria.
Qdo a gente gosta de alguém, acaba fazendo maluquices, dá um peso na consciência... mas depois de um tempo (espero) consegue-se rir de tudo isso.

Anônimo disse...

já aconteceu..de correr atras...ir no ensaio da banda..tomar o vinho na chuva..
aih tanta coisa..
só não transamos....mas foi assim ...começando pela internet..indo pro tel..depois a besta resolve procurar o "principe encantado"

Anônimo disse...

Cara aconteceu + ou - isso comigo!!!
só tem um problema eu me apaixonei pelo rapaz....
Ele me liga mais enfim não quer nada sério comigo, veio com um papo de nos conhecermos melhor....
Aff
Depois do ato eu chorei,
me bateu um arrenpendimento,aquela voz na minha cabeça me dizendo que eu não presto!!!!
E agora não sei mas quem eu sou?!?!
O por que dessa minha atitude?

E ainda por cima tenho namorado...
Meus Deus estou tão perdida..
Foi bom ter encontrado este site, e saber que as mulheres não fazem isso por safadeza mas sim por paixão!!!!!!

Obrigada